Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Design para um mundo Complexo

No description
by

Malu Batista

on 29 April 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Design para um mundo Complexo

Design para um mundo Complexo "As formas dos artefatos não possuem um significado fixo, mas antes são expressivas de um processo de significação." (Pág. 35). Forma, Função, Uso e Adequação: “O olhar é uma construção social e cultural, circunscrito pela especificidade histórica do seu contexto.” (Pág. 37). Significado: “Globalização é uma transformação que vem se processando de modo gradativo há séculos, mas que só ficou aparente em tempos recentes, quando os dados começaram a ser cruzados.” (pág 24). Globalização:
“Sistema composto de muitos elementos, camadas e estruturas, cujas inter relações condicionam e redefinem continuamente o funcionamento do todo” (pág 26). Complexidade: “No mundo complexo em que vivemos, as melhores soluções costumam vir do trabalho em equipe e em redes [...] O mundo atual é um sistema de redes interligadas; e a maior rede de todas é a informação.” (pág 23). Redes: Identidade: “A identidade está em fluxo constante e sujeita a transformação, equivalendo a um somatório de experiências, multiplicadas pelas inclinações e divididas pelas memórias” (pág. 92).
Full transcript