Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Apresentação Oral de Português --- Características do Romantismo (Frei Luís de Sousa)

No description
by

Joana Silva

on 29 January 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Apresentação Oral de Português --- Características do Romantismo (Frei Luís de Sousa)

Apresentação Oral de Português Características do Romantismo
em "Frei Luís de Sousa" Características estético-literárias Características formais Culto da Natureza Novo modelo de Natureza: "Locus horrendus".
Fascínio por imagens tenebrosas:



Gosto pelo vago e pelo indefenido (amanhecer e anoitecer). - corpos em putrefação
- tempestades
- cemitérios Subjetividade/Egocentrismo Culto do EU
A história centra-se nas emoções, preocupações e sentimentos das personagens. Exemplo: "É o fim da tarde." Ato Primeiro, "Frei Luís de Sousa" Exemplo: "Mas eu!... Oh! que o não saiba ele ao menos, que não suspeite do estado em que eu vivo (...)." Ato Primeiro, Cena I, "Frei Luís de Sousa" Sentimentalismo Culto dos sentimentos e das emoções.
Valorização da paixão e do amor carnal.
Domínio do sentimento sobre a razão: - Madalena
- Maria
- Manuel de Sousa Coutinho
- Telmo Exemplo: "MADALENA (Possuída de grande terror): Jesus, homem!
TELMO: ... não vos apareceu decerto.
MADALENA: Não; credo!" Ânsia de liberdade Desejo de liberdade.
Afirmação da personalidade.
Confronto com a sociedade.
Quebra das correntes que prendem a liberdade do EU. O mal "du siécle" Pessimismo, melancolia, desespero, angústia de existir são características das obras românticas.
Muito presente na personagem de D. Madalena. Exemplo: "(...) este medo, estes contínuos terrores que ainda me não deixaram gozar um só momento de toda a imensa felicidade que me dava o seu amor." Ato Primeiro, Cena I, "Frei Luís de Sousa" Evasão Fuga da realidade através do sonho.
Valorização do sonho e do devaneio.
Muito presente na personagem de Maria, mas também em Madalena e Telmo. Exemplo: "MARIA: (...) não quero sonhar, que me faz ver coisas lindas às vezes, mas tão extraordinárias e confusas." Ato Primeiro, Cena IV, "Frei Luís de Sousa" - Manuel de Sousa Coutinho
- Madalena Interesse pela Idade Média e suas tradições Crença em mitos, profecias, superstições e fantasmas.



Gosto pelo conhecimento popular que vem desde a Idade Média.
Acentuada religiosidade das personagens. Exemplo: "Vivo não veio... e ainda mal! E morto... a sua alma, a sua figura..."

"Voz do povo, voz de Deus (...): eles que andam tão crentes nisto, alguma cousa há-de ser."

"(...) com o pensamento sempre n'Ele (...)" Ato Primeiro, Cena II, "Frei Luís de Sousa". Nacionalismo/Patriotismo Culto da ideologia patriótica.
Valorização do que é popular e nacional.
Amor incondicional pela pátria. Exemplo: "MANUEL: (...) Quem sabe se eu morrerei nas chamas ateadas por minhas mãos? Seja. Mas fique-se aprendendo em Portugal como um homem de honra e coração, por mais poderosa que seja a tirania, sempre lhe pode resistir (...)"

"MARIA: (...) assim eu entendia, se governasse, que o serviço de Deus e do rei memandava ficar (...) onde a miséria fosse mais e o perigo maior (...)" Ato Primeiro, Cena XI, "Frei Luís de Sousa". Idealização da mulher Madalena - "Mulher-demónio" - Madalena
- Telmo
- Maria Ato Primeiro, Cena IV, "Frei Luís de Sousa". - Manuel de Sousa Coutinho
- Maria Maria - "Mulher-anjo" O seu casamento com Manuel de
Sousa Coutinho é responsável pela
perdição de toda a família.
Mulher sedutora.
É uma personagem egoísta. Exemplo: "Mas que mal fizemos nós ao conde de Sabugal (...)? Não há por aí outras casas? (...)"

"(...) Ai, e o retrato de meu marido! (...)" Ato Primeiro, Cena V, "Frei Luís de Sousa". Ato Primeiro, Cena XII, "Frei Luís de Sousa". É caracterizada várias vezes como "anjo".
Frágil fisicamente, devido à dença de que sofre (tuberculose).
Doce, bondosa. Libertação Estilística Libertação das formas rígidas da literatura presentes no Classicismo:
- divisão regrada dos momentos do texto dramático;
- unidade de ação, tempo e espaço. Pontuação Expressiva Exemplo: "MADALENA: Meu marido, meu amor, meu Manuel!"

"ROMEIRO: E aqui... coração que fosse meu... não havia outro." Ato Terceiro, CenaVI, "Frei Luís de Sousa" Ato primeiro, Cena II, "Frei Luís de Sousa". Exemplo: "MARIA: Fechamos-lhes as portas. Metemos a nossa gente dentro (...) e defendemo-nos." Ato primeiro, Cena V, "Frei Luís de Sousa". Exemplo: "MANUEL (...) (Arrebata duas tochas das mãos dos criados, (...) atira com uma para dentro: e vê-se logo uma labareda imensa. (...))" Ato primeiro, Cena XI, "Frei Luís de Sousa". Exemplo: "TELMO: (...) vedes-me aqui agora que lhe quero mais do que seu pai. (...)" Ato primeiro, Cena II, "Frei Luís de Sousa". Ato Primeiro, Cena III, "Frei Luíd de Sousa". Ato Primeiro, Cena I, "Frei Luís de Sousa" Antítse Exemplo: "MADALENA: Mas oh! esposo da minha alma (...) para aquela casa não me leves (Deitando-lhe os braços ao pescoço))" Ato Primeiro, Cena VIII, "Frei Luís de Sousa". Exemplo: "Mas que mal fizemos nós ao conde de Sabugal (...)? Não há por aí outras casas? (...)"

"(...) Ai, e o retrato de meu marido! (...)" Ato Primeiro, Cena V, "Frei Luís de Sousa". Ato Primeiro, Cena XII, "Frei Luís de Sousa". Exemplo: "TELMO: Que Deus te ouvisse, anjo do céu." Ato Segundo, Cena I, "Frei Luís de Sousa". Ato Terceiro, CenaV, "Frei Luís de Sousa" Libertação Estilística;
Versificação mais variada e popularizante;
Justaposição do sublime e do grotesco ;
Abandono da mitologia e dos processos eruditos;
Fusão de géneros que haviam sido contrastados pelo Classiciscmo;
Pontuação expressiva;
Estilo declamatório
Recurso a figuras de estilo que transmitem as emoções. Tema da Morte Morte das personagens em diferentes sentidos: - Manuel de Sousa Coutinho -> morte espiritual
- Madalena -> morte espiritual
- Maria -> morte física
- Telmo -> morte psicológica Trabalho elaborado por : Joana Silva
nº 17

11ºA Fim
Full transcript