Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Guia das Eleições 2014 - 2º Turno

Por uma eleição participativa, consciente e cívica.
by

Fabio Rua

on 22 October 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Guia das Eleições 2014 - 2º Turno

Eleições Presidenciais de 2014
Aécio Neves
Saiba mais sobre seu candidato!
Quem são os candidatos?
Eleições Digitais
Quem são os candidatos?
RESUMO:

Levado à política pelo avô Tancredo Neves — que foi o primeiro presidente eleito após a volta da democracia em 1985, mas que faleceu logo antes de assumir o poder —, Aécio Neves foi por duas vezes governador de Minas Gerais. É filiado ao PSDB, o mesmo partido do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (1995-2002). Chegou a ser considerado possível candidato à eleição presidencial de 2010, mas acabou se elegendo ao Senado.

LOCAL E DATA DE NASCIMENTO:

Belo Horizonte, Minas Gerais (10 de março de 1960)

HISTÓRICO POLÍTICO:

Deputado federal por Minas Gerais (1987-2002)
Presidente da Câmara de Deputados (2001-02)
Governador de Minas Gerais (2003-06, 2007-10)
Senador por Minas Gerais (desde 2011)

FORMAÇÃO ACADÊMICA:

Graduação em Economia pela PUC - Minas Gerais

PARTIDOS POLÍTICOS:

PMDB – Partido do Movimento Democrático Brasileiro (1987- 89)
PSDB – Partido da Social Democracia Brasileira (desde 1989)

Outubro de 2014
Vol XCIII, No. 002
Dilma Rousseff - Partido dos Trabalhadores (PT)
Quem são os candidatos?
GUIA ELEIÇÕES 2014 - 2º TURNO
RESUMO:

Após iniciar a carreira política no PDT, Dilma Rousseff filiou-se ao PT, ocupando os cargos de ministra das Minas e Energia e ministra-chefe da Casa Civil do governo Lula. Com o apoio dele, foi eleita Presidente da República em 2010 e agora concorre à reeleição.

LOCAL E DATA DE NASCIMENTO:

Belo Horizonte, Minas Gerais (14 de dezembro de 1947).

HISTÓRICO POLÍTICO:

Secretária de Finanças Municipais - Porto Alegre (1986-88);
Secretária das Minas e Energia - Rio Grande do Sul (1993-94; 1999-02);
Ministra das Minas e Energia (2002-05) e ministra-chefe da Casa Civil (2005-09);
Presidente da República (desde 2010)

FORMAÇÃO ACADÊMICA:

Graduação em Economia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Doutorado não concluído em Economia na Unicamp


PARTIDOS POLÍTICOS:

PDT – Partido Democrático Trabalhista (1980-2001)
PT – Partido dos Trabalhadores (desde 2001)
Aécio Neves
Dilma Rousseff
Cargos Postulados
Eleições 2014
Governador
Presidente
Fique atento
O segundo turno das eleições será realizado no dia 26 de outubro, com início às 8h e término às 17h.

A votação será para Presidente da República e Governador (apenas nos Estados em que houver segundo turno).

O eleitor que não votou no primeiro turno poderá votar normalmente no segundo turno.

Para votar, é imprescindível apresentar um documento oficial com foto para comprovar sua identidade. São documentos oficiais:

1) carteira de identidade, passaporte ou outro documento oficial com foto de valor legal equivalente, inclusive carteira de categoria profissional reconhecida por lei;
2) certificado de reservista;
3) carteira de trabalho;
4) carteira nacional de habilitação.

O eleitor que se encontrar fora do seu domicílio eleitoral no dia da eleição poderá justificar-se mediante o preenchimento e apresentação do "formulário de justificativa". O formulário pode ser encontrado na página da justiça eleitoral (http://www.justicaeleitoral.jus.br/) como também nos cartórios eleitorais, no dia da votação.

O eleitor que não justificar falta no dia da eleição tem um prazo para manter-se em dia com as obrigações eleitorais:

- até o dia 04 de dezembro de 2014 para quem não justificou no 1o turno;
- até o dia 26 de dezembro de 2014 para quem não justificou no 2o turno;
- 30 dias contados nos casos de retorno de viagem ao exterior (comprovado por meio de cópia do passaporte)

Fique atento para a aplicação da lei seca na sua região. A partir de 2012 ela passou a ser estabelecida em cada pleito eleitoral pelas Secretarias de Segurança Pública de cada Estado e Distrito Federal.
- Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB)
Aécio Neves
Plano de Governo
Seu plano estabele oito diretrizes elaboradas em um rol de princípios fundamentais.

As diretrizes apresentadas são:

1. Cidadania;
2. Economia;
3. Educação;
4. Estado Eficiente;
5. Relações Exteriores e Defesa Nacional;
6. Saúde;
7. Segurança Pública;
8. Sustentabilidade

Adicionalmente, o programa também estabelece um compromisso fundamental com a defesa das liberdades do povo brasileiro, por meio da defesa firme da liberdade de imprensa, da liberdade de opinião e de expressão, da independência dos Poderes da República.


Confira o Plano de Governo na íntegra a partir deste link: http://goo.gl/W6slpE
Dilma Rousseff - Partido dos Trabalhadores (PT)
Plano de Governo
Seu programa apresenta as realizações do PT durante seus 12 anos na presidência da república e propõe um novo ciclo de mudanças caso consigam mais quatro anos de governo.

Este novo ciclo estará assentado em três pilares básicos:

1) solidez econômica;
2) amplitude das políticas sociais;
3) competitividade produtiva.


- Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB)
Fique por dentro!
Calendário Eleitoral
26 de outubro
Realização do segundo turno das eleições

Presidente da República

Governador
CANDIDATURA
Este aplicativo permite a visualização dos candidatos que concorrem às Eleições Gerais de 2014, por cargo e unidade da Federação.

Por meio do aplicativo, os eleitores e demais interessados poderão acessar as seguintes informações: nome completo do candidato, nome escolhido para urna, número, situação do registro de candidatura, cargo, partido, coligação e, ainda, o link para o site do candidato.

O programa para plataformas Android e iOS pode ser baixado gratuitamente nas lojas Google Play e Apple Store.
ELEITORAL
Este aplicativo, além de oferecer dados de candidatos, possibilita criar uma "cola" para o dia da votação

Disponível gratuitamente na loja virtual do Google Play
PROTESTE - ELEIÇÕES 2014
ACORDEI
MONITORA BRASIL!
QUEM QUER VIRAR EXCELÊNCIA
TRANSPARÊNCIA BRASIL
Este aplicativo tem o intuito de ajudar o eleitor a decidir seu voto, conhecendo o perfil e as propostas dos candidatos, além de fazer sua "cola" para não esquecer em quem irá votar.

No aplicativo, é possível verificar a popularidade do candidato através do número de curtidas e não curtidas que ele recebeu, além de visualizar se ele possui ficha limpa.

Disponível gratuitamente na loja virtual Google Play
Este aplicativo disponibiliza uma série de informações sobre os candidatos, como bens declarados, valor liberado para o gasto em campanha, número do candidato, nível de instrução e ocupação.

Disponível gratuitamente na loja virtual do Google Play
Este aplicativo, permite o usuário acompanhar a atuação dos seus deputados federais na Câmara.

Disponível gratuitamente nas lojas virtuais Google Play e Apple Store.
No dia 15 de agosto a Transparência Brasil, organização reconhecida por pesquisar dados sobre políticos no país, lançou uma plataforma para a consulta de informações sobre os candidatos que concorrem às eleições deste ano. Além dos dados fornecidos pelo TSE, serão agregados dados dos projetos Às Claras (financiamento e resultados de eleições anteriores) e Excelências (processos a que candidatos respondem e outras peculiaridades).

Link de acesso a plataforma:
http://www.excelencias.org.br/quemquer/
Eleições Estaduais - Candidatos Eleitos
Quem são os candidatos?
06 de outubro
Início para promoção de candidatos que irão participar do segundo turno
11 de outubro
Início das campanhas eleitorais gratuitas em televisões e rádios para os candidatos à Governador
Na televisão e no rádio
Horário Eleitoral
A segunda rodada de programas em TV e rádio será veiculada entre 09 de outubro e 24 de outubro.
#Vempraurna
A Lei no. 9504, de 30 de Setembro de 1997, mais conhecida como Nova Lei Eleitoral, determina que em eleições proporcionais, “contam-se como válidos apenas os votos dados a candidatos regularmente inscritos e às legendas partidárias.” Ou seja, votos brancos não são incluídos no cálculo do quociente eleitoral e, portanto, têm a mesma validade que o nulo: nenhuma.

As últimas pesquisas tem indicado que por volta de 8% do eleitorado ainda não possui um candidato definido para as eleições presidenciais deste ano. Já os que titularam que votariam branco ou nulo, a porcentagem ronda por volta dos 7%.
Cenário Eleitoral
Pesquisas IBOPE E DATAFOLHA - Intenção de voto para presidente
Fonte: G1
Resposta estimulada e única, em %
Eleições Estaduais - São Paulo
Governador Eleito
Geraldo Alckmin - Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB)
Nasceu em Pindamonhangaba, em 07 de novembro de 1952;

Graduado em Medicina pela Faculdade de Medicina de Taubaté;

Iniciou sua carreira política como vereador de Pindamonhangaba em 1973 (1973-1977);

Filiou-se ao PMDB - Partido do Movimento Democrático Brasileiro - em 1976

Alckmin foi prefeito de sua cidade natal entre 1977-1982;

Em 1988, filou-se ao PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira)

Após este cargo, Alckmin foi deputado estadual, deputado federal e vice-governador, assumindo o cargo de governador em 2001, após a morte do então governador Mário Covas;

Na eleição estadual de 2002 foi reeleito, mas Alckmin renunciou ao cargo em
março de 2006, afim de concorrer à presidência na eleição do mesmo ano.
Acabou indo para o segundo turno, sendo então derrotado pelo presidente Lula;

Em 2009 ocupou o cargo de secretário de desenvolvimento do estado de São Paulo;

Nas eleições estaduais de 2010 foi eleito governador. Atualmente concorre a sua reeleição.


Eleições Estaduais - Minas Gerais
Governador Eleito
Fernando Pimentel - Partido dos Trabalhadores (PT)
Nasceu em Belo Horizonte, Minas Gerais, em 31 de março de 1951;

Formado em Economia pela PUC-MG e Mestre em Ciências Políticas pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG);

Iniciou sua vida política participando de movimentos estudantis e sindicais na década de 70, chegando a ser preso durante a ditadura militar;

Em 1980, filou-se ao Partido dos Trabalhadores (PT)

Seu primeiro cargo político foi o de Secretário da Fazenda na capital mineira em 1993, exercido por três anos;

Em 1996, foi nomeado Secretário de Governo, Planejamento e Coordenação Geral
da mesma cidade ;

Foi eleito Vice-Prefeito da capital mineira na chapa de Célio de Castro;

Foi Prefeito de Belo Horizonte em 2004;

Atuou como Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior no
Governo Dilma Rousseff (2011-2014).

Eleições Estaduais - Pernambuco
Governador Eleito
Paulo Câmara - Partido Socialista Brasileiro (PSB)
Nasceu em Recife, Pernambuco, em 08 de agosto de 1972;

Graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), com pós-graduação em Contabilidade e Controladoria Governamental e mestre em Gestão Pública, todos pela mesma instituição;

Paulo Câmara foi Secretário de Administração de Pernambuco de 2007 à 2010;

Em 2010, foi nomeado Secretário de Turismo, onde ficou até dezembro de 2010;

Em janeiro de 2011, tornou-se Secretário da Fazenda de Pernambuco.

Em 2013, filiou-se ao Partido Socialista Brasileiro

Eleições Estaduais - Paraná
Quem são os candidatos?
Beto Richa - Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB)
Nasceu em Londrina, Paraná, em 29 de julho de 1965;

Formado em Engenharia Civil pela PUC-Paraná;

Filho do ex-governador paranaense José Richa, iniciou sua carreira política aos 27 anos quando concorreu ao cargo de Vereador de Curitiba, onde não teve sucesso;

Em 1994, foi eleito Deputado Estadual e reeleito em 1998;

Foi eleito Vice-Prefeito de Curitiba, em 2000, na chapa de Cassio Taniguchi;

Em 2004, foi eleito Prefeito de Curitiba em 2004 e reeleito em 2008;

Foi Governador do Paraná, eleito em 2010.

Eleições Estaduais - Santa Catarina
Quem são os candidatos?
Raimundo Colombo - Partido Social Democrático (PSD)
Nasceu em Lages, Santa Catarina, em 28 de fevereiro de 1955;

Iniciou sua carreira política quando eleito Deputado Estadual em 1986;

Em 1988, alcançou o cargo de Prefeito de sua cidade natal, onde foi reeleito por mais dois mandatos em 2000 e 2004;

Foi eleito Deputado Federal de Santa Catarina em 1998;

Em 2006 foi eleito Senador por Santa Catarina;

Antes de exercer o cargo de Governador de Santa Catarina, atuou como:
- Diretor Administrativo das Telecomunicações de Santa Catarina;
- Diretor Presidente das Centrais Elétricas de Santa Catarina;
- Presidente da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento; e
- Secretário de Estado para o Desenvolvimento da Região Serrana.

Foi eleito Governador de Santa Catarina em 2010



Nomear e exonerar Secretários de Estado;

Tomar decisões a respeito de obras, programas, projetos e outros atos ligados ao governo estadual;

Sancionar ou vetar projetos de leis aprovados pela Assembléia Legislativa;

Enviar projetos de leis para análise dos Deputados Estaduais;

Expedir decretos e regulamentos;

Decretar e executar intervenção nos municípios;

Enviar projeto de orçamento estadual para análise dos Deputados Estaduais;

Prestar informações solicitadas por Deputados sobre sua Administração;

Prestar contas de cada exercício à Assembléia Legislativa;

Comandar a Polícia Militar;

Nomear os Procuradores-Gerais do Estado e da Justiça;

Nomear magistrados do Tribunal de Justiça

Contrair empréstimos e realizar operações de crédito, autorizados pela Assembléia;

Fazer convênios com a União, com outros Estados e com os Municípios.
Governador é o cargo político que representa o poder executivo na esfera dos Estados e do Distrito Federal. No Brasil, o governador tem um mandato de quatro anos, sendo eleito através do sistema de sufrágio universal.
O que faz?
Governador
Conheça algumas de suas competências:
Manter relações com Estados estrangeiros e indicar seus representantes diplomáticos;

Sancionar, promulgar e fazer publicar as leis;

Vetar projetos de lei, total ou parcialmente;

Expedir decretos (de nomeações, promoções e exonerações) e medidas provisórias;

Nomear e exonerar os Ministros de Estado;

Conduzir a política econômica;

Exercer, com auxílio dos Ministérios, a direção da administração federal

Decretar o estado de defesa e o estado de sítio;

Exercer comando supremo das Forçar Armadas, nomear os comandantes da Marinha, Exército e da Aeronáutica, promover seus oficiais-generais e nomeá-los para os cargos que são privativos;

Declarar guerra, no caso de agressão estrangeira, quando autorizado pelo Congresso Nacional ou referenciado por ele;

Enviar ao Congresso Nacional o plano plurianual, o projeto de leis de diretrizes orçamentárias e as propostas previstas pela Constituição;

Exercer outras atribuições previstas pela Constituição.
O Presidente da República é o chefe de Estado e de governo da República Federativa do Brasil, autoridade executiva máxima. Uma vez que o sistema constitucional brasileiro optou pelo presidencialismo, o Presidente da República é eleito por vias democráticas, possuindo um mandato de quatro anos.
O que faz?
Presidente da República
ELEIÇÕES 2014 - RESULTADOS 1º TURNO
SAIBA MAIS
Confira o Plano de Governo na íntegra a partir deste link: http://goo.gl/7138JO
Exemplar Gratuíto $$
14 de outubro
Realização de debate na Rede Bandeirantes com os candidatos à Presidência às 22:00 (horário de Brasília)
24 de outubro
Último dia de campanha eleitoral gratuíta na televisões e rádio
16 de outubro
Realização de debate no SBT em conjunto com a UOL e rádio Jovem Pan com os candidatos à Presidência às 18:00 (horário de Brasília)
19 de outubro
Realização de debate na Rede Record com os candidatos à Presidência às 22:00 (horário de Brasília)
24 de outubro
Realização de debate na Rede Globo com os candidatos à Presidência às 22:10 (horário de Brasília)
05 de outubro
Realização do primeiro turno das eleições
09 de outubro
Início das campanhas eleitorais gratuitas em televisões e rádios para os candidatos à Presidência
*Horário sujeito à alterações por região, dada a não ocorrência de segundo turno para Governador
*Os slides a seguir foram estabelecidos por ordem alfabética
Fique por dentro do debate!
REDE BANDEIRANTES
SBT, UOL E RADIO JOVEM PAN
REDE RECORD
REDE GLOBO
O debate será realizado no dia 14 de outubro às 22:00 (horário de Brasília).

Foram definidas por sorteio as posições dos candidatos no estúdio e a ordem de participação de cada um.

No primeiro bloco, Dilma e Aécio vão responder a uma mesma pergunta feita pela produção do debate.

Após a pergunta, começará o confronto direto entre os dois, sendo assim até o quarto bloco.

No último bloco, cada um terá dois minutos para suas considerações finais.
REGRAS DO DEBATE
REGRAS DO DEBATE
REGRAS DO DEBATE
REGRAS DO DEBATE
Confira o debate no streaming:
http://noticias.band.uol.com.br/eleicoes/2014/
Confira o debate no streaming:
http://tvuol.uol.com.br/
Confira o debate no streaming:
http://noticias.r7.com/eleicoes-2014
Confira o debate no streaming:
http://g1.globo.com/politica/eleicoes/2014/index.html
O debate será realizado no dia 16 de outubro às 18:00 (horário de Brasília), tendo duração total de 1 hora e 20 minutos. Serão três blocos com dois intervalos de quatro minutos.

No primeiro bloco, o apresentador fará a apresentação inicial e dará as explicações sobre as regras do debate. Passará a palavra para o candidato Aécio Neves (conforme definido por sorteio na reunião deste sábado), que terá um minuto e 30 segundos para responder a pergunta "Por que o senhor quer ser presidente?". Na sequência, a candidata Dilma Rousseff responderá a mesma pergunta, no mesmo período de tempo. Depois, o apresentador abrirá a rodada de perguntas e respostas entre os candidatos. Serão quatro rodadas no primeiro bloco.

Segundo o sorteio, quem abre a rodada é o candidato Aécio Neves. Os tempos determinados para pergunta, resposta, réplica e tréplica são os seguintes:
pergunta – 1 minuto;
resposta – 2 minutos;
réplica – 1 minuto;
tréplica – 1 minuto.

Esses tempos serão seguidos nos demais blocos.

No segundo e no terceiro blocos, serão feitas perguntas livres entre os candidatos. Quem abre as rodadas nesses dois blocos é a candidata Dilma Rousseff, conforme definição por sorteio.

Após a quarta rodada de perguntas do terceiro bloco, o mediador chamará as considerações finais. Cada candidato terá um minuto e meio fazê-las. A ordem das considerações finais definida por sorteio é a iniciada pela candidata Dilma Rousseff e encerrada pelo candidato Aécio Neves.

O debate será realizado no dia 24 de outubro às 22:10 (horário de Brasília).

O debate da Globo neste segundo turno seguirá em parte o modelo do debate entre Dilma Rouseff e José Serra, em 2010, quando uma bancada de indecisos fazia as perguntas.

Serão dois blocos de perguntas entre os candidatos e dois blocos de perguntas de eleitores indecisos, que estarão na plateia.

No primeiro e terceiro blocos, Dilma e Aécio farão perguntas entre si. Frente a frente, como no primeiro turno, cada um terá direito a seis perguntas por bloco.

Os oitenta indecisos participarão nos outros dois blocos do debate, apresentando quatro perguntas aos candidatos em cada bloco.

Quando estiverem ouvindo e respondendo questionamentos da plateia, Aécio e Dilma poderão caminhar livremente pelo estúdio.

O debate será realizado no dia 19 de outubro às 22:00 (horário de Brasília).

O próximo debate da Record, entre os candidatos à Presidência da República, Dilma Rousseff e Aécio Neves, terá um formato diferente do que foi no ano de 2010, quando a atual presidente estava disputando com o candidato José Serra. A decisão foi da emissora juntamente com os candidatos.

Há quatro anos, o debate tinha grande participação dos jornalistas da emissora, que faziam as perguntas em relação ao futuro do país e às propostas dos governos.

De acordo com o jornalista Lauro Jardim, da revista Veja, o evento contará com quatorze confrontos entre os dois, onde cada um irá elaborar e responder às perguntas.
Congresso Nacional 2015
Nova Bancada da Câmara dos Deputados
Fonte: Veja
Nova Bancada do Senado Federal
Fonte: Veja
Confira a lista dos candidatos eleitos
Para ter mais informações sobre os candidatos eleitos no Congresso Nacional, confira pelo link abaixo:
Câmara dos Deputados:
http://goo.gl/IfSdJj

Senado Federal:
http://goo.gl/YrSAKT
Eleições Estaduais - 2º Turno
Quem são os candidatos?
Eleições Estaduais - Rio de Janeiro
Quem são os candidatos?
Luiz Fernando Pezão - Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB)
Nasceu em Piraí, no Rio de Janeiro, no dia 29 de março de 1955;

Formado em Economia e Administração de Empresas;

Ingressou na vida política na década de 1980, quando foi eleito vereador por dois mandatos pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB);

Foi prefeito de sua cidade natal por duas vezes;

Eleito vice-governador do estado do Rio de Janeiro por dois mandatos (2007-2010 e 2011-2014), assumiu o cargo de governador do Rio de Janeiro, após a renúncia, em 3 de abril de 2014, de Sérgio Cabral Filho.
Marcelo Crivella - Partido Republicano Brasileiro (PRB)
Nasceu no Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, em 09 de outubro de 1957;

Formado em Engenharia Civil pela Universidade Santa Úrsula e Faculdade de Engenharia Civil da Barra do Piraí;

Conhecido pela sua trajetória no campo religioso, como bispo e cantor gospel;

Entrou na vida pública ao se candidatar a Senador da República pelo Rio de Janeiro pelo Partido Republicano Brasileiro (PRB) nas eleições de 2002, ao qual foi eleito;

Candidatou-se ao governo do Estado do Rio, em 2006, e à Prefeitura da capital, em 2004 e 2008;

Em 2010, Marcelo Crivella foi reeleito senador pelo Rio de Janeiro.

Em 2012, assumiu o Ministério de Pesca e Aquicultura no governo Dilma Rousseff,
deixando a pasta após reforma ministerial em 2014.


Eleições Estaduais - Distrito Federal
Quem são os candidatos?
Jofran Frejat - Partido Republicano (PR)
Nasceu em Floriano, Piauí, em 19 de maio de 1937;

Formado em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e pós graduado pela Universidade de Londres em 1972;

Foi secretário-geral do Ministério da Previdência Social e Diretor do IML (Instituto Médico Legal) na década de 1970;

Foi eleito deputado federal pela primeira vez em 1986 pelo extinto PFL;

Foi reeleito deputado federal em 1990 mas licenciou-se para assumir a Secretária de Saúde do DF, na gestão de Joaquim Roriz, cargo que ocupou mais três vezes;

Já filiado ao PP, foi reeleito deputado federal em 1994 e em 1998 se reelegeu
pelo PPB;

Foi reeleito deputado federal em 2006 pelo PTB;

Com a saída de José Roberto Arruda da corrida eleitoral, Frejat ficou
encarregado de manter a campanha do PR ao governo do DF.
Rodrigo Rollemberg - Partido Socialista Brasileiro (PSB)
Nasceu no Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, em 13 de julho de 1959;

Formado em História pela Universidade de Brasília;

Filiado ao seu atual partido desde 1985;

Iniciou sua carreira política concorrendo ao cargo de Deputado Distrital em 1990, mas não conseguiu ser eleito;

Foi nomeado Secretário de Turismo, Lazer e Juventude do Governo do Distrito Federal em 1996, permanecendo no cargo até 1998;

Foi eleito em 1998 Deputado Distrital do Distrito Federal e reeleito em 2006;

Em 2003 foi nomeado Secretário de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social do
Ministério da Ciência e Tecnologia;

Em 2006 é nomeado Secretário de Inclusão Digital do Ministério da Ciência e
Tecnologia durante o governo do ex-presidente Lula;

Em 2010 foi eleito Senador do Distrito Federal.
Eleições Estaduais - Pará
Quem são os candidatos?
Helder Barbalho - Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB)
Nasceu em Belém, Pará, em 18 de maio de 1979;

Formado em Administração pela Universidade da Amazônia e pós-graduado com MBA Executivo em Gestão Pública pela Fundação Getúlio Vargas (FGV);

Iniciou sua carreira política em 2000 ao ser eleito Vereador de Ananindeua, sendo membro do Partido do Movimento Democrático Brasileiro;

Em 2002, foi eleito deputado estadual do Pará;

Em 2005, assumiu a Prefeitura de Ananindeua, sendo reeleito em 2008;

Após terminar o mandato como prefeito de Ananindeua começou a apresentar o “Programa do Helder”, em uma emisora de rádio no Pará;

Atuou como vice-presidente estadual do partido.

Simão Jatene - Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB)
Nasceu em Belém, Pará, em 02 de abril de 1949;

Formado em Economia pela Universidade Federal do Pará e mestre pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP);

Antes de entrar para a política, trabalhou como diretor musical e servidor público estadual;

Participou da fundação do PSDB em 1988;

Foi Secretário de Estado de Planejamento entre os anos de 1983 e 1985 sob o comando de Jader Barbalho e também no mandato de Almir Gabriel, entre 1995 e 1998;

Foi eleito Governador do Pará em 2002, e foi reeleito em 2010.
* Candidatos que estão concorrendo ao cargo de governador no 2º turno
* Candidatos que estão concorrendo ao cargo de governador no 2º turno
* Candidatos que estão concorrendo ao cargo de governador no 2º turno
VOCÊ FISCAL
Este aplicativo possui a proposta de que o eleitor utilize o seu smartphone para colaborar em uma apuração paralela e independente das próximas eleições. Por meio do aplicativo Você Fiscal o eleitor poderá enviar fotos do Boletim de Urna (espécie de recibo com os totais de voto por candidato emitido por cada urna eletrônica) de seções eleitorais em qualquer parte do Brasil.

O objetivo é comparar os dados finais divulgado pelo TSE com os dados da apuração independente dos usuários para checar se houve alguma fraude. Os dados de cada urna são divulgados dias após as eleições publicamente pelo próprio TSE, o que permite esse tipo de comparação.

O programa para plataformas Android e iOS pode ser baixado gratuitamente nas lojas Google Play e Apple Store.
VOTO x VETO
É conhecido como o ‘Tinder das eleições’. Este aplicativo propõe um teste cego: apresenta uma a uma as propostas de todos os candidatos à presidência nas eleições deste ano sem revelar quem é o autor do texto. O usuário do app escolhe se vota (concorda) ou não em cada proposta e só após dar ou não seu voto fica sabendo quem é o candidato por trás do texto.

O app chamado Voto x Veto ainda cria um ranking mostrando a cada usuário quais são os candidatos com os quais ele tem mais afinidade. A ideia é que depois de avaliar os trechos dos diferentes programas de governo dos candidatos à presidência o eleitor consiga ver pelo ranking com a proposta de quais deles se identifica mais.

O programa para plataformas Android e iOS pode ser baixado gratuitamente nas lojas Google Play e Apple Store.
Referências
Tribunal Superior Eleitoral -
www.tse.gov.br
Folha de São Paulo -
www.folhaonline.com.br
Guia Eleições 2014 -
Itaú
Sites oficiais das Campanhas dos Candidatos a Presidente e Governador -
diversos
Band -
www.band.uol.com.br/
UOL -
www.uol.com.br/
G1 -
www.g1.globo.com/
R7 -
www.r7.com/
Veja -
www.veja.abril.com.br
Câmara dos Deputados -
www2.camara.leg.br
Senado Federal -
http://www.senado.gov.br/
Aplicativos:
Apple Store e Google Play
Congresso Nacional 2015
Variação da Bancada da Câmara dos Deputados
Fonte: Tribunal Superior Eleitoral (TSE)
Variação de Bancada do Senado Federal
Fonte: Tribunal Superior Eleitoral (TSE)
Full transcript