Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Delta ReThink

No description
by

Rui Silva

on 18 February 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Delta ReThink

Início: abril 2009
Fim: dezembro 2011 Tratamento e
Valorização Recolha e
Transporte Concentração e
Separação Fechar o Ciclo do Café 2. EQUIPA EQUIPA EM NÚMEROS Delta + 8 Entidades Externas 3 SCTs
(IBET, UNIDEMI, IPL) 5 Empresas
(Diverge, Ecochoice, Sinmetro, Tecnidelta, TPS) 50 Técnicos (15 internos + 35 externos) 28 licenciados 8 mestres 14 doutorados AFETAÇÃO GLOBAL DA EQUIPA ÀS PRINCIPAIS ATIVIDADES A1. Desenho do sistema logístico e localização dos "Capsulões" A2. Desenvolvimento do "Capsulão" A3. Desenvolvimento de uma máquina de café "Green" e do "Capsulãozinho" A5. Gestão e Coordenação Técnico Científica A4. Valorização de resíduos: Borra + Plástico 20,7% 5,4% 56,7% 15,4% 1,7% 8758H 2301H 6501H 23970H 720H 3. ATIVIDADES E PRINCIPAIS RESULTADOS A2. Desenvolvimento do "Capsulão" A3. Desenvolvimento de uma máquina de café "Green" e do "Capsulãozinho" A4. Valorização da borra de café A5. Gestão e Coordenação Técnico Científica Solução integrada de armazenagem, recolha, transporte e reciclagem das cápsulas de café.

Modelos logísticos de recolha e transporte.

Proposta de uma nova máquina de trituração de cápsulas.

Modelo de inovação da Delta e criação de fortes laços com entidades de investigação.

Definição de metodologias e boas práticas de parceria ao nível da I&DT+I e defesa da propriedade intelectual. Design, desenvolvimento e fabricação de recipientes de armazenagem das cápsulas e da borra.

Estudo da degradabilidade das cápsulas e da borra nos recipientes desenvolvidos. 1. Cápsula:

Identificação de novos materiais para as cápsulas e respetivos testes industrias e de shelf Life (trabalhos ainda a decorrer).

Estudo CFD da cápsula.

Patente internacional de uma nova cápsula

2.Máquinas:

Análise do ciclo de vida de uma máquina.

Design de um novo conceito de máquinas de café para casa (Desafio Académico)

3. Capsulãozinho Análise do shelf life a avaliar a extensão para 12 meses.

Processos de valorização da borra de café

Estudo da viabilidade Económico-Financeira de hipótese de Valorização da Borra de Café.

Está em análise a hipótese de patentear um dos processos de valorização. Gestão global do projeto, do orçamento e articulação entre as diversas entidades.

Assegurar a adequada valorização e divulgação dos resultados.

Monitorizar a execução do projeto, de modo a garantir o alcance dos objetivos.

Garantir a submissão dos PTRIs, PTRF, Anexo ao PTRF e Relatório Final dentro dos prazos estabelecidos. Proposta de modelos logísticos de armazenagem, recolha, transporte e reciclagem das cápsulas de café. Modelo para a máquina de trituração de cápsulas Estudo CFD da cápsula. Identificação de novos materiais para as cápsulas e respetivos testes industrias e de shelf Life (trabalhos ainda a decorrer). PAPEIS CHAVE DA EQUIPA 6. Valorização da Borra de Café Estudo de Viabilidade Económico Financeiro Realizado por: Unidade de Valorização da Borra de Café Pressupostos Operacionais O custo de oportunidade do terreno é nulo.
A capacidade máxima de produção é de 12.500 ton/ano.
Considera-se uma operação contínua (365 dias por ano e 4 turnos que rodam entre si)
A borra custa 38€/ton.
Em cada hipótese é calculado o valor máximo para o custo da borra para um VAL=0 ao fim de 6 anos.
O valor comercial da borra esgotada é nulo.
Consideram-se cumulativamente os recursos humanos indicados em cada ficha de produto. Não são consideradas quaisquer economias de escala neste fator.
Área de 500 m² com custo de construção de 500 € / m² sem a produção de biopolímeros.
Área de 2.400 m² com custo de construção de 500 € / m² com a produção de biopolímeros. Pressupostos para preços de mercado Borra: Custos de recolha calculados pela Unidemi (ver cenários)
Eletricidade: Preço médio pago pela Delta em 2011.
Água: Preço médio para o concelho de Campo Maior.
CO2: Preço médio dado pela Praxair e Air Liquide, considerando os níveis de consumo estimados do processo de extração supercrítica.
Preços de venda dos produtos: Óleo: valor teórico pois não existe ficha de produto
Biodiesel: cotação indicada por IBET e produtores consultados
Biopolímeros: cotação indicativa em função de valores médios de mercado, fontes: Fontes: http://www.icis.com
http://www.chemweek.com
http://en.european-bioplastics.org Análise das Hipóteses Estudadas Investimento: 0,9 M€
Nº Pessoas: 9
Produção: 28 ton/ano
Preço Médio de Venda: 150,00€/kg Ano 6 Vendas: 4,6 M€
Resultado Líquido: 2,3 M€
VAL= 9, 8M€
TIR = 237%
ROI=20,8% Hipótese 1 - Antioxidantes (1) Hipótese 2: Óleo (2) + Borra Esgotada (6) Investimento: 1,3 M€
Nº Pessoas: 8
Qti (óleo): 1.254 ton/ano
Preço Médio de Venda: 390€/ton Vendas: 0,5M€
Resultado Líquido: -0,6 M€
VAL= -2,8 M€
TIR = impossível de estimar
ROI= -97,1 % Os antioxidantes apenas foram considerados na hipótese 1. Estudo de Sensibilidade - Variáveis Económicas Intervalo de ponderação: ± 25% Variáveis Económicas: Investimento Inicial
Vendas de produtos
Cumprimento da margem sobre CMVMC
Fornecimento e serviços externos
Custos com pessoal
PMR
PMP Ano 6 Hipótese 3.2: Óleo (2) + Biodiesel (3B) Investimento: 6,8 M€
Nº Pessoas: 25
Qti (Óleo): 1254 ton/ano
Qti (Biodiesel): 2,7 ML/ano
Preço Venda (Óleo): 390€/ton
Preço Venda (Biodiesel): 0,60€/L Cenário Médio = Base | Cenário Pior = -25% | Cenário Melhor = +25% Ano 6 Vendas: 2,3 M€
Resultado Líquido: -1,4 M€
VAL= -7,4 M€
TIR = impossível de estimar
ROI= -56,7 % Cenário Médio Cenário Médio Cenário Médio O custo de recolha da borra de café, foi calculado pela UNIDEMI como a soma de duas partes:
Custo de recolha entre clientes e cada departamento (3 cenários estudados: logística inversa com adaptação de frota atual, logística dedicada e combinação)
Custo de transporte entre cada departamento e a UVB (2 cenários estudados para a localização) O custo de 38€ (9,9€ + 28€) surge como o valor máximo, dentro da hipótese considerada mais viável: logística inversa e uma UVB abastecida pelos 26 departamentos: 4. ALTERAÇÕES AO PROJETO E JUSTIFICAÇÕES 1. Motivações
2. Equipa
3. Execução do Projeto
4. Alterações ao projeto e justificações
5. Valorização e divulgação de resultados
6. Estudo da valorização da borra de café
7. Considerações sobre o mérito do projeto
8. Proposta de políticas nacionais para a valorização da borra de café. Resumo da Apresentação 4. Valorização
e
Divulgação de Resultados 1. Criação do site www.planetadelta.pt 2. Presença em eventos como oradores e reportagens na comunicação social.
3. Publicação de artigos científicos
4. Rethink - Considerado como caso de estudo
5. Dissertações de mestrado desenvolvidas sob o tema do Projeto Rethink. Módulo para Armazenagem da Borra Toda a Informação nas páginas 19 e 20 do Relatório Final A1. Desenho do sistema logístico e localização dos "Capsulões" OBSERVAR ORIENTAR DECIDIR AGIR MISSÃO VISÃO VISÃO Centro de criação de valor e gestão do conhecimento do Grupo Nabeiro. Roadmap Plataforma Online http://deltamind.grupo-nabeiro.com Diverge Centro de I&DT + Inovação do Grupo Nabeiro Áreas
Estratégicas Gestão do
Conhecimento Gestão
da I&DT Design &
Engenharia Gestão
Estratégica 7. Considerações sobre o mérito do projeto Candidatura
Página 29

Relatório Final
Páginas 23 a 31 8. Proposta de políticas nacionais para a valorização da borra de café. 1. Política global para a sensibilização da armazenagem da borra nos locais de origem do resíduo.

2. Estratégia e financiamento para a recolha e transporte do resíduo.

3. Apoio ao processo de extração do óleo da borra.

4. Incentivo aos produtores de biodiesel para a substituição das matérias- primas. Páginas 13 e 14 do Relatório Final
Full transcript