Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Jornada no Tempo - A História da Igreja

No description
by

Gui Araújo

on 2 March 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Jornada no Tempo - A História da Igreja

Jornada no Tempo A História da Igreja E, cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos concordemente no mesmo lugar;
E de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados. E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles.
E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem. E em Jerusalém estavam habitando judeus, homens religiosos, de todas as nações que estão debaixo do céu.
E, quando aquele som ocorreu, ajuntou-se uma multidão, e estava confusa, porque cada um os ouvia falar na sua própria língua. E em Jerusalém estavam habitando judeus, homens religiosos, de todas as nações que estão debaixo do céu.
E, quando aquele som ocorreu, ajuntou-se uma multidão, e estava confusa, porque cada um os ouvia falar na sua própria língua. E todos pasmavam e se maravilhavam, dizendo uns aos outros: Pois quê! não são galileus todos esses homens que estão falando? - Atos 2:1-13. Nascimento
da Igreja 30 d.C. Ínicio da Igreja, no dia de Pentecostes, nascida do Espírito, como relatado em Atos 2:1-13. Agentes que colaboraram para o surgimento da Igreja: Palavra

Obediência
Oração
Unidade Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. - Mateus 16:18 E, estando com eles, determinou-lhes que não se ausentassem de Jerusalém, mas que esperassem a promessa do Pai, que (disse ele) de mim ouvistes. - Atos 1:4 Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra. - Atos 1:8 Os quais lhes disseram: Homens galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir. - Atos 1:11 Todos estes perseveravam unanimemente em oração e súplicas, com as mulheres, e Maria mãe de Jesus, e com seus irmãos. - Atos 1:14 E, cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos concordemente no mesmo lugar. - Atos 2:1 Pedro, porém, pondo-se em pé com os onze, levantou a sua voz, e disse-lhes: Homens judeus, e todos os que habitais em Jerusalém, seja-vos isto notório, e escutai as minhas palavras. - Atos 2:14 A Igreja é o corpo de Cristo
(Efésios 1:22-23). Organizada a fim de servir, honrar e cumprir os propósitos de Deus sobre a Terra. Estabelecido por Deus Estabelecido pelos Homens Jesus - Cabeça Cinco Ministérios - Governo Diakonia - Serviços ORGANIZAÇÃO DA IGREJA NO SEU INÍCIO ESPÍRITO SANTO - Dons espirituais (1 Coríntios 12)
Fé - Manifestações
JESUS - Dons ministeriais (Efésios 4:11)
Esperança - Serviço
PAI - Dons operacionais (Romanos 12)
Amor
Operações GOVERNO PLURAL MINISTÉRIOS DE FUNDAMENTAÇÃO APÓSTOLOS E PROFETAS
MINISTÉRIOS DE EDIFICAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO APÓSTOLOS E MESTRES
MINISTÉRIOS DEEXPANÇÃO EVANGELISTAS COMO OPERAVA
A IGREJA "Todos os dias, unidos, se reuniam no pátio do Templo. E nas casas partiam o pão e participavam das refeições com alegria e humildade. Louvavam a Deus por tudo e eram estimados por todos. E cada dia o Senhor juntava ao grupo as pessoas que iam sendo salvas." - Atos 2:46-47 Diariamente;
Nas sinagogas;
De casa em casa;
Através dos membros;
Ação social;
Poder. "Com grande poder os apóstolos davam testemunho da ressurreição do Senhor Jesus, e Deus derramava muitas bênçãos sobre todos." - Atos 4:33 Três níveis do ministério da Igreja (Atos 13:1-5)
Ministério ao Senhor - Oração e Jejum
Ministério aos Santos - Missão
Ministério ao Mundo - Reconciliação DISCIPLINAS DA IGREJA NOS SEUS PRIMEIROS DIAS Oração;
Palavra;
Jejum;
Testemunho. 100 d.C. ERA APOSTÓLICA DATAS PERÍODOS Grandes centros de propagação da fé cristã: Jerusalém - Pedro - 30/44 d.C. Antioquia - Paulo - 44/66 d.C. Éfeso - João - 66/100 d.C. Nesse período se faz a distinção entre o "Corpo de Cristo" (Igreja; todos os que professam sua fé em Jesus - Efésios 1:22-23) e Igreja local. O Culto era realizado diariamente no Templo, nas sinagogas e casas (Atos 2:46); Em casas grandes e barracões alugados (Atos 19:9); Em lugares secretos e catacumbas. Não existe registro de construções de edifícios para realização de cultos até meados do 3º século. JERUSALÉM "Então os apóstolos desceram o monte das Oliveiras e voltaram para Jerusalém..." - Atos 1:12 Principal Líder: Pedro O evangelho foi divulgado em toda a Jerusalém (At 4:16; 6:7; 5:28).
O evangelho alcança Samaria como fruto da primeira grande perseguição. ANTIOQUIA Principal líder: Paulo (e Barnabé) Atos 11:19 Nascida de um avivamento em meio à perseguição;
A Igreja vai aos gentios;
Os discípulos foram, pela primeira vez, chamados de cristãos (At 11:26b). ÉFESO Principal Líder: João Epístolas e Apocalipse O Cristianismo era visto como uma seita dentro do Judaísmo.
Início da perseguição por parte dos romanos.
Destruição de Jerusalém.
Para que se cumprissem as escrituras (Lc 19:42-44; 21:5-6).
Marcou o fim da antiga dispensação.
Acabou com a vida nacional dos judeus e com o sistema de sacrifícios no templo. O Cristianismo é definitivamente separado do Judaísmo PASSOS IMPORTANTES
PARA A EXPANSÃO DO REINO Viagens missionárias de Paulo;
Escrita das Epístolas;
Perseguição por parte dos judeus. 313 d.C. CONFLITO COM O PAGANISMO Período de
muitas lutas Oposições externas
De caráter físico
De caráter literário Oposição Interna Início das dificuldades oriundas do crescimento e do fim da operação dos ministérios apostólicos, proféticos e mestres. Surgimento de heresias, como: Uma espécie de movimento do tipo Nova Era que dizia ter um conhecimento especial não revelado a todos. Gnosticismo Marcionismo Movimento que tentou reduzir as Escrituras (tanto a hebraica como a cristã) a uns poucos livros selecionados. Heresia de origem gnóstica que aceitava somente o Evangelho de Lucas e as epístolas paulinas; afirmava a existência de dois deuses diferentes - um do Antigo Testamento e outro do Novo. "O movimento originou-se provavelmente na Ásia Menor, difundindo-se da região do Irã à Gália, exercendo a sua maior influência sobre o cristianismo entre os anos de 135 e 200. Tem como base elementos das filosofias pagãs que floresciam na Babilônia, Antigo Egito, Síria e Grécia Antiga, combinando elementos da Astrologia e mistérios das religiões gregas como os do Elêusis, do Zoroastrismo, do Hermetismo, do Sufismo, do Judaísmo e do Cristianismo." - Wikipédia Montanismo Um movimento carismático que foi levado adiante com novas relações compromissos e atitudes de julgamento contra outros cristãos. Heresia de tendências apocalípticas e semimísticas. Questões de ordem eclesiásticas e outras doutrinárias, dando início a várias seitas e heresias. "Montano, profeta que se revelou inopinadamente na Frígia, por volta dos anos 155-160, afirmava ser porta-voz do Espírito Santo e que, em sua própria pessoa, se encarnara o Paráclito prometido em João 14,16; 16,7." - eCristianismo Ebionismo Cristianismo judaizado; acreditavam que, apesar de Jesus ter morrido na cruz, era necessário cumprir a lei para ser salvo. Rejeitavam os ensinos de Paulo e se apegavam aos ensinamentos de Pedro, Tiago e, em especial, ao Evangelho de Mateus. Negavam a deidade de Cristo. As perseguições sempre foram instrumentos de purificação e fortalecimento do povo de Deus. Foi um período de muita atividade missionária A maneira como o Evangelho se expandiu nesse período evidencia o caráter sobrenatural da obra de evangelização e a ação do Espírito Santo na vida desta Igreja. Causas do conflito A prioridade que os cristãos davam à sua fé (Mt 6:33; 1Co 10:31);
O exclusivismo do Cristianismo (Mt 4:10);
A maneira ousada e "agressiva" como o Evangelho era pregado (At 4:12; Jo 4:16).
A ausência dos cristãos da vida social da época (1Pe 4:3-4). O caráter baixo da vida social da época e o seu estreitamento com a idolatria e o paganismo. A filosofia cristã era exatamente oposta à pagã.
Eram acusados de serem ateus por se recusarem a participar dos cultos e rituais em templos pagãos.
Acusados de imorais por realizarem seus cultos à noite e pelo amor que demonstravam uns para com os outros.
Eram acusados de canibalismo por causa da ceia.
Eram acusados de prejudicarem os negócios de algumas pessoas
Full transcript