Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Trovadorismo

No description
by

Jessica de Castro

on 12 August 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Trovadorismo

Brainstorm
Literatura
Manifestações artísticas
Trovadorismo
Notes
Place your own picture
behind this frame!
Double click to crop it if necessary
San Francisco
Budapest
Contexto sócio-histórico
(cc) photo by Metro Centric on Flickr
(cc) photo by Franco Folini on Flickr
(cc) photo by jimmyharris on Flickr
Stockholm
(cc) photo by Metro Centric on Flickr
Pintura

espitirualidade,
temática religiosa,
corte
Arquitetura
Catedrais góticas, torres pontudas apontando para o céu
Escultura

ensinar evitar o inferno e alcançar o paraíso
Poesia provençal

homens escritores (trovador-nobre)
menestrel e Jogral

chegou a Portugal por jograis com fiéis compelidos pelas cruzadas

Temáticas de santos

Poesia ligada à musica(trovadorismo)
eu-lírico masculino, galego-português, trovador confessa seu amor à uma dama inacessível, mulher idealizadas, amor espiritual, poeta sofre(coita), só ama

ambiente palácio, amor cortês, musicalidade
Cantiga de Amor
eu-lírico feminino, focaliza mulheres de classes populares, eu-lírico dirige-se a confidentes, ambiente popular, sofrimento amoroso pela saudade

Paralelismo, estribilhos.
Cantiga de amigo
Assets
map
details
doodles
notes
outlook
photo frame

Teocentrismo

Cruzadas (luta contra os mouros)

Feudalismo(vassalos de um senhor, esse
vassalo do rei)

Mulher sem participação

Nobres e clero no poder(teocentrismo)

Sem mobilidade social, pré-determinada por Deus
Cantiga de escárnio

-Uso da ironia

-referências indiretas

-ridicularizar com palavras polissêmicas, eufemismo.
Cantiga de maldizer

- referências diretas

-revela o nome da pessoa criticada

-palavras de baixo nível

-maior parte da poesia satírica trovadoresca
Marco inicial do Trovadorismo

Cantiga da Ribeirinha
1198?
Paio Soares Taveirós
Teses origem
tese arábica
tese folclórica
tese médio-latinista
tese litrúrgica
Trovadores
origem nobre, compunham poesias e melodias

Jogral
compositores de origem vilã
intérpretes
Galego-Português
Provençal
oral
Trovadores de Maior DESTAQUE

Dom Duarte, Dom Dinis, Paio Soares de Taveirós, João Garcia de Guilhade, Aires Nunes e Meendinho.
Ai flores, ai flores do verde pinho
se sabedes novas do meu amigo,
ai deus, e u é?

Ai flores, ai flores do verde ramo,
se sabedes novas do meu amado,
ai deus, e u é?

Se sabedes novas do meu amigo,
aquele que mentiu do que pôs comigo,
ai deus, e u é?

Se sabedes novas do meu amado,
aquele que mentiu do que me há jurado
ai deus, e u é?

(...)

D. Dinis
Ai, dona fea, foste-vos queixar
que vos nunca louv[o] em meu cantar;
mais ora quero fazer um cantar
em que vos loarei toda via;
e vedes como vos quero loar:
dona fea, velha e sandia!...
João Garcia de Guilhade
Maria Pérez se maenfestou
noutro dia, ca por [mui] pecador
se sentiu, e log'a Nostro Senhor
pormeteu, polo mal em que andou,
que tevess'um clérig'a seu poder,
polos pecados que lhi faz fazer
o Demo, com que x'ela sempr'andou.

Senhora minha, desde que vos vi,
lutei para ocultar esta paixão
que me tomou inteiro o coração;
mas não o posso mais e decidi
que saibam todos o meu grande amor,
a tristeza que tenho, a imensa dor
que sofro desde o dia em que vos vi.”

Fonte: http://www.colegioweb.com.br/trovadorismo/as-cantigas-de-amor.html#ixzz3iaPlOoih
Cancioneiros
Cancioneiro da Ajuda: Constituído de 310 cantigas, esse cancioneirose encontra na Biblioteca do Palácio da Ajuda, em Lisboa, originado provavelmente no século XIII.

Cancioneiro da Biblioteca Nacional de Lisboa: conhecido também pelo nome dos italianos que os possuíam, “Cancioneiro Colocci-Brancuti”, esse cancioneiro composto de 1.647 cantigas, foi compilado provavelmente no século XV.

Cancioneiro da Vaticana: originado provavelmente no século XV, esse cancioneiro está na Biblioteca do Vaticano composto de 1.205 cantigas.
Full transcript