Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Brasil em Recortes

Um pouco da história do Brasil.
by

Ana Claudia Loureiro

on 3 October 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Brasil em Recortes

A vinda da família real ao Brasil
Tiradendes (Joaquim José da Silva Xavier) foi tido como líder da revolta.
Século XIX, ano 1808.
No dia 12 de agosto de 1798, panfletos com ameaças à Coroa Portuguesa foram afixados em muros de Salvador e convocavam a população a uma revolução.
"[...] os ambientes virtuais de aprendizagem foram concebidos para produzir práticas pedagógicas que já existiam na sala de aula presencial [...] uma vantagem a ser destacada é o fato de os AVAs, em geral, abrirem novos espaços para a construção colaboraiva de conhecimento."

( BRAGA, D.B. 2013, p. 84)
outubro/2013
Ano de 1500
Cabral chega à costa brasileira.
Um novo mundo começa a ser explorado!
Participaram da Conjuração Baiana pobres, letrados, pequenos comerciantes, padres, escravos, ex- escravos e colonos ricos.
O processo de colonização brasileira deu início a um dos mais longos períodos da história brasileira.
"A escola é o lugar da disciplina, da organização das ações, da ordem nos estudos[...]."
MACHADO, 2012, p. 205 e 209
O processo de colonização do Brasil foi consequência do já desenvolvido processo de expansão marítima realizado pelos portugueses, durante o século XV.
Apesar da pressão imposta, a coroa portuguesa arrecadou uma média de 60 arrobas de ouro por ano, bem abaixo de como era antes.
Portugal estava prestes a ser invadido pelas tropas de Napoleão Bonaparte.
Por causa disto, o rei ordenou ao governador da capitania que executasse a chamada “derrama”, a cobrança dos impostos atrasados.
Esta é a praça da Piedade onde escravos e líderes de revoltas foram massacrados, torturados e enforcados.
Os participantes e líderes abastados foram absolvidos pela coroa Portuguesa.

A proposta é ampliar o sentido de educar e reinventar a função da escola, abrindo-a para novos projetos e oportunidades, que ofereçam condições de ir além da formação para o consumo e a produção.


KENSKI, 2007.
O lema da Conjuração Mineira era “Liberdade, ainda que tardia”.
http://www.colegio-santaclara.com.br/
"Deste Porto Seguro, da Vossa Ilha de Vera Cruz, hoje, sexta-feira, primeiro dia de maio de 1500".

Pero Vaz de Caminha
Foi então que os padres, poetas e donos de grandes minas e funcionários do governo organizaram a revolta chamada de “Conjuração Mineira”.
Os principais objetivos da Conjuração Mineira eram:
• Obter independência em relação a Portugal
• Liberar e favorecer a implantação de manufaturas no Brasil.
A Conjuração Baiana
E a descoberta é comunicada...
Os objetivos da revolta eram:
1. Abolição da Escravatura
A Conjuração Baiana teve grande ajuda das classes populares.
A Conjuração Mineira
A Conjuração Mineira, também conhecida como Inconfidência Mineira, foi um movimento de contestação à cobrança abusiva de impostos.
Caminha descreve ao rei de Portugal, D. Manuel I, a descoberta do Brasil, que em 1500 recebeu o nome de Ilha de Vera Cruz.
Primeira página da carta de Pero Vaz de Caminha, escrivão da esquadra de Pedro Álvares de Cabral.
A primeira missa no Brasil foi celebrada em 26 de abril de 1500 e descrita por Pero Vaz de Caminha na carta que enviou ao rei de Portugal.
A primeira missa no Brasil .
Obra de Vitor Meirelles, de 1860.

Em 1530, D. João III organizou a primeira expedição com objetivos de colonização do Brasil. O governo português queria povoar o território brasileiro, expulsar os invasores e iniciar o cultivo de cana-de-açúcar.
Ao longo de quatro séculos, os portugueses empreenderam negócios rentáveis à custa de uma estrutura administrativa centralizada e voltada para os exclusivos interesses da metrópole.
No século XVIII, época das descobertas das primeiras minas de ouro no interior do Brasil, há uma mudança no processo colonizador brasileiro.
Sendo uma atividade altamente lucrativa, a mineração trouxe a intensificação da cobrança de impostos e a fiscalização por parte das autoridades portuguesas.
Na segunda metade do século XVIII, a exploração de ouro em Minas Gerais começou a decair.
A cobrança de impostos que era feita sobre o ouro foi mantida pela coroa portuguesa, mesmo sabendo que os mineiros já não tinham como pagar o “quinto” (cerca de 100 arrobas de ouro por ano).
Os participantes mais ricos foram poupados da morte, mas Tiradentes, o pertencente à classe mais pobre foi morto, para servir de exemplo.
Leitura da sentença dos inconfidentes, por Leopoldino Faria.
2. Proclamação da República
3. Diminuição dos Impostos
4. Abertura dos Portos
Os líderes da revolta foram capturados pela coroa portuguesa.
Ocorreu em Minas Gerais no ano de 1789.
XVII Feira Cultural
Vivências e Saberes: novas descobertas
Brasil em Recortes
Ensino Fundamental I
5º ano
Professoras responsáveis:

Silvia Regina Damiani Câmara
Ir. Suinan Lima
Maria José Matos
Luciana França Bernardino
Produção gráfica:
Profª Ana Claudia Loureiro
Sem condições militares para enfrentar os franceses, o príncipe regente de Portugal, D. João, resolveu transferir a corte portuguesa para sua mais importante colônia, o Brasil.
A festa de chegada da família real foi enorme!
A presença de D. João VI e Carlota Joaquina trouxe mais cultura para o Brasil, com a inauguração de teatros, estabelecimento de indústrias, construção de estradas, reformas em portos, criação do Banco do Brasil e instalação da Junta de Comércio.
Em 1815, D. João elevou o Brasil à condição de Reino Unido.
Essa nova nomeação extinguiu politicamente a condição colonial do país.
O Brasil tornar-se, então, a sede administrativa do governo português.
Porém, em 1820, os portugueses fazem um movimento revolucionário contra essa condição de Portugal, a chamada Revolução do Porto, que criou um governo provisório e exigiu o retorno de Dom João VI a Portugal.
Em 1821, Dom João VI volta a Portugal e deixa o seu filho, Dom Pedro I, como príncipe regente do Brasil.
Constantino de Fontes. Gravura: buril e pontilhado.
No início de 1822, Dom Pedro I toma uma série de medidas em favor do Brasil:
Dom Pedro I fica no Brasil e o fim do domínio português se aproxima...
baixou os impostos;
equiparou as autoridades militares nacionais às lusitanas;
incorporou figuras políticas pró-independência à administração de seu governo;
firmou uma resolução onde nenhuma ordem vinda de Portugal poderia ser adotada sem sua autorização prévia.
Com todas essas medidas, em setembro de 1822, a assembleia lusitana enviou um documento para o Brasil exigindo o retorno do príncipe para Portugal sob a ameaça de invasão militar.
Ao tomar conhecimento do documento, Dom Pedro I (que estava em viagem) declarou a independência do país no dia 7 de setembro de 1822, às margens do rio Ipiranga.
Quadro Independência ou Morte mais conhecido com "O Grito do Ipiranga" de Pedro Américo (óleo sobre tela - 1888)
O Grito do Ipiranga, como ficou conhecida a proclamação de independência feita por Dom Pedro I, marca a emancipação brasileira do domínio lusitano, encerrando 322 anos de colonização portuguesa na América.

D. Pedro compondo o Hino da Independência (tela de Augusto Bracet).
As revoltas coloniais
Tiradentes (esq.) e Cipriano Barata (dir.): personagens marcantes das revoltas coloniais brasileiras.
Full transcript