Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Teoria Contingencial

No description
by

Monique Filgueiras

on 10 October 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Teoria Contingencial

As organizações e seus níveis Teoria Contingencial A organização, seus níveis
e o homem complexo Processamento da informação
por meio do desenho organizacional Arranjo organizacional Novas abordagens ao desenho organizacional O desenho organizacional constitui a busca de coerência entre as várias áreas de decisão da organização a saber: Sua eficiência está nas operações executadas dentro dos programas e da otimização dos recursos disponíveis. Como o ambiente
é mutável, pode surgir outros desenhos organizacionais afim de reduzir (para facilitar) ou aumentar (para ampliar) a quantidade de informação processada (cc) image by rocketboom on Flickr (cc) image by quoimedia on Flickr ' (cc) image by rocketboom on Flickr Estratégico Intermediário Operacional É o mais elevado
Sujeito à incerteza
Decisões
Objetivos e estratégias Cuida das relações entre os níveis
Flexível e elástico Voltado para a certeza e a lógica
Realiza a programação e a execução da tarefa
Instalações físicas Tecnologia Estrutura Spark Saída (cc) image by nuonsolarteam on Flickr Característica do
ambiente Equipamentos utilizados para execução da tarefa Relacionam os elementos da organização Resultados esperados
pela organização Estratégia organizacional Escolhas
quanto ao modo de organizar Escolhas políticas
para integrar as pessoas na organização Criação de tarefas autocontidas Criação de sistema de informação vertical Spark Criação de relações laterais Criação de recursos de folga (cc) image by nuonsolarteam on Flickr Sistemas abertos As organizações são vistas como sistemas abertos compostos de diferentes partes inter-relacionadas, as quais operam na execução de objetivos comuns;
Um exemplo é mecanismo de feedback que permite receber informações do meio ambiente;
Este sistema é caracterizado não pelas suas partes, mas sim pelas inter-relações existentes entre elas. Está isolada do meio ambiente;
Nível operacional de trabalho com a certeza e a previsibilidade utilizando critérios racionais limitados.
Não existe nenhum modelo organizacional ótimo para as organizações;
O mais eficiente e competitivo é aquele que consegue adaptar-se o melhor possível às contingências do ambiente, através da diferenciação e integração estrutural e funcional;
A eficácia de uma organização tem em conta a conciliação dos fatores internos da empresa com o meio exterior. Intermediário Estratégico Operacional Sistemas fechados Significado: pessoa ou coisa preparada para determinada missão ou circunstância; Estrutura flexível capaz de adaptar-se contínua e rapidamente às condições ambientais em mutação.

Origem: Livro "Choque do Futuro", escrito por Toffler.

Características:

Equipes temporárias multidisciplinares;
Autoridade descentralizada;
Atribuições e responsabilidades mutáveis;
Poucas regras. Adhocracia Estrutura Matricial Permite satisfazer duas necessidades da organização: especialização e coordenação, pois divide na horizontal a hierarquia dos cargos e na vertical as funções dos subordinados;

Apresenta limitações por violar a unidade de comando e introduzir conflitos inevitáveis de duplicidade de supervisão, enfraquecendo a cadeia de comando e coordenação vertical. Organização
por equipes A abordagem de equipes torna as organizações mais flexíveis e ágeis ao ambiente global e competitivo. Funcional Cruzada Composta por pessoas de departamentos diferentes que resolvem problemas mútuos
e criam uma atmosfera
de trabalho em equipe Funcional
Permanente Constituídas como se fossem depatamentos: cada pessoa trabalha com uma especialidade. Vantagens: Relacionamento grupal intenso;
Redução da barreira entre departamentos;
Menor tempo de reação aos requisitos do cliente e às mudanças ambientais;
Maior participação das pessoas
Menor custo administrativo. Desvantagens: Conflitos entre membros da equipe;
Dupla lealdade;
Maior tempo e recursos em reuniões;
Maior necessidade de coordenação
Risco de provocar a descentralização exagerada e não planejada. Abordagens em redes A mais recente abordagem de organização é a chamada rede dinâmica. A estrutura em rede (network organization) significa que a organização desagrega as suas funções tradicionais e as transfere para empresas ou unidades separadas que são interligadas por meio de uma pequena organização coordenadora, que passa a constituir o núcleo central.

Exemplos: Coca-cola, Pepsi-cola, Nike, Mc Donald's, KFC. Vantagens: Permite competitividade em escala global;
Flexibilidade da força de trabalho e habilidade em fazer tarefas onde elas são necessárias;
Custos administrativos reduzidos. Desvantagens: Falta de controle global;
Maior incerteza e potencial de falhas;
A lealdade dos empregados é enfraquecida. O homem complexo O homem complexo é um ser transnacional que reage aos insumos do ambiente e adota uma posição proativa, ou seja, é movido pela percepção, valores e motivos, em que todas são inter-relacionadas. Entrada
Full transcript