Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Carboidratos

No description
by

Diana Rodrigues

on 1 December 2010

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Carboidratos

"Carboidratos." Conceito:

Carboidratos, também conhecidos como hidratos de carbono, glicídios, glícidos, glucídeos, glúcidos, glúcides, sacarídeos ou açúcares, são as biomoléculas mais abundantes na natureza, constituídas principalmente por Carbono, hidrogênio e oxigênio, podendo apresentar nitrogênio, fósforo ou enxofre em sua composição. Classificação
Monossacarídeos

Os monossacarídeos geralmente
têm sabor adocicado, de fórmula estrutural
Cn(H2O)n. Esse "n" pode variar de 3 a 8 (trioses,
tetroses, pentoses, hexoses, heptoses e octoses),
sendo os mais importantes as pentoses e hexoses.
Os monossacarídeos ou açúcares simples
constituem as moléculas dos carboidratos,
as quais são relativamente pequenas,
solúveis em água e não hidrolisáveis. Pentoses:

Ribose C5H10O5 forma o RNA
Desoxiribose C5H10O5 forma o DNA

Pentoses são monossacarídeos de 5 carbonos. Para os seres vivos, as pentoses mais importantes são a ribose e a desoxirribose, que entram na composição química dos ácidos nucleícos, os quais comandam e coordenam as funções celulares. Hexoses

Hexoses são monossacarídeos de 6 carbonos, que obedecem à fórmula geral - CnH2n0n (n=6).
As hexoses mais importantes são a glicose, a frutose e a galactose, principais fontes de energia para os seres vivos. Ricas em energia, as hexoses constituem os principais combustíveis das células. São naturalmente sintetizadas por fotossíntese, processo de absorção de energia da luz.Hexoses: Glicose C6H12O6
Frutose C6H12O6
Galactose C6H12O6 Glicose O carboidrato mais importante na biologia é usada como fonte de energia intermediária pelas células pra metabolismo. A glicose é um dos principais produtos da fotossíntese e ela da o inicio a respiração celular nos procariontes e nos procariontes, além de ser precursora de outras importantes moléculas. A glicose pode ser encontrada em diversos frutos e industrialmente é encontrada nos e obtida através dos amidos.Estrutura  A glicose conte seis átomos de carbono e um grupo aldeído, pode ser representada de diversas formas de cadeias aberta (acíclica) e anel (cíclica), sua  formula estrutural é:(C6H12O6) Glicose

O carboidrato mais importante na biologia é usada como
fonte de energia intermediária pelas células pra metabolismo.
A glicose é um dos principais produtos da fotossíntese e ela
da o inicio a respiração celular nos procariontes e nos
procariontes, além de ser precursora de outras importantes
moléculas.
A glicose pode ser encontrada em diversos frutos e
industrialmente é encontrada nos e obtida através dos
amidos.Estrutura  A glicose conte seis átomos de carbono
e um grupo aldeído, pode ser representada de diversas
formas de cadeias aberta (acíclica) e anel (cíclica), sua  
formula estrutural é: (C6H12O6) Frutose

• É um monossacarideo encontrado em frutas,
cereais e mel.

• Representado com os carbono dispostos em
anel.

Por possui um grupo cetona como grupo
característico, a frutose é considerada uma cetose.
Como possui 6 carbonos, é considerada uma
hexose. É, portanto, uma cetohexose. Tem uma
estrutura em anel pentagonal com dois grupos
metilos • um consumo excessivo de frutose
leva a uma saturação da via glicolítica,
o que leva à formação de elevadas
quantidades de acetil-CoA o que aumenta
a biossíntese de ácidos graxos, provocando
acumulação de gorduras no tecido adiposo.

• O esperma humano é rico em frutose.

• A frutose e a glicose estão fortemente
presentes nas uvas, e são a base química
do vinho. A ação de leveduras sobre esses
açúcares faz a transformação dos
açúcares em álcool etílico e gás carbônico.   Estrutura

A frutose se representa de duas formas: cadeias abertas ou fechadas.

C6H12O6: Galactose

Seu papel biológico é energético e é
encontrado como componente do dissacarídeo
lactose que existe no leite.  A galactose é
transformada directamente
em glicose por um processo relativamente
simples.

•A galactose não é tão doce como a glicose ,
também não é solúvel em água.• também está
presente em algumas frutas e vegetais, como
tomates, bananas e maçãs.• A galactose
também é produzida nas glândulas mamárias
através do processo metabólico
fisiológico denominado interconversão de oses. Polissacarídeos

São carboidratos que, por hidrólise,
originam uma grande quantidade de
monossacarídeos. Os polissacarídeos
são então macromoléculas formados pela
união de muitos monossacarídeos.
Estes compostos apresentam uma
massa molecular muito elevada que
depende do número de unidades de
monossacarídeos que se unem. Nos organismos, os polissacarídeos são
classificados em dois grupos dependendo
da função biológica que cumprem:

Polissacarídeos de reserva energética: a molécula provedora de energia para os seres vivos é principalmente a glicose. Quando esta não participa do metabolismo energético, é armazenada na forma de um polissacarídeo que nas plantas é conhecido como amido e nos animais como glicogênio.

Polissacarídeos estruturais: estes carboidratos participam na formação de estruturas orgânicas, estando entre os mais importantes a celulose, que participa na estrutura de sustentação dos vegetais. Principais Polissacarídeos estruturais

Polissacarídeo : Celulose Função: Participa da composição da parede celular dos vegetais. É o carboidrato mais abundante na natureza.

Polissacarídeo : Quitina
Função: Está presente na parede celular de fungos e no exoesqueleto dos atropodes. Possuem grupos amina (NH2) em sua cadeia. Principais Polissacarídeos energéticos

Polissacarídeo: Amido
Função: Apresenta função de reserva. É encontrado em raízes, caules e folhas.
Polissacarídeos: Glicogênio
Função: É o carboidrato de reserva dos animais e dos fungos. É armazenado nos músculos e no fígado dos animais. Turma: 303
Disciplina: Química
Professor: Thiago

Integrantes:
Amanda Rachel, 05
Diana Rodrigues, 11
Kelly Versiany, 21
Kênia Santos, 22
Lara Fernanda, 24 Função
Desempenham uma ampla variedade
de funções: estrutural de armazenamento energético nos animais, sob a forma de glicogênio, e principalmente nos vegetais, sob a forma de polissacarídeos. Também tem função anticoagulante (heparina), lubrificante ( o líquido sinovial; evita o ressecamento dos olhos), cicatrizante (quitina) e antigênica (ativa o sistema imunológico, por exemplo, a alergia causada por crustáceos). Nomenclatura

Os carboidratos são substâncias orgânicas chamadas de hidratos de carbono. Estes nomes foram dados porque, na molécula da maior parte dos carboidratos, para cada carbono presente existem 2 átomos de hidrogênio e 1 átomo de oxigênio, na mesma proporção existente na molécula de água. Sua fórmula empírica é (CH2O)n. Exemplo:
• Glicose C6H12O6
• Frutose C6H12O6

Na biosfera, há provavelmente mais carboidratos do que todas as outras matérias orgânicas juntas, graças à grande abundância, no reino vegetal, de dois polímeros da D-glucose, o amido e a celulose.
O carboidrato é a única fonte de energia aceita pelo cérebro, importante para o funcionamento do coração e todo sistema nervoso.
O corpo armazena carboidratos em três lugares: fígado (300 a 400g), músculo (glicogênio) e sangue (glicose). Os carboidratos evitam que nossos músculos sejam digeridos para produção de energia, por isso se sua dieta for baixa em carboidratos, o corpo faz canibalismo muscular.
Daí o nome carbo (carbono) hidrato (hidros = água). Os carboidratos são a maior reserva de energia de todo o reino vegetal, sendo produto do processo fotossintético. Por outro lado, no reino animal, os carboidratos são encontrados em pequenas quantidades no sangue, sob a forma de glicose, e no fígado e músculos, sob a forma de glicogênio. A maioria dos carboidratos possui o nome terminado em ose: frutose, celulose, galactose, etc.
Oligossacarídeos

São carboidratos que, por hidrólise, originam dois ou três monossacarídeos:

Dissacarídeos: Quando, por hidrólise, produzem dois monossacarídeos. Por exemplo:
Sacarose + H2O → glicose + frutose
Trissacarídeos: Quando, por hidrólise, produzem três monossacarídeos. Por exemplo:
Rafinose + 2 H2O → glicose + frutose + galactose
Os oligossacarídeos são primariamente uma fonte de energia para os organismos vivos. Existem oligossacarídeos que participam em funções estruturais, ao serem ligados a proteínas (glicoproteínas).
• Dissacarídeos
Um dissacarídeo é formado por dois monossacarídeos ligados através de uma reacção de condensação. No processo, é libertada uma molécula de água.

Os dissacarídeos têm a fórmula geral C12H22O11.

A sacarose, o vulgar açúcar usado em culinária, é constituído por uma molécula de glicose ligada a uma de frutose. A maltose é também um dissacarídeo, formada por duas moléculas de glicose. A lactose é encontrada no leite e resulta da união de uma glicose com uma galactose. Maltose

É formada por duas moléculas de glicose ligadas por uma ligação glicosídica. Pode polimerizar-se com mais monómeros de glucose, formando pequenos polímeros conhecidos como dextrinas (ou maltodextrinas) e eventualmente amido. A maltose é produzida em cereais em germinação, tais como a cevada, num processo relevante na fermentação alcoólica de bebidas. Na maltagem da cevada, a concentração de malte é maximizada neste cereal; a maltose é então usada pelas leveduras durante a fermentação, produzindo etanol e dióxido de carbono.
Full transcript