Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Estruturalismo Europeu

No description
by

Eloá Tainá

on 29 March 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Estruturalismo Europeu

Historicismo O período pre-Saussure foi dividido em 3 fases: filosófica, filológica e histórico-comparatista. Estruturalismo Europeu Introdução aos Estudos da Linguagem – Turma J
Eloá Tainá
Iara Germano
Isaias Filho
Lorena Gorito Historicismo≠evolucionismo Para os neogramáticos, a linguística é necessariamente histórica na medida em que é científica e explicativa. Diacronia e Sincronia “É sincrônico tudo quanto se relacione com o aspecto estático da nossa ciência, diacrônico tudo que diz respeito as evoluções. Do mesmo modo, sincronia e diacronia designarão respectivamente um estado de língua e uma fase de evolução.” – SAUSSURE, Ferdinand de. Curso de Linguística Geral. p.123 Metáfora do Xadrez Objeto de estudo da Linguística saussuriana Langue
vs.
Parole Saussure, em seus estudos linguísticos, aponta que a língua possui dois lados: um individual e outro social.

A fala (parole) constitui o lado individual. É o uso que o falante faz da língua.

A língua (langue) é o lado social. É o sistema linguístico em si mesmo. “Para Saussure a língua é um sistema supraindividual utilizado como meio de comunicação entre os membros de comunidade. O entendimento saussuriano é o de que a língua corresponde à parte essencial da linguagem e constitui um tesouro – um sistema gramatical – depositado virtualmente nos cérebros de um conjunto de indivíduos pertencentes a uma mesma comunidade linguística. Sua existência decorre de uma espécie de contrato implícito que é estabelecido entre os membros dessa comunidade. Daí seu caráter social. Para Saussure, o indivíduo, sozinho, não pode criar nem modificar a língua.” – MARTELOTTA, Mário Eduardo. (org.) Manual de Linguística. p. 116 Padrão Coletivo - Langue
1 + 1 +1 + 1 ... = I Padrão Individual – Parole
(1 + 1’ + 1’’ + 1’’’ ...) O Estruturalismo se propõe a abordar qualquer língua como um sistema em que cada elemento só é definido pelas relações de equivalência ou de oposição que mantém com os demais elementos. A partir desse conjunto de relações que a estrutura é formada. Todo Fato Social é exterior, coercitivo e geral. “Assim, a ideia de ‘mar’ não está ligada por relação alguma interior à sequencia de sons m-a-r que lhe serve de significante; poderia ser representada igualmente bem por outra sequencia, não importa qual; como prova, temos as diferenças entre as línguas e a própria existência de línguas diferentes: a significado da palavra francesa bouef (‘boi’) tem por significante b-ö-f de um lado da fronteira franco-germânica,e o-k-s (Ochs) do outro.” SAUSSURE, Ferdinand de. Curso de Linguística Geral. p.108 Teoria do valor O total é sempre maior que a soma das partes. A proposta Estruturalista SIGNO, SIGNIFICANTE, SIGNIFICADO Signo = significante + significado Palavra

Signo

Objeto Carneiro
Sheep
Mouton Mutabilidade e Imutabilidade Mutabilidade --> O uso pode provocar mudanças Arbitrariedade do Signo Linguístico O signo linguístico é arbitrário. Não há nada a priori que justifique a união entre um significante a um significado. Significante = Imagem Acústica Significado = Conceito Imagem Acústica

Som Imutabilidade --> Um único falante não tem poder para alterar a língua “Enquanto um sintagma suscita em seguida a ideia de uma ordem de sucessão e de um número determinado de elementos, os termos de uma família associativa não se apresentam nem em número definido nem numa ordem determinada. Se associarmos desej-oso, calor-oso, medr-oso, etc., ser-nos-á impossível dizer antecipadamente qual será o número de palavras sugeridas pela memória ou a ordem em que aparecerão.(...)” - SAUSSURE, Ferdinand de. Curso de Linguística Geral. p.175 Estruturalismo além de Saussure... A partir dos estudos de Saussure, outros linguistas encontraram base teórica para desenvolver novos métodos e teorias. Foi o caso da chamada Escola de Praga, Escola de Genebra e a Escola de Copenhague. Relações Sintagmáticas são as relações de oposição que os sintagmas estabelecem entre si. Sintagma

Menor unidade de uma estrutura que possui sentido e é sempre composto de duas ou mais unidades consecutivas. = = = As três palavras acima pertencem a sistemas linguísticos diferentes, mas possuem o mesmo valor. Relações sintagmáticas e Relações associativas A vida humanaDeus é bomContra todos Referências CARVALHO, C. de. Para compreender Saussure. Petrópolis-RJ: Vozes, 2003, p. 19-48.
EBAH. Estruturalismo Europeu. Disponível em: http://www.ebah.com.br/content/ABAAAfj_EAE/estruturalismo-europeu. Acesso em: 14 de março de 2013.
SAUSSURE, F. de. Curso de Linguística de Geral. 34ªed. São Paulo: Cultrix. 2012
MARTELOTTA, Mário Eduardo (Org.). Manual de linguística. São Paulo: Contexto, 2008.
GISELDA DA COSTA. Estruturalismo Linguístico. Disponível em: http://www.giseldacosta.com.br/public/2063971-ESTRUTURALISMO-LINGUISTICO.pdf Acesso em: 14 de março de 2013.
WIKIPÉDIA. Claude Lévi-Strauss [2013]. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Claude_Lévi-Strauss. Acesso em: 14 março 2013.
________. Émile Benveniste [2013] http://pt.wikipedia.org/wiki/Émile_Benveniste. Acesso em: 14 março 2013.
________. Estruturalismo [2013] Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Estruturalismo#Estruturalismo_na_Lingu.C3.ADstica. Acesso em: 14 março 2013.
________. Ferdinand de Saussure [2013] Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ferdinand_de_Saussure. Acesso em: 14 março 2013.
________. Roman Jakobson [2013] Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Roman_Jakobson. Acesso em: 14 março 2013 Escola de Praga (1925) liderou o Círculo Linguístico de Praga, através de seus membros mais influentes, os russos Roman Jakobson e Nikolai Trubetzkoy , assinalaram a importância da fonologia no sistema da língua. As duas primeiras ultrapassaram o enfoque meramente formal da linguagem ao considerarem a língua como um sistema funcional com o objetivo da comunicação. A escola de Copenhague adotou a noção de língua como um sistema autônomo (função em plano secundário). Os linguistas da Escola de Praga apontaram a necessidade de distinguir fonologia e fonética. Segundo eles, a fonologia estuda os fonemas, enquanto a fonética se preocupa com a produção e as características dos sons da fala. Atribui-se também a Escola de Praga a definição de fonema como a unidade mínima do significante que está no plano da língua, assim como o conceito de traços pertinentes, distintivos ou funcionais dos fonemas. "O signo linguístico une não uma coisa e uma palavra, mas um conceito e uma imagem acústica" SAUSSURE, Ferdinand de. Curso de Linguística Geral. p.80 "[..] o signo está em condições de alterar-se porque se continua. O que domina, em toda alteração, é a persistência da matéria velha; a infidelidade ao passado é apenmas relativa." SAUSSURE, Ferdinand de. Curso de Linguística Geral. p.115
Full transcript