Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

PONTES EM VIGA

No description
by

Felipe Messias Simões

on 13 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of PONTES EM VIGA

PONTES EM VIGA
FONTS
Vinculações típicas
Vigas simplesmente apoiadas sem balanços;

Vigas simplesmente apoiadas com balanços;

Vigas Contínuas;

Vigas Gerber.
Formas da Viga
Seções Transversais
Tabuleiro normal ou rebaixado:
Seção T;
Seção celular.


Vinculações típicas
No caso da sucessão de tramos é usual executar-se a laje do tabuleiro contínua em três a quatro tramos, para diminuir o número de juntas na pista;
Reflexos benéficos na distribuição de esforços nos apoios devidos às ações horizontais, como por exemplo na ação da frenagem;
Definição
Não transmitem momentos fletores da superestrutura para infraestrutura;
Método mais utilizado no Brasil;
Vigas sem balanço
A sucessão de tramos simplesmente apoiados utiliza o processo construtivo com vigas pré-moldadas;
Poucas possibilidades de melhorar a distribuição dos esforços;
Número de juntas na pista;
Ação da frenagem.
Vantagens;
Desvantagens.
Vantagens
Melhor distribuição de esforços solicitantes;
Introduçao de momentos negativos, minimizando os positivos;
Eliminação do encontro.
Desvantagens
Manutenção;
O comprimento do balanço deve ser fixado de forma a se ter uma boa distribuição de esforços, atendendo no entanto às condições topográficas (15% a 20% do comprimento da ponte);
Vibrações excessivas.
A distribuição de momentos fletores pode ser melhorada através da adoção de momentos de inércia da seções variáveis ao longo dos vãos;

Menos juntas no tabuleiro.
Vantagens
Desvantagens
Deve-se fazer os vãos extremos cerca de 20% menores que os vãos internos, resultando assim uma melhor distribuição das solicitações;
Os efeitos de variação de temperatura se tornam importantes;
As pontes de vigas contínuas devem ser evitadas em situações nas quais estão previstos deslocamentos de apoio significativos, pois recalques diferenciais irão introduzir esforços adicionais.
A viga Gerber pode ser entendida como derivada da viga contínua;
São colocadas articulações de tal forma a tornar o esquema isostático;
Não receberá esforços adicionais devidos aos recalques diferenciais dos apoios.
A seção T é obtida utilizando-se a laje do tabuleiro como mesa superior, e mais a nervura que seria a alma;
As pontes de viga de seção T podem ser executadas com elementos pré-moldados que vencem todo o vão;
Este tipo construtivo tem sido bastante empregado atualmente.
Seção caixão ou celular
Seção T
Apropriado para ser empregado em vigas contínuas, especialmente as protendidas;
Vantagem de possibilitar uma pequena altura na seção transversal;
Redução da movimentação de terra nas rampas de acesso;
Pouco empregado por causa da sua estética.
As pontes em vigas podem ser de altura constante ou de altura variável;
A variação da altura das vigas ao longo do vão, quando empregada, deve ser de forma a se ajustar melhor à variação dos momentos fletores.
Ponte rio-niterói
Baía de Guanabara;
Tráfego rodoviário;
150 mil veículos e 400 mil pessoas por dia;

Maior vão em viga reta do mundo;

Inaugurada em 1974;

Facilidade de locomoção;

13,29 km com 8,83 sobre a água;

72m de altura em seu ponto mais alto.
Desenvolvimento altimétrico
Desenvolvimento planimétrico
superestrutura
Viga contínua com rótula intermediária;
Concreto protendido;
Vãos centrais constituídos por vigas metálicas;
Vigas caixão (6,86mx4,74m);
Largura da pista: 26,6m.

Aparelhos de apoio
Aparelho de neoprene;
Absorvem os esforços horizontais e de rotação;
Transmitem aos pilares os esforços verticais;
Resistência à temperatura;
infraestrutura
Pilares de concreto armado;
Largura no topo de 2,7m;
Declividade das paredes no sentido longitudinal de 1:50;
Estacas escavadas (d=1,8m);
Carga admissível de 10.000KN;
características do projeto
Ambiente de agressividade elevada;
Estrutura simples e robusta;
Execução rápida e eficiente;
processo construtivo
Balanços sucessivos;
Uso de guindastes;
Aduelas pré-moldadas de concreto (5m de comprimento e 110ton);
Vãos centrais com peças metálicas.
curiosidades
400 milhões de dólares;
Concreto da ponte daria para fazer 8 Maracanãs;
Vigas de ferro alinhadas daria a volta na Terra;
Sacos de cimento empilhados seriam 1500 vezes maior que o Pão de Açúcar.
obrigado pela atenção!
dúvidas?
Felipe simões
Guilherme Branquinho
Lucianne vieira
Full transcript