Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

RECEM NASCIDO PÓS-TERMO

No description
by

Gabriella Viana

on 12 November 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of RECEM NASCIDO PÓS-TERMO

INTRODUÇÃO
O bebê pós-termo é aquele que ao nascer tem 42 semanas ou mais de idade gestacional.
Ocorre em 10 a 12% das gestações.
É considerada uma gestação de risco, pois 20 a 40% deles apresentam uma síndrome de pós maturidade que os coloca em perigo.
Certos bebês se tornam macrossômicos.
O bebê pós-termo, e especialmente o bebê com a síndrome de pós-maturidade, é muito suscetível à asfixia e à aspiração no momento em que nasce.
Magros (aparência de desnutrido)
unhas prolongadas
bastante cabelo na cabeça
pele froxa,descamada, enrugada
expressão preocupada características em suas faces
aparentar ser mais velho que o normal
ausência de gordura subcutânea
CARACTERÍSTICAS CLÍNICAS

Ocorre com bastante probabilidade na gestação prolongada
A diminuição da função placentar durante o último mês da gestação, pode se tornar crítica quando existe qualquer condição anormal materna, placentar ou fetal

INSUFICIÊNCIA PLACENTAR
Através do reconhecimento precoce da insuficiencia placentar, o parto pode ser planejado de modo a evitar o sofrimento grave para o feto.
O acompanhamento da gestação prolongada é o mesmo para qualquer gestação de alto risco
CONDUTA CLÍNICA NA GESTAÇÃO PÓS-TERMO
Aspiração de Mecônio
Hipoglicemia

Bebê pós-maduro Não possuem depósitos de gordura

Assistência Neonatal
Aumento da resistência vascular pulmonar no neonato
Circulação Fetal Persistente ou Hipertensão Pulmonar Persistente
Sinais clínicos logo após o nascimento:
Taquipnéia
cianose intermitente ou persistente
Sopro cardíaco
PaO2 baixa
Circulação Fetal Persistente ou Hipertensão Pulmonar Persistente
RECEM NASCIDO PÓS-TERMO
A função placentar insuficiente para a boa troca de oxigênio e nutrientes parece surgir em algumas gestações e, quando também existe uma diminuição da circulação uteroplacentar, pode conduzir à hipoxia fetal crônica e ao retardo no crescimento, ou à asfixia intra-uterina.
Saúde da Criança
Profª: Aquila
4º Ano Enfermagem
Acadêmicos: Andrei Benites. RA: 8360.
Dener Bachiega. RA: 8086
Gabriella Viana. RA: 8359.
Robson Sadovski. RA: 8391
Sayuri Myiata. RA: 8228
Referência:

OBRIGADO!!!
A avaliação clínica
deve ser iniciada no primeiro trimestre e mantida durante os exames pré-natais subsequentes;

obter o número de semanas da gestação;

Realizar registros minuciosos:





altura do fundo uterino (a cada visita pré-natal)
data de início dos movimento fetais
época em que o coração fetal foi ouvido pela primeira vez
IMPORTANTE
Falha no Crescimento Fetal
Determinada pelas medidas biparietais
Pequeno aumento do fundo uterino
Perda ou pouco ganho ponderal materno
Possibilidade da Síndrome da Pós-Maturidade
Quando a gravidez ultrapassa a DPP
são reallizados exames: da função placentar e do bem-estar fetal
Para determinar se:
a gravidez deve ser interrompida
se pode prosseguir com segurança.
OU
A quantidade muito pequena de líquido amniótico é geralmente um sinal de IP.
O volume líquido amniótico diminue rapidamente a partir da 38ª semana, mas na pós-maturidade o volume está muito reduzido (250 ml ou muito menos).
Pós-maturidade
placenta não está funcionando como deveria
Trabalho de parto induzido ou espontâneo

monitorização contínua da frequência cardíaca
os fetos não toleram bem o trabalho de parto, pois a diminuição temporária do fluxo sanguínio uteroplacentar durante as contrações uterinas aumenta a hipoxia fetal.
o cuidado intraparto é crucial pois o sofrimento fetal ocorre frequentemente durante esse período.
Parto cesário
Pode ser indicado através de estudos da função placentar (antes do trabalho de parto )
indicam se o feto não irá tolerar o trabalho de parto e que a indução é desfavorável
É importante que esteja presente ao parto alguém habilitado em animação.
Assistencia Neonatal
Hipóxia intra-uterina
Expulsão de mecônio
Suspiro no útero ou no parto
Aspiração
Pneumonite
Obstrução das vias aéreas
Enfisema
Pneumotórax
Atelectasia
Hipóxia
Carente de reservas energéticas = suscetível à hipoglicemia
Testes com destrotix (meia em meia hr)
Alimentação - precoce e frequente
Se necessário Glicose IV
O Estresse ao Frio
Devido aos baixos estoques de gordura subcutânea, o bebê está sujeito à perda rápida de calor corporal e às consequências dos calafrios.
O bebê deve ser bem protegido contra a perda de calor, que já começa durante a reanimação.
POLICITEMIA
O hematócrito deve ser verificado, e, se estiver acima de 65%, o bebê pode necessitar de uma exsanguineo-transfusão parcial com plasma gelado
Resistencia vascular pulmonar
Sangue (pulmões)
Sangue não oxigenado = Hipoxia
Metabolismo anaeróbio e Acidose
Aumento da resistencia pulmonar permintindo a abertura do ductus arteriosus
O diagnóstico é difícil e é feito em parte pela exclusão de outras doenças pulmonares e cardíacas.
Tratamento
Reduzir a hipóxia
Corrigir acidose
Ventilação assistida
Não melhora
drogas Vasodilatodoras:
Tolazolina
Medicamentos para hipotenção
Plasma congelado fresco
A pele, unhas e cordão umbilical do feto se tingem com mecônio e apresentam uma descoloração marrom-esverdeada ou amarelada.

+
Google imagens
ZIEGEL, E. E. ; MECCA, S. C.
Enfermagem obstétrica.
8 ed. Rio de Janeiro - Guanabara koogan. 1986. 696p.
Full transcript