Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

De Quem É O Dinheiro?

No description
by

Leonardo Bernardo

on 19 June 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of De Quem É O Dinheiro?

“Tanto a prata quanto o ouro me pertencem”,
declara o SENHOR dos Exércitos.”
Ageu 2:8

“Do Senhor é a terra e tudo o que nela existe, o mundo e os que nele vivem.”
Salmo 24:1

“Mas, lembrem-se do SENHOR, o seu Deus,
pois é ele que lhes dá a capacidade de produzir
riqueza, confirmando a aliança
que jurou aos seus antepassados, conforme hoje se vê.”
Deuteronômio 8:18
Honrando a Deus
De Deus!
“...Não digo isto por causa de necessidade, porque já aprendi a contentar-me com as
circunstâncias em que me encontre. Sei passar falta, e sei também ter abundância; em
toda maneira e em todas as coisas estou experimentado, tanto em ter fartura, como em
passar fome; tanto em ter abundância, como em padecer necessidade. Posso todas as
coisas naquele que me fortalece.”
Filipenses 4:11-13
O dinheiro em si é neutro
. Tudo depende do uso que se faz dele. I Timóteo 6:10 fala que
“...o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males. Algumas pessoas, por cobiçarem o dinheiro,
desviaram-se da fé e se atormentaram com muitos sofrimentos”.
Finança
com as minhas
II. Liberdade Financeira
I. De quem é o Dinheiro?
1. A liberdade financeira consiste em primeiro lugar no fato de se reconhecer que tudo que
possuimos pertence a Deus.


Esse reconhecimento gera um espírito de gratidão tanto nos momentos de abundância,
como nos momentos de escassez.

“e disse: "Saí nu do ventre da minha mãe,
e nu partirei.
O Senhor o deu, Senhor o levou; louvado seja o nome do Senhor”.
Jó 1:21
Muitas pessoas não gozam dessa liberdade.

• Existem aquelas que só estão felizes nos tempos de “vacas gordas”.

• E há aquelas que nem sabem como desfrutar do dinheiro que ganham.
Cuidado com o devorador!
O dinheiro pode ser encarado de modo diferente de pessoa para pessoa. Além de suprir as
necessidades da vida, ele pode também simbolizar sucesso, poder, posição social e
segurança emocional.

O cristão deve ter como alvo um sistema de valores de acordo com o ponto de vista bíblico.
Nunca deve-se permitir que valores como: bom nome, consciência limpa e o testemunho
cristão sejam esquecidos em prol de se ganhar dinheiro ou adquirir algum bem.
2. Suprir as necessidades de outros por nosso intermédio.

“Compartilhem o que vocês têm com os santos em suas necessidades.
Pratiquem a hospitalidade”.
Romanos 12:13

“O que furtava não furte mais; antes trabalhe, fazendo algo de útil com as mãos,
para que tenha o que repartir com quem estiver em necessidade”.
Efésios 4:28

“Os ímpios tomam emprestado e não devolvem, mas os justos dão com generosidade…”
Salmo 37:21
3. Sustentar o ministério de Deus no mundo: suprir as necessidades do Corpo de Cristo e
expandir o Reino de Deus.

“No primeiro dia da semana, cada um de vocês separe uma quantia, de acordo com a sua
renda, reservando-a para que não seja preciso fazer coletas quando eu chegar”.
I Coríntios 16:2

Os presbíteros que lideram bem a igreja são dignos de dupla honra, especialmente aqueles
cujo trabalho é a pregação e o ensino,
pois a Escritura diz: "Não amordace o boi enquanto está debulhando o cereal",
e "o trabalhador merece o seu salário". - I Timóteo 5:17-18
III João 5-8, Romanos 15:24 e Filipenses 4:10-20.
IV. Princípios Para A Benção Na Sua Vida Financeira
“A vida não consiste na abundância do que possui”.
Lucas 12:15
1. Lembre-se que há uma parte que não lhe pertence.
a) Dízimo.
• É uma questão de honra, Provérbios 3:9 “Honre o Senhor com todos os seus recursos
e com os primeiros frutos de todas as suas plantações.”
• Cura a avareza.
• Nos torna gratos.
• Bloqueia a maldição, Malaquias 3:11 “Impedirei que pragas devorem suas colheitas,
e as videiras nos campos não perderão o seu fruto”, diz o SENHOR dos Exércitos”.
• Dizimando não haverá falta, Provérbios 3:10 “...os seus celeiros ficarão plenamente
cheios, e os seus barris transbordarão de vinho”
b) Oferta.

II Co 9:6 “Lembrem-se: aquele que semeia pouco, também colherá pouco, e aquele que
semeia com fartura, também colherá fartamente.”

• Nos torna generosos.
• Nos torna mais prósperos.
c) A contribuição é:
• graça que Deus nos dá. II Coríntios 8:1 “Agora, irmãos, queremos que vocês tomem
conhecimento da graça que Deus concedeu às igrejas da Macedônia.”
• demonstração do senhorio de Jesus em nossa vida. II Coríntios 8:5 “E não somente
fizeram o que esperávamos, mas entregaram-se primeiramente a si mesmos ao
Senhor e, depois, a nós, pela vontade de Deus.”
• Voluntariamente.
II Coríntios 8:3 “Pois dou testemunho de que eles deram tudo quanto podiam, e até
além do que podiam. Por iniciativa própria”.

• Prontamente.
II Coríntios 8:11 “Agora, completem a obra, para que a forte disposição de realizá-la
seja igualada pelo zelo em concluí-la, de acordo com os bens que vocês possuem”.

• De boa vontade.
II Coríntios 8:12-19
• Generosamente.
II Coríntios 8:20 “Queremos evitar que alguém nos critique quanto ao nosso modo de
administrar essa generosa oferta”.

• Não com avareza.
II Coríntios 9:5 “Assim, achei necessário recomendar que os irmãos os visitem antes e
concluam os preparativos para a contribuição que vocês prometeram. Então ela
estará pronta como oferta generosa, e não como algo dado com avareza”.
• Não por obrigação, isto é, porque há uma lei que o obriga.
II Coríntios 9:7 “Cada um dê conforme determinou em seu coração, não com pesar ou
por obrigação, pois Deus ama quem dá com alegria”.

• Liberalmente.
II Coríntios 9:13 “Por meio dessa prova de serviço ministerial, outros louvarão a Deus
pela obediência que acompanha a confissão que vocês fazem do evangelho de Cristo e
pela generosidade de vocês em compartilhar seus bens com eles e com todos os
outros”.
2. Faça uma planilha de orçamento mensal.


“Qual de vocês,
se quiser construir uma torre,
primeiro não se assenta
e calcula o preço,
para ver se tem dinheiro
suficiente para completá-la?”
Lucas 14:28
a) Planeje os gastos.
Pv 16:9 “Em seu coração o homem planeja o seu caminho, mas o Senhor determina os seus
passos.”

b) Faça uma análise de sua situação financeira.

c) Anote todos os gastos.

d) Aliste as necessidades em ordem de importância.
• Isso denuncia os gastos desnecessários e impulsivos.
• Nos anima em relação as nossas possibilidades.
e) Defina suas prioridades.

- Compras a crédito.
Cartão de crédito e cheque especial são uma maneira fácil de comprar coisas com o dinheiro que você não tem. Antes de comprar veja se está na sua lista de prioridades.
Os juros bancários (empréstimos e cartões de créditos) são altos.

- Cuidado com a ostentação.

• Gaste de forma a agradar ao Senhor. Gaste dentro da sua prioridade e realidade financeira.

• Não desperdice seus bens. Zele pelas suas coisas. Lucas 16:1-2 “Jesus disse aos seus discípulos: O administrador de um homem rico foi acusado de estar desperdiçando os seus bens. Então ele o chamou e lhe perguntou: ‘Que é isso que estou ouvindo a seu respeito? Preste contas da sua administração, porque você não pode continuar sendo o administrador’...”

• Não se compare aos outros. Não entre em competição.
“As pessoas compram aquilo de que não precisam com o dinheiro que não possuem para
impressionarem pessoas de quem nem ao menos gostam.”
- Cuide bem do que Deus lhe tem dado.

• Compre o necessário.

• Cuidado com o apelo de propagandas: Modismo (ex.: celular, tênis top de linha);

• Prestações elevadas e prolongadas.

• Cuidado com o desperdício, João 6:12 Depois que todos receberam o suficiente para
comer, disse aos seus discípulos: “Ajuntem os pedaços que sobraram. Que nada seja
desperdiçado” e Marcos 6:43 “e os discípulos recolheram doze cestos cheios de pedaços de pão e de peixe.”
• Cuidado com a negligência, Provérbios 10:4 “As mãos preguiçosas empobrecem o
homem, porém as mãos diligentes lhe trazem riqueza.” Estude, trabalhe... (Deus lhe
inteligência e saúde).

As prioridades financeiras se manifestam através do orçamento mensal. Muitas vezes a providência financeira já veio, mas não administramos bem e por isso não percebemos
3. Não entre em dívidas ou procure sair delas.
A dívida escraviza a pessoa.

“Não devam nada a ninguém, a não ser o amor de uns pelos outros, pois aquele que ama seu próximo tem cumprido a Lei.”
Romanos 13:8

“O rico domina sobre o pobre; quem toma emprestado é escravo de quem empresta.”
Provérbios 22:7
“Foi você chamado sendo escravo? Não se incomode com isso. Mas, se você puder conseguir a liberdade, consiga-a. Pois aquele que, sendo escravo, foi chamado pelo Senhor, é liberto e pertence ao Senhor; semelhantemente, aquele que era livre quando foi chamado, é escravo de Cristo. Vocês foram comprados por alto preço; não se tornem escravos de homens.”
I Coríntios 7:21-13
4. Não coloque seu coração no dinheiro ou em coisas materiais.

“Não esgote suas forças tentando ficar rico; tenha bom senso! As riquezas desaparecem
assim que você as contempla; elas criam asas e voam como águias pelo céu.”
Provérbios 23:4-5

“O invejoso é ávido por riquezas, e não percebe que a pobreza o aguarda.”
Provérbios 28:22
Conservem-se livres do amor ao dinheiro e contentem-se com o que vocês têm, porque Deus mesmo disse: “Nunca o deixarei, nunca o abandonarei”. Podemos, pois, dizer com confiança: “O Senhor é o meu ajudador, não temerei. O que me podem fazer os homens?”
Hebreus 13:5-6

Mt 6:19-21 e I Tm 6:6-10, 17-19
5. Não viva ansioso ou preocupado.
“Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas,
e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o coração e a mente de vocês em Cristo Jesus.”
Filipenses 4:6-7

“Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês.”
I Pedro 5:7
6. Não seja avarento.
“Quem ama o dinheiro jamais terá o suficiente;
quem ama as riquezas jamais ficará satisfeito com os seus rendimentos. Isso também não faz sentido.”
Eclesiastes 5:10

“Cuidado! Fiquem de sobreaviso contra todo tipo de ganância; a vida de um homem não consiste na quantidade dos seus bens”.
Lucas 12:15

“Assim, façam morrer tudo o que pertence à natureza terrena de vocês:
imoralidade sexual, impureza, paixão, desejos maus e a ganância, que é idolatria.”
Colossenses 3:5
7. Seja sensível às necessidades dos outros.

“Quem tem duas túnicas dê uma a quem não tem nenhuma; e quem tem comida faça o mesmo”.
Lucas 3:11

“Compartilhem o que vocês têm com os santos em suas necessidades. Pratiquem a hospitalidade.”
Romanos 12:13

“O que furtava não furte mais; antes trabalhe, fazendo algo de útil com as mãos, para que
tenha o que repartir com quem estiver em necessidade.”
Efésios 4:28
“Quem despreza o próximo comete pecado,
mas como é feliz quem trata com bondade os necessitados!”
Provérbios 14:21

“Oprimir o pobre é ultrajar o seu Criador,
mas tratar com bondade o necessitado é honrar a Deus.”
Provérbios 14:31

“Quem trata bem os pobres empresta ao Senhor, e ele o recompensará.”
Provérbios 19:17

Não se deve ficar alimentando o preguiçoso, I Tessalonicenses 3:6-16.
8. Tome cuidado com duas coisas:

• Emprestar dinheiro se ele vai lhe fazer falta.

• Ficar por fiador. Provérbios 6:1-5; 11:15; 17:18; 20:16; 22:26-27; 27:13.
9. Estabeleça onde será sua sementeira.

A semente germina segundo a sua espécie.
O princípio do investimento, II Coríntios 9:6 “Lembrem-se: aquele que semeia pouco, também
colherá pouco, e aquele que semeia com fartura, também colherá fartamente”.

• Estudos (ninguém pode lhe tomar ou roubar). A adolescência e juventude é o tempo
estratégico para investimento. Invista sua força e energia em seus estudos. Leve à
sério.

• Área profissional (cursos técnicos profissionalizantes, faculdade, especialização,
mestrado, doutorado). Como você deseja estar daqui a 5/10 anos? Vai depender das escolhas e do quanto você irá investir em você mesmo.
• Economia, poupança.
10. Saiba o que a Bíblia ensina sobre a riqueza.

“Tal é o caminho de todos os gananciosos; quem assim procede a si mesmo se destrói.”
Provérbios1:19

“Não esgote suas forças tentando ficar rico; tenha bom senso!” Provérbios 23:4
“Duas coisas peço que me dês antes que eu morra: Mantém longe de mim a falsidade e a mentira; não me dês nem pobreza nem riqueza; dá-me apenas o alimento necessário. Se não, tendo demais, eu te negaria e te deixaria, e diria: ‘Quem é o Senhor?’ Se eu ficasse pobre, poderia vir a roubar, desonrando assim o nome do meu Deus.”
Provérbios 30:7-9
“De fato, a piedade com contentamento é grande fonte de lucro, pois nada trouxemos para
este mundo e dele nada podemos levar; por isso, tendo o que comer e com que vestir-nos,
estejamos com isso satisfeitos. Os que querem ficar ricos caem em tentação, em armadilhas e
em muitos desejos descontrolados e nocivos, que levam os homens a mergulharem na ruína e
na destruição, pois o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males. Algumas pessoas, por
cobiçarem o dinheiro, desviaram-se da fé e se atormentaram com muitos sofrimentos.”
I Timóteo 6:6-10
Ordene aos que são ricos no presente mundo que não sejam arrogantes, nem ponham sua
esperança na incerteza da riqueza, mas em Deus, que de tudo nos provê ricamente, para a
nossa satisfação. Ordene-lhes que pratiquem o bem, sejam ricos em boas obras, generosos e prontos a repartir. Dessa forma, eles acumularão um tesouro para si mesmos, um firme fundamento para a era que há de vir, e assim alcançarão a verdadeira vida.”
I Timóteo 6: 17-19
“Nenhum soldado se deixa envolver pelos negócios da vida civil, já que deseja agradar aquele que o alistou.”
II Timóteo 2:4

Conservem-se livres do amor ao dinheiro e contentem-se com o que vocês têm, porque Deus
mesmo disse: “Nunca o deixarei, nunca o abandonarei”. Podemos, pois, dizer com confiança: “O Senhor é o meu ajudador, não temerei. O que me podem fazer os homens?”
Hebreus 13:5-6
Conclusão

Toda a nossa vida, bens e dinheiro pertencem ao Senhor Jesus. Ele nos comprou totalmente
com o Seu sangue. Portanto, tudo é Dele e para Ele (I Coríntios 6:19-20).
Devemos ter sempre um coração grato a Deus e estar atento à Sua ação nesta área da nossa vida (Filipenses 2:14, I Coríntios 10:31 e I Tessalonicenses 5:18).
Lembre-se que o dinheiro é uma benção de Deus na proporção em que é livremente dado e
não acumulado. Uma das finalidades do dinheiro é transformar vida, transferir valores
materiais para valores eternos. Que Deus abençoe a sua vida financeira
Full transcript