Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Inflação e TIR

No description
by

Jenifer Mirella Freire

on 12 July 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Inflação e TIR

A inflação pode ser dividida em:
Inflação de Demanda
: É quando há excesso de demanda agregada em relação à produção disponível.
Inflação de Custos
: É associada à inflação de oferta. O nível da demanda permanece e os custos aumentam.

Discentes:
Daiane Viana
Lucas Ribeiro
Isaac Amorim
Jenifer Mirella
Inflação
É o aumento persistente e generalizado no valor dos preços. Quando a inflação chega a zero dizemos que houve uma estabilidade nos preços.
A taxa Interna de Retorno é um dos principais métodos de análise de investimentos, seja para avaliar a viabilidade de projetos ou acompanhar e comparar a rentabilidade de investimentos. Também é utilizado para se conhecer a taxa de juros de empréstimos e financiamentos.
A Taxa Interna de um fluxo de caixa da operação é a taxa real de juros da operação financeira.
A TIR é a taxa de desconto “i” que iguala os valores atuais dos fluxos de caixa ao preço ou custo do investimento

A Taxa Interna de Retorno de um investimento:
Taxa interna de retorno maior do que a taxa mínima de atratividade, significa que o investimento é economicamente atrativo. TIR>TMA= VPL(+)
Taxa interna de retorno igual à taxa mínima de atratividade, o investimento está economicamente numa situação de indiferença. TIR=TMA =VPL(0)
Taxa interna de retorno menor do que a taxa mínima de atratividade, o investimento não é economicamente atrativo pois seu retorno é superado pelo retorno de um investimento com o mínimo de retorno. TIR<TMA= VPL(-)

TIR
A Taxa Interna de Retorno de um financiamento:
Taxa interna de retorno maior do que a taxa mínima de atratividade, significa que o financiamento não é economicamente atrativo . TIR>TMA= VPL(-)
Taxa interna de retorno igual à taxa mínima de atratividade, o financiamento está economicamente numa situação de indiferença. TIR=TMA =VPL(0)
Taxa interna de retorno menor do que a taxa mínima de atratividade, o financiamento é economicamente atrativo. TIR<TMA= VPL(+)

Fórmula:
Medição
A medida da inflação é feita através de uma cesta de consumo média da população. Geralmente é feita uma pesquisa de orçamento familiar (POF) para determinar a cesta de consumo média dessas familias
História
A Europa viveu um grande período de estabilidade inflacionário devido à farta agricultura e abundância em minérios, do século XIII até o ano 1290, aumentando pra 6% a 7%a.a, depois para
96% a 104% na guerra dos cem anos, e para 300% no período da peste bulbônica devido à escassez alimentar da mão-de-obra.
Inflação no Brasil
Até 1994 a economia brasileira sofreu com inflação alta, entrando num processo de hiperinflação na década de 80. Esse processo só foi interrompido em 1994, com a criação do Plano Real e a mudança da moeda para o real (R$), atual moeda do país. Atualmente a inflação é controlada pelo Banco Central através da política monetária que segue o regime de metas de inflação.
Década de 1930 = média anual de 6,1%;
Década de 1940 = média anual de 12,3%;
Década de 1950 = 19,5%
Décadas de 1960 e 1970 = 40,1%
Década de 1980 = 330%
Entre 1990 a 1994 =média anual de 764%
Entre 1995 a 2000 = média anual de 8,6%
Índices da inflação (IBGE)
Até 1942: Real (Réis)
De 1942 a 1967: cruzeiro
De 1967 a 1970: cruzeiro novo
De 1970 a 1986: cruzeiro
De 1986 a 1989: cruzado
De 1989 a 1990: cruzado novo
De 1990 a 1993: cruzeiro
De 1993 a 1994: cruzeiro real
e Unidade Real de Valor (URV)
De 1994 até hoje: Real
A moeda nacional do Brasil mudou de nome várias vezes, principalmente nos períodos de altos índices de inflação. Na maioria das renomeações monetárias, foram cortados três dígitos de zero, estratégia esta que impediu que um quilo de carne custasse cerca de quatro milhões de unidades da moeda vigente, por exemplo.
Classificação dos processos
inflacionários
Os processos inflacionários podem ser classificados, segundo algumas características como:
Inflação prematura -
Inflação reprimida -
Inflação de custo -
Inflação de demanda -
Efeitos da Inflação
Distorções
A inflação é responsável por diversas distorções na economia. As principais distorções acontecem na:
- Distribuição de Renda

- Balança de Pagamentos

- Mercado de Capitais
O papel da inflação
na economia
Embora a inflação para as pequenas causas seja ruim (pois encarece compras, contratos e diminui os salários) ela proporciona um mantenimento de setores essenciais (como o comércio) à sobrevivência da mesma, assim como previsto por Keynes em seu livro "A Teoria Geral do Emprego, do Juro e da Moeda".
-Taxa Interna de Retorno
Inflação e TIR
Full transcript