Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

DESCRIÇÃO DINÂMICA E ESTÁTICA

No description
by

Nádia Ochandio Pilão

on 8 April 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of DESCRIÇÃO DINÂMICA E ESTÁTICA

DESCRIÇÃO ESTÁTICA
Na descrição estática predominam as formas nominais, com a presença de frases sem verbo ou com verbos que expressam estado.
"(..) na semi-escuridão do quarto, com a lâmpada elétrica apagada, a mortiça e azulada luz da noite lá de fora reflete palidamente o branco-preto-branco-preto do teclado do piano. Uma minúscula e frágil estrela de reflexo disputa também, à luz, a atenção do silêncio, o senhor da noite, e sai do metal da cama e outra, mais ousada em seu tênue brilho, sai do espelho oval, acima da pia. Há mais um brilho, mais humilde ainda que os demais, sai do tinteiro de níquel sobre a mesa, onde,
DESCRIÇÃO DINÂMICA
Descrição dinâmica – Neste tipo de descrição, o “objeto” descrito está em movimento, exigindo do observador muita concentração.
Ex.: descrição de um gol, numa partida de futebol.
DESCRIÇÃO
Os textos descritivos estão divididos
em estáticos ou dinâmicos. Em uma descrição estática não haverá movimento. Já na dinâmica, cada movimento será transformado em imagem e apresentado ao público.


Por um lado te vejo como um seio murcho
Pelo outro como um ventre de cujo umbigo pende ainda o cordão placentário
És vermelha como o amor divino.
Dentro de ti em pequenas pevides
Palpita a vida prodigiosa
Infinitamente
E quedas tão simples
Ao lado de um talher
Num quarto pobre de hotel.
DESCRIÇÃO DINÂMICA E ESTÁTICA
Neste dinamismo não existem progressões temporais, as ações acontecem ao mesmo tempo. Em uma descrição dinâmica não podemos apresentar relações de posterioridade e anterioridade.


Neste tipo de descrição, o “objeto” descrito está parado. Trata-se de observação detida e atenta, principalmente se o observador também estiver parado.
Ex.: descrição de uma árvore.

apesar da visão prejudicada, percebem-se folhas de papel em desordem, de mistura com canetas e lápis pretos. O tampo da mesa nada reflete pelo verniz antigo e opaco. A um canto de sua superfície, uma quase invisível garrafa de Chateau, indistintamente vazia ou cheia.
Os objetos esperavam fazendo coro com o silêncio da noite, maior. Esperavam, mesmo que aparentemente nada estivesse para acontecer, apenas esperavam (...)"
A fala dos esquecidos - Paco Regueira
Ela (Rita Baiana) saltou em meio da roda, com os braços na cintura, rebolando as ilhargas e bamboleando a cabeça, ora para a esquerda, ora para a direita, com uma sofreguidão de gozo carnal num requebrado luxurioso que a punha ofegante; já correndo de barriga empinada, já recuando de braços estendidos, a tremer toda (...). Depois, como se voltasse à vida, soltava um gemido prolongado, estalando os dedos no ar e vergando as pernas, descendo, subindo, sem nunca parar com os quadris, e em seguida sapateava, miúdo e cerrado, freneticamente, erguendo e abaixando os braços, que dobrava, ora um, ora outro, sobre a nuca, enquanto a carne lhe fervia toda, fibra...
Aluísio Azevedo
Full transcript