Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Romantismo - 1CA

No description
by

Ingrid Faria

on 25 October 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Romantismo - 1CA

O romantismo é todo um período cultural, artístico e literário que se inicia na Europa no final do século XVIII, espalhando-se pelo mundo até o final do século XIX.


Foi através da poesia lírica que o romantismo ganhou formato na literatura dos séculos XVIII e XIX. Os poetas românticos usavam e abusavam das metáforas, palavras estrangeiras, frases diretas e comparações. Os principais temas abordados eram : amores platônicos, acontecimentos históricos nacionais, a morte e seus mistérios.
Fontes de Pesquisa

http://www.suapesquisa.com/romantismo/romantismo.htm
http://aprovadonovestibular.com/romantismo-caracteristicas-autores.html
http://romantismo-21b.blogspot.com.br/p/as-geracoes-do-romantismo.html
http://www.nilc.icmc.usp.br/nilc/literatura/quest.esde121a1491.htm
http://www.algosobre.com.br/literatura/autores-do-romantismo.html
Romantismo no Brasil
O Romantismo brasileiro surgiu em 1836 com a publicação de "Suspiros Poéticos e Saudades" de Gonçalves de Magalhães. Neste período, nosso país ainda vivia sob a euforia da Independência do Brasil.

As obras brasileiras valorizavam o amor sofrido, a religiosidade cristã, a importância de nossa natureza, a formação histórica do nosso país, o cotidiano popular e davam valor ao negro, pois nessa época o Brasil era umas das únicas colônias americanas que ainda tinha um sistema econômico baseado no trabalho escravo.
Introdução
1ªGeração
2ª Geração
3ª Geração
Primeira – geração nacionalista:
Segunda – geração do mal-do-século:
Também conhecida como Byroniana e Ultra-Romantismo. Recebeu a denominação de mal do século pela sua característica de abordar temas obscuros como a morte, amores impossíveis e a escuridão.

Características:
profundo subjetivismo, egocentrismo, individualismo, evasão na morte, saudosismo, lamentação, pessimismo, sentimento de angústia, sofrimento amoroso, desespero, satanismo e fuga da realidade.

Principais autores:
Álvares de Azevedo e Casimiro de Abreu
Terceira – geração condoeira:
Conhecida também como geração Condoreira, simbolizada pelo Condor, uma ave que costuma construir seu ninho em lugares muito altos e tem visão ampla sobre todas as coisas. Nessa fase, a busca pela identidade nacional ainda continua, não só focada nas etnias europeia e indígena, mas também na identidade negra do país.

Características:
Erotismo, pecado, liberdade, abolicionismo, realidade social e negação do amor platônico

Principais autores:
Castro Alves e Sousândrade

Era voltado para a natureza, o regresso ao passado histórico e ao medievalismo. Cria um herói nacional na figura do índio, de onde surgiu a deominação de geração indianista.

Características:
o indianismo, o subjetivismo, a religiosidade, o brasileirismo (linguagem), a evasão do tempo e espaço, o egocentrismo, o individualismo, o sofrimento amoroso, a exaltação da liberdade, a expressão de estados de alma, emoções e sentimentalismo.

Principais autores:
podemos destacar Gonçalves de Magalhães e Gonçalves Dias

Romantismo
(UFRS) Considere as seguintes afirmações:
I. Pode-se afirmar que o Romantismo brasileiro foi a manifestação artística que mais bem expressou o sentimento nacionalista desenvolvido com a independência do país.
II. Os romancistas românticos, preocupados com a formação de uma literatura que expressasse a cor local, criaram romances considerados regionais, mais pela temática do que pela linguagem.
III. A tendência indianista do Romantismo brasileiro tinha por objetivo a desmistificação do papel do índio na história do Brasil desde a colonização.
Quais estão corretas?

a. Apenas I.
b. Apenas II.
c. Apenas I e II.
d. apenas I e III.
e. I, II e III.

I.
Pode-se afirmar que o Romantismo brasileiro foi a manifestação artística que mais bem expressou o
sentimento nacionalista
desenvolvido com a
independência do país.
II.
Os romancistas românticos, preocupados com a formação de uma literatura que expressasse a cor local, criaram romances considerados regionais, mais pela
temática
do que pela linguagem.
III.
A tendência indianista do Romantismo brasileiro tinha por objetivo a
desmistificação
do papel do índio na história do Brasil desde a colonização.

c. Apenas I e II.

(PUC-RS)"Já de morte o palor me cobre o rosto
Nos lábios meus o alento desfalece.
Surda agonia o coração fenece
E devora meu ser mortal desgosto!
do leito embalde no macio encosto
Tento o sono reter!... Já esmorece
O corpo exausto que o repouso esquece...
Eis o estado em que a mágoa me tem posto!"

A relação mórbida com a morte demonstra que parte da poesia de Álvares de Azevedo prende-se ao:
a. idealismo amoroso.
b. saudosismo inconformado.
c. misticismo religioso.
d. negativismo filosófico.
e. mal do século.

"Já de
morte
o palor me cobre o rosto
Nos lábios meus o alento desfalece.
Surda agonia o coração fenece
E devora meu ser mortal desgosto!
do leito embalde no macio encosto
Tento o sono reter!... Já esmorece
O corpo exausto que o repouso esquece...
Eis o estado em que a mágoa me tem posto!"
e) mal do século

Meu canto de morte,
Guerreiros, ouvi:
Sou filho das selvas,
Nas selvas cresci;
Guerreiros, descendo
Da tribo tupi.

Da tribo pujante,
Que agora anda errante
Por fado inconstante,
Guerreiros, nasci;
Sou bravo, sou forte,
Sou filho do Norte;
Meu canto de morte,
Guerreiros, ouvi.”

Gonçalves Dias

"Quando em meu peito rebentar-se a fibra,
Que o espírito enlaça à dor vivente,
Não derramem por mim nem uma lágrima
Em pálpebra demente.

E nem desfolhem na matéria impura
A flor do vale que adormece ao vento:
Não quero que uma nota de alegria
Se cale por meu triste passamento..."

Álvares de Azevedo
Lembranças de Morrer
A Canção do Africano
"Lá na ümida senzala,
Sentado na estreita sala,
Junto ao braseiro, na chão,
Entoa o escravo o seu canto,
E ao cantar correm-lhe em pranto
Saudades do seu torrão...

De um lado, uma negra escrava
Os olhos no filho crava,
Que tem no colo a embalar...
E a meia voz lá responde
Ao canto, e o filhinho esconde,
Talvez p'ra não o escutar!

“Minha terra é lá bem longe,
Das bandas de onde o sob vem;
Esta terra é mais bonita,
Mas a outra eu quero bem!...”
Castro Alves
I- Juca Pirama
(FUC-MT) Considerando os seguintes itens:

I. Autor da obra Cantos e Fantasias e O Estandarte Auriverde.
II. Foi chamado o poeta dos escravos por seus textos contra a escravidão.
III.Autor de I-Juca Pirama, belo poema de inspiração indianista.
IV.Sua poesia é extremamente egocêntrica e sentimental, exprimindo um pessimismo doentio, uma descrença generalizada, um tédio de vida que impregna tudo de tristeza e desilusão.
V.Seu estilo vibrante e oratório empolgava os ouvintes, popularizando seus poemas de caráter social.

Referências a Castro Alves encontram-se apenas em:

a)I e II
b)II e IV
c)I, II e IV
d)II, III e V
e)II e V.

I. Autor da obra
Cantos e Fantasias e O Estandarte Auriverde.
II. Foi chamado o
poeta dos escravos
por seus textos contra a escravidão.
III.Autor de

I-Juca Pirama,
belo poema de inspiração indianista.
IV.Sua poesia é
extremamente egocêntrica e sentimental, exprimindo um pessimismo doentio, uma descrença generalizada, um tédio de vida que impregna tudo de tristeza e desilusão.
V.Seu estilo vibrante e oratório empolgava os ouvintes, popularizando seus poemas de
caráter social.

Referências a Castro Alves encontram-se apenas em:

a)I e II
b)II e IV
c)I, II e IV
d)II, III e V
e)II e V.
Ingrid Krichinak
Lucas Kuroski
Mellina Gabriela
Vitor de Castro
Walter Yuri
Wesley Lopes

11
18
24
36
38
39

CA
Full transcript