Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Perigo nos Mares

No description
by

Hallysson Coelho

on 28 October 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Perigo nos Mares

As 10 praias mais perigosas do mundo e Perigo em alto mar
As 10 praias mais perigosas do mundo
Correntes marítimas, águas-vivas, lobos selvagens e poluição. Muitos são os perigos que ameaçam os seres humanos nas 10 praias mais perigosas do planeta, Duas delas quem diria são brasileiras
1. Fraser Island, Austrália
O Dingo é uma espécie de lobo selvagem original da Ásia que, ao ser levado à Austrália, foi responsável pela extinção de uma série de espécies de animais locais. E a Fraser Island é território deles tanto assim que são comuns os ataques aos seres humanos que se aventuram a circular por lá.
2. Hanakapiai Beach, Havaí, EUA
La ha uma placa escrita Cuidado! Não se aproxime da água. Correntes inesperadas mataram 68 visitantes". E aparentemente a contagem continua.
3. Praia de Boa Viagem, Recife
Os tubarões – claro – colocam a popular praia pernambucana no pódio das mais perigosas do planeta. Que o digam dezenas de surfistas que tentaram a sorte por lá e se deram (muito) mal.
4. Chowpatty Beach, Mumbai, Índia
O que coloca esta praia neste ranking é algo realmente inesperado ela é letal por ser a mais poluída do mundo. Ninguém deveria se banhar aqui.
5. Litoral doTerritório do Norte, Austrália
Não é à toa que as praias desta região da costa australiana são vazias. Elas reúnem a maior população mundial de cubozoários, o mais mortífero dos tipos de água-viva que existem no planeta.
6. Praia de Copacabana, Rio de Janeiro
Assaltos, prostituição, tráfico de drogas e pequenos golpes colocam a mais conhecida praia brasileira na lista. Seu charme, porém, também é digno de fama.
7. Gansbaai Beach, África do Sul
Basta dizer que a bela praia sul-africana é conhecida como a Capital Mundial do Grande Tubarão Branco. Exemplares da espécie, aliás, podem ser vistos das areias ao longo de todo o ano.
8. Volusia County, Flórida, EUA
As praias de Volusia County, na costa leste da Flórida, muito provavelmente inspiraram o filme Tubarão (1975), de Steven Spielberg, dada a frequência com que seres humanos são atacados pelo temido peixe.
9. Kilauea Beach, Havaí, EUA
Um dos mais ativos vulcões do mundo, o Kilauea cospe sua fervilhante lava direto para as águas do mar, que, ali, superam os 43°C.
A ultima agora é uma praia de Naturistas(nudistas)
È a praia Playa Zipolite, México
A palavra zipolite, na língua indígena local, significa "praia dos mortos". O título vem bem a calhar: as ondas gigantescas e as fortes correntes ameaçam os banhistas durante todo o ano.
A desidratação pode ser a maior inimiga de quem fica à deriva no mar. É provável que se você ficar perdido em um barco, bote salva-vidas ou apenas flutuando com seu traje de mergulho, você não tenha uma grande quantidade de água potável armazenada. Além disso, beber a água marinha nunca é uma boa idéia. A maioria dos médicos concorda que os seres humanos podem sobreviver entre quatro e oito semanas sem comida desde que tenham água , Em clima quente e sem água, a desidratação pode iniciar em um prazo de uma hora. Nós eliminamos água de muitas formas: no suor, nas fezes, na urina e até mesmo na respiração. Essa água deve ser reposta para que nossos órgãos continuem a funcionar adequadamente. Se você estiver em boa forma física e à deriva em condições climáticas ideais, você pode sobreviver de três a cinco dias sem nenhuma água.
A menos que você esteja no Caribe é provável que você fique em águas bem frias. Por isso, a hipotermia é outro item com o qual você deve ter cuidado se estiver à deriva no mar. A hipotermia acontece quando o corpo perde mais calor do que produz e a quando a temperatura corporal cai. Se o seu barco foi inutilizado, provavelmente você estará molhado, mesmo se você conseguiu fugir para o seu bote salva-vidas. Ficar molhado irá acelerar os sintomas da hipotermia.
Se você sobreviveu à fome, à desidratação e à hipotermia, ainda precisa se preocupar com as criaturas do mar, principalmente se você estiver flutuando em um colete salva-vidas ou com um traje de mergulho. Os tubarões não significam problema, a não ser que estejam famintos. Você pode tentar se livrar de um tubarão socando-o na região do focinho, furando seus olhos ou puxando suas guelras. É claro que se você estiver flutuando com água do mar até o pescoço, você provavelmente estará bem cansado e, infelizmente, a probabilidade de vencer um tubarão faminto não será muito grande.
Perigos do mar aberto
Há muitos perigos no oceano se você estiver velejando ou viajando de lancha, mesmo em embarcações em perfeitas condições. Se o seu barco repentinamente fosse emborcado e você tivesse que se virar com um bote salva-vidas, esses perigos aumentariam e suas chances de sobrevivência diminuiriam. As três mais prováveis causas desses problemas sao: A desidrataçao,Hipotermia e os Tubarões
Full transcript