Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

FH - RELACIONAMENTOS PRÓXIMOS

No description
by

Ezeglair de Souza

on 26 October 2018

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of FH - RELACIONAMENTOS PRÓXIMOS

RELACIONAMENTOS PRÓXIMOS
I. INTRODUÇÃO
2. Objetivo


Identificar as principais dificuldades para um relacionamento sadio.
Reconhecer a responsabilidade pessoal inerente ao relacionamento.
1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS
O problema do relacionamento é antigo.
Na proposta divina, contudo, aquilo que assiste a um também é direito do outro.
O amor esponsal
3. PROLE
Considerações finais
b. Dinâmica
II. DESENVOLVIMENTO




O que mais lhe chamou atenção do que foi abordado no vídeo?
Tipologia do amor conjugal.
"Calos" relacionais.
O cônjuge ideal.
a. Amor parental
b. Amor filial
a. Resumo
Como estou vivendo os deveres do meu estado pessoal: Como...
- Esposo(a)
- Irmão(ã)
- Filho(a)
À luz do Espírito Santo, quais decisões eu tomo hoje?

ALGUNS ASPECTOS.




O nosso chamado é o amor, e amor operacinalizado, tornando concreto!
Serão examindas as principais relações dentro do consórcio familiar.
2. RELACIONAMENTO CONJUGAL



Ensino 4 (FH 3): Encontro com os outros
1. Apresentação
1. Consideração Iniciais
2. Relacionamentos Conjugal
3. Prole
4. Considerações Finais
2. Objetivo
II. DESENVOLVIMENTO
III. CONSIDERAÇÃO FINAL
1. Deus criou homem e mulher...
- Papeis
- Abênção
- Casamento
- O casamento - cultura
- O sacramento do matrimônio
A experiência pode acrescentar alguns dados valiosos:
Ninguém é inteiramente o que gostaria de ser(estar), nem mesmo aquilo que precisaria ser, sempre.
Ninguém consegue ter integralmente preenchidas todas as sua necessidades, sempre; por isso ninguém pode satisfazer totalmente a si próprio, nem mesmo amar-se, sempre, como deveria.
Logo, se é dificil se amar, tanto mais o terá ao próximo.
Ninguém é capaz, por mais que o queira, de agradar, sempre, a alguém ou a todos.
Ninguém é capaz, por mais que o queira, de ser ou fazer, sempre, o que os outros desejam ou mesmo precisam que seja feito.
Tipologia do amor conjugal.
São resultantes, como calos físicos comuns, de fricções, de atritos do contato frequente. Com o tempo, tornam-se pontos muito sensíveis, dolorosos, ótimos para ser tocados!
É bem clara a importância da influência dos pais sobre os filhos, sobre tudo, quando pequeno.
4º mandamento da lei de Deus...
c. Amor fraternal
"O dom de si, que inspira o amor mútuo dos cônjuges, deve pôr-se como modelo e norma daquele que deve ser actuado nas relações entre irmãos e irmãs e entre as diversas gerações que convivem na família." FC 37
Full transcript