Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

mutualismo e parasitismo - exemplos

No description
by

Inês Costa

on 27 January 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of mutualismo e parasitismo - exemplos

Simbiose Simbiose Mutualismo facultativo Ectoparasitismo Ectoparasitismo Mutualismo facultativo Os crocodilos habitantes no rio Nilo, têm como costume dormirem de boca aberta. Os pássaros-palitos aproveitam a oportunidade para se alimentarem de restos de comida, vermes, sanguessugas entranhadas na boca do réptil. Ocorre mutualismo facultativo onde a vantagem é mútua. Em troca de alimento, o pássaro-palito remove os parasitas existentes na boca do crocodilo. Simbiose Os Cupins estabelecem uma relação de mutualismo com os protozoários, pois o cupim alimenta-se de madeira, mas não consegue produzir as enzimas necessárias para a digestão da celulose, componente da madeira. Por esse motivo, o cupim possui protozoários que vivem em seu interior e são capazes de degradar a celulose e obter a energia necessária ao seu metabolismo. Mutualismo e Parasitismo O peixe-palhaço é encontrado em várias partes do mundo e possuem como característica a relação de mutualismo facultativo com as anêmonas que fornecem abrigo e ambiente para colocar os seus ovos, protegendo os contra predadores. Os peixes retribuem fazendo a limpeza na anêmona removendo sujeiras, parasitas, etc. Struthantus flexicaulis é uma planta que se fixa nas outras árvores e suga a seiva elaborada das mesmas.
Struthantus flexicaulis - parasita (+).
Outras árvores - hospedeiro (-). O ácaro da sarna vive permanentemente no pombo, onde põe larvas vivas em fendas da pele. Alimentam-se de partículas da pele e fluídos corporais.
O seu tempo de vida é de 2 a 3 meses. O pombo sabe que está infestado quando começa a ter dermatite escamosa.
Ácaro da sarna - parasita (+).
Pombo - hospedeiro (-). Simbiose
O caranguejo paguro tem o hábito de viver em conchas abandonadas de moluscos e as anêmonas instalam-se sobre as conchas. Por ser provida de tentáculos cheios de substâncias urticantes, as anêmonas afugentam os predadores, conferindo uma maior proteção ao caranguejo, e a anêmona, por sua vez, que geralmente vive presa a rochas, pode expandir seu raio de ação alimentar, já que é levada para “passear” pelo caranguejo. Endoparasitismo Endoparasitismo A febre aftosa é uma doença viral, altamente contagiosa, que atinge principalmente animais de casco fendido. Não atinge cavalos nem seres humanos. Pode manifestar-se em qualquer idade do animal. Cymothoa exigua, é um parasita que substitui a língua do peixe. Aqueles olhos ali dentro da boca são de um crustáceo!
Full transcript