Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Universidade Federal da Paraíba

No description
by

Amanda Arcanjo

on 27 February 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Universidade Federal da Paraíba

GEOPROCESSAMENTO
Geograficamente os estuários podem ser definidos como sendo uma região costeira parcialmente fechada, onde água doce de um rio e a água do mar encontram-se e se misturam. São regiões que estão sujeitas a forte influência da bacia de drenagem do rio e em regiões equatoriais e tropicais possuem um tipo de vegetação característica, o mangue.
Localização da área de estudo
O estuário do Abiaí está localizado no município de Pitimbu (Mapa 1), o Rio Abiaí nasce na Fazenda Cabocla, no município de Alhandra, possuindo uma extensão de 28,2 Km², este rio possui como principais afluentes os rios Taperubus e Cupissura e o riacho Pitanga.
A bacia hidrográfica do Rio Abiaí (Mapa 2), possui uma área de 585,5 Km² e está localizada a leste do Estado da Paraíba, e faz divisa com a bacia hidrográfica do Rio Gramame, e está inserida na Zona da Mata Paraibana.
Justificativa
As regiões estuarinas são conhecidas por serem pólos locais de grande importância socioeconômica, pois permitem o desenvolvimento e concentração de numerosas atividades humanas, como as atividades agrícolas, indústrias, imobiliárias, turísticas, e recentemente a implantação de carcinicultura. Contudo, a implantação e o desenvolvimento de atividades humanas sobre regiões estuarinas provocam perturbações no meio.
Diante do exposto, faz-se necessário uma análise socioambiental das formas de uso e ocupação do solo e os impactos no solo e na qualidade da água provenientes desta ocupação e para a população que utiliza os recursos deste estuário.
Análise dos Impactos Sócio-Ambientais
e na Qualidade da Água no Estuário do Rio Abiaí
Universidade Federal da Paraíba
Centro de Ciências Exatas e da Natureza
Disciplina - Geoprocessamento
Docente - Araci Farias Silva
Amanda Maria de Freitas Arcanjo - 11023561
Orientadora: Lucimary Albuquerque da Silva


Geral
Analisar os impactos decorrentes das atividades no entorno do estuário do rio Abiaí

Específicos

• Caracterizar os aspectos geoambientais da área em estudo: geologia, geomorfologia, clima, hidrografia, solos e vegetação

• Identificar as fontes poluidoras

• Avaliar os parâmetros físico-químicos da água

• Caracterizar a estrutura da floresta de mangue do estuário do rio Abiaí

OBJETIVOS
Referencial Teorico
A compreensão do funcionamento dos ambientes estuarinos, principalmente no tocante a qualidade da água e aos impactos decorrentes das pressões das atividades humanas, constitui um fator de grande importância, sobretudo para a manutenção desses ambientes que representam áreas estratégicas e que garantem a sobrevivência das populações adjacentes e o funcionamento de outros sistemas bióticos e abióticos associados, além da aplicação nos estudos hidrodinâmicos, de impactos e gestão ambiental. (ALVES, 2008)

Diante do exposto, quais são as atividades existentes no entorno do estuário e quais são os impactos decorrentes destas atividades?

Formulação do problema
Será feito levantamentos bibliográficos;

Idas a campo a fim de conhecer a área de estudo;

O monitoramento dos parâmetros de qualidade da água é realizado pelo órgão ambiental estadual responsável, a SUDEMA ;

Os parâmetros a serem avaliados são: à concentração de pH, Coliformes Fecais, Oxigênio Dissolvido (OD), Cor, Demanda Bioquímica de Oxigênio (DBO), Turbidez, onde será levado em consideração do padrões exigidos pelo CONAMA ( Conselho Nacional do Meio Ambiente), 2005;

Serão utilizados os sofwtares Spring e Arcgis para a elaboração de mapas temáticos;

Como método de abordagem utilizado será o método dedutivo, partindo de experiências em outros estuários estudados para o estuário estudado em questão.
PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

Introdução
Em termos de desenvolvimento econômico se observa que a Bacia do Abiaí-Papocas está sofrendo pressões em dois eixos, o primeiro relativo à região de Metropolitana de João Pessoa que tende a crescer no sentido sul em direção à região de análise. O segundo é o relativo à região Metropolitana de Recife, cujo sentido é inverso e o crescimento se dá em sentido norte, sendo a cidade de Goiana uns dos principais pólos de desenvolvimento com implantação de grande setor industrial. (BEZERRA. 2013)
Segundo o Conama (2005) “a qualidade da água é representada por um conjunto de características, geralmente mensuráveis, de natureza química, física e biológica.”.
Ainda segundo o Conama (2005) “estas características devem ser mantidas dentro de certos limites, os quais são representados por padrões, valores orientadores da qualidade de água, dos sedimentos e da biota” (CONAMA, 2005).
ALVES, Aurilea Bessa. Estuário do rio Acaraú: Impactos ambientais e implicações na qualidade dos recursos hídricos. / Aurilea Bessa Alves. – Fortaleza, 2008. 131 p.; il. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Geografia) - Universidade Estadual do Ceará, Centro de Ciências e Tecnologia.

BEZERRA, Ivanhoé Soares; SILVA, Tarciso Cabral da; ALBUQUERQUE, Ícaro de França; CAVALCANTE, Andréa Karla Gouveia. Análise da Vulnerabilidade Natural à Perda De Solo Da Bacia do Rio Abiaí-Papocas – Paraíba, Brasil. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE RECURSOS HÍDRICOS, 20., 2013, Bento Gonçalves – RS.

CONAMA – Conselho Nacional do Meio Ambiente. Resolução nº 357, de 17 de março de 2005. Ministério do Meio Ambiente.
Full transcript