Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Meu Reino por um Cavalo

Trabalho de religião da turma 601 do Prezi Arthur e Guilheme
by

Francisco Zilli2

on 17 August 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Meu Reino por um Cavalo

Autor: James Baldwin
Meu reino por um cavalo
Na manhã da batalha, Ricardo mandou um cavalariço para verificar se seu cavalo preferido estava pronto.
O rei Ricardo III estava se preparando para a maior batalha de sua vida. Um exército liderado por Henrique, Conde de Richmond, marchava contra o seu. A disputa determinaria o novo monarca da Inglaterra.
– Ferrem-no logo – disse ao ferreiro. – O rei quer seguir em sua montaria à frente dos soldados.
– Terás que esperar – respondeu o ferreiro. – Há dias que estou ferrando todos os cavalos do exército real e agora preciso ir buscar mais ferraduras.
– Não posso esperar – gritou o cavalariço, impacientando-se. – Os inimigos do rei estão avançando neste exato momento e precisamos ir ao seu encontro no campo. Faze o que puderes agora com o material que dispões.
O ferreiro, então, voltou todos os seus esforços para aquela empreitada.
A partir de uma barra de ferro, providenciou quatro ferraduras. Malhou-as o quanto pôde até dar-lhes formas adequadas. Começou a pregá-las nas patas do cavalo. Mas depois de colocar as três primeiras, descobriu que faltavam-lhe pregos para a quarta.
– Preciso de mais um ou dois pregos – disse ele, - e vai levar tempo para confeccioná-los no malho.
– Eu disse que não posso esperar – falou, impacientemente, o cavalariço. – Já se ouvem as trombetas. Não podes usar o material que tens?
– Posso colocar a ferradura, mas não ficará tão firme quanto as outras.
– Ele cairá? – perguntou o cavalariço.
– Provavelmente não – retrucou o ferreiro, - mas não posso garantir.
– Bem, usa os pregos que tens – gritou o cavalariço. – E anda logo, senão o rei Ricardo se zangará com nós dois.
Lá longe, na retaguarda do campo, avistou alguns de seus homens batendo em retirada. Se os outros os vissem, também iriam fugir da batalha. Então, Ricardo meteu as esporas na montaria e partiu a galope na direção da linha desfeita, conclamando os soldados de volta à luta.
Os exércitos se confrontaram e Ricardo participava ativamente, no coração da batalha. Tocava a montaria, cruzando o campo de um lado para outro, instigando os homens e combatendo os inimigos. “Avante! Avante!”, bradava ele, incitando os soldados contra as linhas de Henrique.
Mal cobria metade da distância quando o cavalo perdeu uma das ferraduras. O animal perdeu o equilíbrio e caiu, e Ricardo foi jogado ao chão.
Antes que o rei pudesse agarrar de novo as rédeas, o cavalo assustado levantou-se e saiu em disparada.
Ricardo olhou em torno de si. Viu seus homens dando meia volta e fugindo, e os soldados de Henrique fechando o cerco ao redor. Brandiu a espada no ar e gritou:
– Um cavalo! Um cavalo! Meu reino por um cavalo!
Mas não havia nenhum por perto. Seu exército estava destroçado e os soldados ocupavam-se em salvar a própria pele. Logo depois, as tropas de Henrique dominavam Ricardo, encerrando a batalha.
E desde então, as pessoas dizem:
Por falta de um prego, perdeu-se uma ferradura,
Por falta de uma ferradura, perdeu-se um cavalo,
Por falta de um cavalo, perdeu-se uma batalha,
Por falta de uma batalha, perdeu-se um reino,
E tudo isso por falta de um prego na ferradura!
AUTORES:Arthur Barp
DO PREZI:Guilherme Vanzin
Full transcript