Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Mineração / Opressão colonial / Crise do sistema colonial

No description
by

Mateus Neves

on 21 August 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Mineração / Opressão colonial / Crise do sistema colonial

Mineração / Opressão colonial / Crise do sistema colonial
HB.03
Mineração
- Descoberta do ouro em MG no fim do século XVII (Declínio na indústria açucareira)

- Chegada de pessoas de várias partes do mundo para trabalhar na região mineradora (emboabas)

- Ouro encontrado no fundo dos rios (ouro de aluvião), na superfície da terra, leitos de riachos.

- Lavras e Faiscações.

- Oportunidade de equilibrar a economia da metrópole (Nobreza parasitária)

- Burocracia ineficiente e corrupta

- Tratado de Methuen (ou Tratado dos Panos e Vinhos) - 1703



- Quadro de violenta opressão fiscal (ouro em pó)

- Criação da Intendência das Minas para organizar a exploração na região mineradora.

- Cobrança do quinto – 20% do ouro extraído deveria ser entregue à Coroa como imposto.

- Criação das Casas de Fundição (1720) para reduzir a sonegação de ouro.

- Cobrança da capitação – imposto cobrado por cada integrante da família do minerador.

- Cobrança da finta – imposto anual cobrada da Capitania e equivalia a 1,5 tonelada de ouro por ano.

- Instituição da derrama (marquês de Pombal) – cobrança violenta dos impostos atrasados.

- Rápido esgotamento das minas brasileiras (renascimento agrícola)

Distrito diamantino
Descobertas grandes reservas de diamante em Arraial do Tijuco, atual Diamantina (MG)

Arrendamento de área aos interessados de origem portuguesa, os contratadores

Expulsão dos contratadores – Real Extração

Sociedade Mineradora
A) Desenvolvimento do comércio e da sociedade urbana.

B) Mão de obra escrava africana ou afrodescendente (escravos de ganho)

C) Mobilidade social (compra de alforria)

D) Forte presença da classe média.

E) Desenvolvimento da pecuária e da lavoura para abastecer a região das Minas.

Grandes Mineradores
Trabalhadores assalariados
Escravos
A) Aumento da importância econômica do Sul e Sudeste.

B) Transferência da Capital de Salvador para o Rio de Janeiro (marquês de Pombal – 1763)

C) Maior integração entre as regiões brasileiras.

D) Tendência a urbanização

E) Disseminação das práticas de sonegação

F) Incremento da produção cultural (arte barroca)

Mudanças na sociedade brasileira
Rebeliões Nativistas
Revolta de Beckman (Maranhão, 1684)

A) Liderada pelos irmãos Manuel e Tomás Beckman, ricos latifundiários.

B) Descontentes com a Companhia de Comércio do Maranhão e com os jesuítas.

C)Os revoltosos foram reprimidos ferozmente pelas autoridades poruguesas.

D) Em 1685, com a confirmação das denúncias, a Companhia foi extinta pela Coroa.

Guerra dos Emboabas (Minas Gerais, 1708)

A) Paulistas X Portugueses (Emboabas)

B ) Paulistas queriam o monopólio da exploração de ouro na região das minas.

C) Sem sucesso na disputa, os paulistas partiram para GO e MT onde descobriram ouro.

D) Fim da Guerra dos Emboabas – criação da Capitania Real de São Paulo e Minas de Ouro

Guerra dos Mascates (Pernambuco, 1709)

A) Senhores de Engenho de Olinda X Comerciantes portugueses de Recife (Mascates)

B) Dependência econômica dos senhores de Engenho.

C) Instituída a autonomia política de Recife, criando um sentimento antilusitano por parte dos senhores de engenho de Olinda.

Revolta de Filipe dos Santos ( MG, 1720)

A) Descontentes com a criação das casas de fundição e com o monopólio comercial dos portugueses.

B) Conseguiram a promessa do fechamentos das Casas de Fundição, mas os revoltosos foram reprimidos violentamente.

C) Filipe dos Santos preso, executado e esquartejado sem julgamento

- 1750, D. José I, escolheu Pombal para ocupar o cargo de primeiro-ministro.

- Ficou conhecido pelo conjunto de reformas realizadas tanto na metrópole como nas colônias portuguesas.

- "déspota esclarecido" ou "absolutista iluminado".

PERÍODO POMBALINO

- As reformas de Pombal:
-na Europa tiveram o objetivo de desenvolver Portugal
-no Brasil visaram a racionalizar o processo de produção e envio de riquezas para a metrópole. 

- Reformas mantiveram o monopólio comercial e aprofundaram a dominação metropolitana.

- Extinção do antigo sistema de capitanias hereditárias

- Transferência da capital de Salvador para o Rio de Janeiro

- Implantou um novo imposto para contratar professores sem ligações com a Igreja. Ao longo do tempo, esse projeto acabou fracassando.
- Pombal não resistiu à grande influência da Inglaterra junto as questões políticas e econômicas de Portugal, e a oposição da Igreja e nobres.

- Morte do rei D. José I, em 1777, e a chegada da rainha D. Maria I, A Louca, um fato político conhecido como “viradeira”

- Movimento emancipacionista organizado pela elite mineira.

- A Inconfidência Mineira visava apenas o fim da opressão portuguesa que prejudicava a elite mineira.

- Não tinha como finalidade acabar com a opressão social interna, que atingia a maioria da população

- A revolta estava marcada para acontecer no dia da Derrama

- Delação

- Inicialmente, todos foram condenados a morte, mas depois das famílias dos ricos mineradores recorrerem à coroa, apenas Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, foi executado.

Inconfidência Mineira

-Libertar o Brasil de Portugal

-Adotar uma nova bandeira

-Desenvolver a industria no Brasil

-Criar uma universidade em Vila Rica

-Incentivar a natalidade

-Criar o serviço militar obrigatório

-Estimular a agricultura.

Objetivos
- Transferência da capital para o Rio de Janeiro

- Movimento organizado por intelectuais e ricos proprietários, contado com a ajuda do povo.

- Influências iluministas

Objetivos dos revolucionários:
1) Romper com a dominação portuguesa.
2) Abolir a escravidão.
3) Proclamação de uma república popular democrática
4) Abrir os portos brasileiros aos navios de todas as nações.
5) Sociedade igualitária
6) Os revolucionários queriam modificar a ordem social interna do Brasil, que se baseava no trabalho escravo.

Conjuração Bahiana
- 1817: Brasil já era Reino Unido a Portugal e Algarves

- Criar um governo republicano, separando o nordeste de Portugal

- Chegaram a constituir um governo local, sufocado logo em seguida

Revolução Pernambucana
Full transcript