Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Aprovisionamento e Logística no Desporto

No description
by

Rita Brás

on 23 April 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Aprovisionamento e Logística no Desporto

MÓDULO 10 -

Aprovisionamento e Logística no Desporto

Aprovisionamento
Função: compreende o conjunto de operações que permitem pôr à disposição da empresa em tempo oportuno, na quantidade e na qualidade definidas, todos os recursos materiais e serviços necessários ao seu funcionamento e ao menor custo.

Importância do aprovisonamento
A importância da função aprovisionamento não se dirige apenas ao valor do capital aplicado em stocks, mas pela importância estratégica desta função.

Atividades de logística e a sua importância
A função aprovisionamento pode ser considerada uma
das funções do Departamento de Logística.

Posição e estruturação do aprovisionamento nas organizações
A distribuição é incluída no Departamento Comercial
O aprovisionamento é assegurado por um Departamento de Aprovisionamento

1.4
Estrutura Organizacional da Área Aprovisionamento

2. Gestão e organização física dos materiais e stocks

2.1 - Noção e classificação de stocks
Stock
– é o conjunto de materiais consumíveis ou de produtos ou de mercadorias acumulados, à espera de uma utilização posterior, mais ou menos próxima, e que permite assegurar o fornecimento aos utilizadores quando necessário. São os elementos patrimoniais classificados e valorizados em existências.

Gestão e organização administrativa dos materiais e stocks
Nomenclatura

é o conjunto de elementos de identificação de um artigo do stock.

A nomenclatura compreende:
• A designação;
• A codificação.
Especificação
Especificação de um,é o conjunto de requisitos da qualidade, isto é, o conjunto de atributos ou
características, traduzido em termos qualitativos e quantitativos, que lhe confere aptidões de
utilidade e permite verificar a conformidade.
Receção qualitativa e quantitativa de materiais
O processo de recepção quantitativa é desencadeado com a chegada dos materiais .

É neste processo de recepção que são determinadas as faltas, as trocas de artigos e os excessos,
os eventuais danos ocorridos no transporte, que devem ser comunicados (em princípio via
Compras) aos fornecedores e/ou transportadores a fim
de se repor o que foi encomendado.
Em qualidade (especificações/requisitos);
Em quantidade (económica);
Em prazo (útil).

Vantagens de uma boa gestão de aprovisionamento:

Aumentar a vantagem competitiva da empresa
Diferenciar da concorrência pela gestão criteriosa dos fornecedores
Reduzir custos e prazos de entrega
Gerir de forma criteriosa os stocks e capitais investidos

Processo estratégico de planeamento, organização e controlo, eficaz e eficiente, dos fluxos e armazenagem de materiais e de informação relacionada, desde a origem até ao destino final visando maximizar a satisfação das necessidades dos clientes.

O que é a
logístia?
Continuação
Plano de diretor da produção

Estabelece os prazos para as operações a realizar
equilíbrio entre as cargas e capacidades nos centros operacionais:
Prioridades das encomendas dos clientes
Compromissos comerciais da empresa

Conceito de cadeia logística
Continuação
Cooperação entre os membros de uma cadeia de abastecimento




Joint-ventures Partnerships
Ou seja, contratos jurídicos através dos quais as partes se obrigam entre si a prosseguir, de forma concertada, determinados objectivos e actividades.
Por outro lado são: contratos jurídicos através dos quais as partes se associam,sem prejuízo da respectiva individualidade jurídica, para cooperar na realização de determinadas actividades, com o objetivo de eliminar a duplicação de actividades ao longo da cadeia.

1.4.
1
1.1.
1.2
1.3
1.3
1.3
Classificação de produtos
2.1.
Gestão física dos stocks - compete assegurar que as operações realizadas com os materiais, desde a sua entrega na empresa até à sua saída de armazém, sejam executadas com eficiência, isto é, ao menor custo e em tempo oportuno.

2.2. Requisitos para uma gestão física de
stocks eficiente
2.2
A gestão JIT propõe-se alcançar os 6 objectivos seguintes:
• Zero existências em armazém;
• Zero defeitos durante a fabricação;
• Zero avarias dos equipamentos em produção;
• Zero acidentes com o pessoal;
• Zero atrasos e prazos curtos;
• Zero papel em circulação;
Requisitos para uma gestão física de
stocks eficiente
2.3
Função armazenagem: âmbito

2.3
Princípios gerais
À função armazenagem compete preservar em boas condições os materiais armazenados e
realizar o aviamento rapidamente e nas melhores condições de segurança.
Há dois princípios gerais a que correspondem
dois tipos básicos de armazenagem, que podem
coexistir num mesmo armazém:

• Armazenagem com lugar pré-definido;
• Armazenagem sem lugar pré-definido.
2.4
Os materiais recepcionados são entregues ao
armazém de destino que os:
• Movimenta;
• Arruma;
• Conserva e Protege;
• Os expede ou prepara para
os expedir, solicitando a expedição ao órgão
responsável por essa actividade;
• Realiza, periodicamente, o saneamento das
existências supérfluas, sobras e monos que
ocupam desnecessariamente espaços úteis.
Armazém como espaço físico organizado:
métodos e técnicas
3
3.1
3.2.
Inventariação
3.3.
Existem diversos tipos de inventários.:
1. Inventário permanente;
2. Inventário programado;
3. Inventário físico intermitente;
4. Inventário físico rotativo;
5. Inventário físico permanente.
4
4.1 Quantitativa
No processo de recepção qualitativa verifica-se se os materiais estão em conformidade com
as especificações técnicas das respectivas encomendas e com a legislação e regulamentação
aplicáveis.
4.2
Processo de Receção Qualitativa
Modelos Organizacionais e
Funcionamento
4.3
Funcionamento Integrado da Recepção

Princípios Gerais de Organização
6

Gestão de filas
Composição dos sistemas de filas de espera
6.1

“Optimizar” o funcionamento das filas de espera, encontrando soluções equilibradas entre dois extremos: Congestionamento
os clientes têm que esperar demasiado tempo na fila

→ taxa de ocupacão dos servidores próxima dos 100%.


FIM
Trabalho realizado por:

Ana Soares
Full transcript