Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Teoria Clássica da Administração

No description
by

Fabio Arten

on 14 March 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Teoria Clássica da Administração

Abordagem clássica
Teoria clássica da administração

Agenda:
Teoria clássica da administração
Henri Fayol, engenheiro
Ocupou altos postos de direção na indústria de mineração
Compreensão da empresa como um todo, a partir do
desenho de uma estrutura organizacional eficiente.
"A eficiência empresarial está condicionada a sua estrutura material e pessoal e à capacidade de seus gerentes em aplicar os elementos e princípios da administração".
Teoria clássica da administração
Os seis tipos de funções de uma empresa:
Função técnica
Função comercial
Elementos da administração
Previsão;
Elementos da administração
Organização;
Elementos da administração
Comando;
Elementos da administração
Coordenação;
Elementos da administração
Controle;
Princípios de administração
Divisão do trabalho;
A previsão possibilita antever os possíveis
cenários, limitando a ocorrência de "imprevistos"
e as possibilidades de insucesso.
Organizar uma empresa é dotá-la de tudo o que
é útil ao seu funcionamento:
matérias-primas, utensílios, capitais, pessoal.
Comandar é dirigir os empregados de maneira
a obter o melhor desempenho possível
para atingir os objetivos de seu setor.
Coordenar é harmonizar todos os atos de
uma empresa, a fim de que ela funcione
facilmente e obtenha sucesso nas operações.
Controlar é verificar se tudo está de acordo com
o planejado, a fim de apontar erros para corrigí-los e
evitar que continuem acontecendo.
Teoria clássica da administração;
Elementos de administração;
Princípios de administração;
Autores que contribuíram para a teoria.
Desdobramentos da abordagem clássica;
Limitações da abordagem clássica.
Autores que contribuíram para a teoria clássica da administração
Luther Gulick
Propôs a divisão POSDCORB
(planning, organizing, staffing, directing,
coordinating, reporting, budgetting)
Planejar
Organizar
Autores que contribuíram para a teoria clássica da administração
James D. Mooney e Alan Reiley
Análise histórica da estrutura organizacional.
Abordagem mais humanista da administração nas organizações.
Autores que contribuíram para a teoria clássica da administração
Lyndal F. Urwick
Entendia a função administrativa como investigação, previsão, planejamento, organização, coordenação, comando e controle.
Determinou os seguintes princípios da administração:
Princípio da especialização;
Princípio da autoridade;
Princípio da amplitude administrativa;
Princípio da definição.
Desdobramentos da abordagem clássica
Gestão pela qualidade total
Ideias centrais sobre o assunto:
Evolução da ideia de qualidade:
Referência Bibliográfica
Bons Estudos!
Função financeira
Função de segurança
Função contábil
Função administrativa
produção, manufatura e transformação
compras, vendas e permutas
procura e administração de capitais
proteção dos bens materiais e humanos
situação econômica (inventário, custos)
previsão, organização, direção
coordenação e controle
Teoria clássica da administração
Teoria
clássica da
administração
A necessidade do
estudo de
administração
Definição
da função administrativa
Autoridade e responsabilidade;
Disciplina;
Unidade de comando;
Unidade de direção;
Subordinação do interesse particular ao interesse geral;
Remuneração do pessoal;
Centralização;
Hierarquia;
Ordem;
Equidade;
Estabilidade de pessoal;
Iniciativa;
União do pessoal.
Desdobramentos da abordagem clássica
Toyotismo e produção flexível
O Toyotismo é um modelo de administração e produção japonês que tem por base a produção flexível.
Na década de 1950, Eiji Toyoda empreendeu uma visita à Ford Motor Company para aprender com o americanos [...] porém, ele, na verdade, simplificou e modificou o modelo e aplicou-o à Toyota, tornando-o mais flexível.
Abordagem neoclássica da administração
Trata-se de um movimento iniciado em 1950 e tem como um dos seus principais autores Peter Drucker.
Suas principais características:
O enfoque prático da amdinistração;
(resultados, eficiência e eficácia organizacionais)
Ênfase na estrutura organizacional;
Reafirmação dos princípios da abordagem clássica;
Administração como técnica social básica;
Funções do administrador (PODC);
Ecletismo.
Limitações da abordagem clássica
Concepção mecanicista e parcial da organização
O programa de ação como instrumento
mais eficaz para definir a previsão[...]
e está condicionado a quem os desenvolve.
arte de dirigir os homens;
muita atividade;
certa coragem moral;
grande estabilidade;
alguma competência na especialidade profissional da empresa; e
certa experiência geral de negócios.
unidade;
continuidade;
flexibilidade; e
precisão.
Organização
Estrutura material
Estrutura social
Preceitos que facilitam o comando:
Conhecer profundamente seu pessoal;
Eliminar incapazes;
Conhecer os convênios entre a empresa e seus empregados;
Ser e dar o bom exemplo;
Inspecionar periodicamente o corpo social da empresa;
Reunir-se como os principais colaboradores
para manter a unidade de direção e a convergência de esforços;
Não se deixar envolver por minúcias;
Desenvolver o espírito de atividade, a iniciativa e a abnegação entre o pessoal da empresa.
Como saber se uma empresa
está bem coordenada?
Cada serviço caminha de acordo com os outros: os serviços de abastecimento, produção, conservação, financeiro e de segurança sabem o que devem prover e em que momento?
Em cada serviço, cada setor é informado sobre sua parte no todo e sobre o deve fazer?
O programa de ação de cada serviço e das divisões é mantido em harmonia com as circunstâncias?
Deve ser oportuno e acompanhado de sanções.
O controlado precisa ser competente e imparcial.
Administração de pessoal
Dirigir
Coordenar
Informar
Orçar
Excelência;
Valor;
Especificações;
Conformidade com especificações;
Regularidade;
Adequação ao uso.
Estágio da inspeção;
Estágio do controle estatístico;
Estágio da qualidade total.
JUST IN TIME
Eliminar disperdícios: produção flexível, racionalização e multifuncionalização da mão de obra, e sistema just in time.
Fabricação com qualidade: fazer certo da primeira vez, descobrir as causas dos erros e corrigi-los, círculos de qualidade.
Administração por objetivos - APO
The practice of management de Peter Drucker - 1954.
Sistema de administração que visa a integração e coordenação de esforços e relaciona as metas organizacionais com o desempenho e o desenvolvimento individual, envolvendo todos os departamentos e níveis da organização.
Os objetivos são hierarquizados em: (i) Estratégicos; (ii) Tático; e (iii) Operacional.
Em síntese, a APO tem como características:

estabelecimento de um conjunto de objetivos entre a chefia e seus subordinados;
estabelecimento de um conjunto de objetivos para cada departamento ou função;
interligação dos objetivos departamentais;
elaboração de planos estratégicos, táticos e operacionais;
contínua avaliação, revisão e reciclagem dos planos.
Visão simplista do homem
Especialização excessiva do trabalhador
Ausência de cientificidade
Propostas prescritivas e generalizantes
Full transcript