Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Bioestatística básica

No description
by

Daniela Bertol

on 28 September 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Bioestatística básica

Bioestatística básica
O que é BIOestatística
Aplicação dos métodos estatísticos à solução de problemas biológicos.
O que é estatística????
É, antes de qualquer coisa um MÉTODO CIENTÍFICO que determina questões de pesquisa.
VARIÁVEL
Unidade experimental / Unidade de observação
Menor unidade a fornecer um dado/informação.
SEMINÁRIO DE PESQUISA
Famed-UPF (2016/I)
Profs. Daniela B e Cassiano F


OBJETIVOS DA AULA
Perceber a importância da estatística na prática clínica diária e na pesquisa científica;

Conhecer tipos de variáveis, suas medidas e distribuição.

Projeta estudos e experimentos;
Coleta, organiza, resume e analisa dados;
Interpreta resultados e esboça conclusões.
A estatística faz parte de nossa vida cotidiana
As pessoas passam em MÉDIA 24 anos de suas vidas dormindo
(CALLEGARI-JAQUES, 2003)
Exemplos em Bioestatística
Estudos reais divulgados na imprensa leiga (revistas semanais, jornais, sites na internet, boletins, etc.)
Pessoas, grupos, animais, plantas, objetos, fatos.
(CALLEGARI-JAQUES, 2003)
É toda característica que, observada em uma unidade experimental, pode VARIAR de um indivíduo para outro.
IDADE de uma pessoa.
HÁBITOS quanto ao fumo.
SEXO de um roedor coletado na natureza.
ESTATURA de um jogador de basquete.
COR de sementes.
NÍVEL de hemoglobina no sangue.
TIPOS DE VARIÁVEIS
QUANTITATIVAS e QUALITATIVAS
Valores numéricos
Nível sérico de cálcio
Estatura
Idade
(categóricas)
Não-numéricas
Cor de uma flor
Sexo do paciente
Raça do animal
Quantitativas DISCRETAS
Somente determinados valores (nº inteiros).
Ex.: Nº filhos, nº baixas hospitalares.
Quantitativas CONTÍNUAS
Qualquer valor dentro de um intervalo possível.
Ex.: quilograma, altura, IMC, pressão arterial.
Nível NOMINAL
Diferencia a categoria por meio da denominação da mesma.
Ex.: sexo, categoria de doença (cardíaca, reumática, neurológica...)
Nível ORDINAL
Com graus de intensidade entre as categorias.
Ex.: sensação de dor, nível de satisfação, classe grau de danos, etc.
(CALLEGARI-JAQUES, 2003; VIEIRA, 2004)
Organização e Apresentação dos Dados
TABELAS
GRÁFICOS
HISTOGRAMA
É o gráfico utilizado para variáveis contínuas;

Sucessão de retângulos contíguos;

Base é o intervalo de classe;

Altura é a frequência relativa de cada classe.
DIAGRAMA DE CAIXA (
BOXPLOT
)
MEDIDAS DE TENDÊNCIA CENTRAL
MEDIDAS DE DISPERSÃO OU DE VARIABILIDADE
GRÁFICO DE BARRAS
GRÁFICO DE SETORES
Distribuição Normal ou de Gauss
Desvios de cada valor em relação à média.
Medida de dispersão INDEPENDENTE da unidade de mensuração da variável.
Ex. Altura e peso de um grupo X de indivíduos, onde:
Média altura = 1,78 m com DP=0,50.
Média do peso = 71,6 kg com DP = 9,5 kg.
CV altura = 0,50/ 1,78 = 0,28 (ou 28%).
CV peso = 9,5/71,6 = 0,13 (ou 13%)
No
HISTOGRAMA
a sucessão ascendente e descendente de pequenos "degraus" transforma-se em uma
linha contínua.
Propriedades/ Características da curva normal
Forma de sino.
Cauda assintótica ao eixo x (variar -∞ a +∞).
A curva é SIMÉTRICA em relação à perpendicular que passa pela média.
Média, mediana e moda são coincidentes.
Dois pontos de INFLEXÃO = distância de um DP acima e abaixo da média.
A área sob a curva totaliza 1 ou 100%.
(CALLEGARI-JAQUES, 2003; VIEIRA, 2004)
Exemplo
Admita que a glicemia tem distribuição gaussiana, com
média
igual a 90 mg
e
desvio padrão
5 mg
na população de pessoas sadias.
2/3 (≈68%) dessa população possuem valores de glicemia entre µ-σ e µ+σ
Grande parte (≈95%) tem glicemia entre µ-2σ e µ+2σ
80 - 100 mg
Praticamente todos (≈99,7%) tem valores entre µ-3σ e µ+3σ
75 - 105 mg
A probabilidade de que uma pessoa saudável tenha um valor de glicemia em jejum entre 90 (µ) e 95 (µ+σ) é de aproximadamente
34%
.
Referências bibliográficas
85 - 95 mg
Callegari-Jacques, Sidia M.
Bioestatística
: Princípios e aplicações. Porto Alegre: Artmed, 2003.
Mlodinow, Leonard.
O andar do bêbado:
como o acaso determina nossas vidas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2009.
Vieira, Sonia.
Bioestatística
: tópicos avançados. 2 ed. Rio de Janeiro; Elsevier, 2004.
Os homens, geralmente, julgam que dirigem melhor do que as mulheres...
Mas, tem em média o dobro de acidentes fatais por km dirigido comparado com as mulheres.
Dicotômica ou Binária
Politômica
Full transcript