Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

RED na Energia

Comunicação submetida ao I ENCONTRO INTERNACIONAL DA CASA DAS CIÊNCIAS,
by

Carla Valentim

on 21 March 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of RED na Energia

1. É importante explorar os recursos educativos digitais no contexto educativo,
sendo urgente e fundamental:

avaliar as propostas de trabalho desenvolvidas com o uso de RED;
promover a constante e atualizada formação dos professores;
investigar sobre o impacte do uso de RED na escola. Sugestões Finais Metodologia Resultados Problema 2. A Rede Social Facebook pode ser utilizada como um importante recurso/instrumento pedagógico, promovendo uma maior participação
interação e colaboração no
processo educativo The Product Recursos Educativos
Digitais no
Ensino da Energia Problema Carla Valentim | cvalentim4@gmail.com
Neuza Pedro | nspedro@ie.ul.pt Resources e-mail: cvalentim4@gmail.com
facebook:carla.valentim.7@facebook.com
e-mail: nspedro@fc.ul.ptfacebook: facebook:http://www.facebook.com/npedro Contatos photo credit Nasa / Goddard Space Flight Center / Reto Stöckli 1. Que potencialidades atribuem os alunos à utilização do Facebook como plataforma de suporte às aprendizagens escolares?

2. Que tipo de rede emerge das interações usando o Facebook e o que revela esta acerca dos processos sociais de aprendizagem estabelecidos? Foram enviadas cartas para pessoas que,
após as receberem deveriam conseguir
identificar o remetente. Quem tinha recebido a carta deveria enviar outra carta ao remetente; caso não, este deveria então enviar a carta para alguém que tivesse a maior probabilidade de o conhecer. Carla Valentim | cvalentim4@gmail.com
Neuza Pedro | nspedro@ie.ul.pt

21 de Março de 2013 Recursos Educativos Digitais
no ensino
da Energia PROBLEMA DE INVESTIGAÇÃO FACEBOOK, FÍSICA E
SOCIAL NETWORK ANALYSIS São necessários, no máximo,
seis elos ou relações de amizade
para que quaisquer duas pessoas
estejam entre si ligadas. Teoria das Redes A teoria das redes, recorre à teoria matemática dos grafos para sua representação. Nesta, algoritmos e modelos estatísticos são utilizados para caracterizar a estrutura de conexões no interior de redes; cada elemento de uma rede é identificado como vértice (ou nó) e a ligação entre estes é designada de aresta (Chartran & Oellermann 1993). Facebook a rede social online Funcionalidades da rede social Resultados 1 2 3 REFERÊNCIAS Alejandro, V.A., & Norman, A. G. (2005). Manual introdutório à análise de redes sociais. Toluca: Universidad Autonoma Del Estado de México.
Boyd, D. M. (2010). Friendship. In I. Mizuko, S. Baumer, M. Bittanti (Eds.) Hanging out, messing around, and geeking out: Kids living and learning with new media (pp. 79–115). Cambridge, MA: MIT Press.
Boyd, D. M., & Ellison, N. B. (2007). Social network sites: Definition, history and scholarship. Journal of Computer-Mediated Communication, 13(1), article 11. Disponivel em http://jcmc.indiana.edu/vol13/issue1/boyd.ellison.html.
Carrington, P. J., Scott, J. & Wasserman, S. (Eds) (2005). Models and methods in Social network analysis (1st edition) Cambridge: Cambridge University Press.
Chartrand, G., & Oellermann, O. R. (1993). Applied and algorithmic graph theory. Singapura: McGraw-Hill.
Davies, J. (2012). Facework on Facebook as a new literacy practice. Computers & Education, 59 (1), 19-29. Educause, (2007). 7 Things You Should Know About Facebook II. Acedido a 29 de Outubro de 2012 através de http://net.educause.edu/ir/library/pdf/ELI7025.pdf
Ferreira, C. V. (2012). Recursos educativos digitais no ensino de Física e Química: Um estudo com alunos do 7º ano de escolaridade. (Dissertação de Mestrado em Didáctica das Ciências apresentado ao Instituto de Educação da Universidade de Lisboa). Lisboa: Universidade de Lisboa [versão online disponível em http://repositorio.ul.pt/handle/10451/6718]. Minhoto, P., & Meirinhos, M. (2011). As redes sociais na promoção da aprendizagem colaborativa: um estudo no ensino secundário. Educação, Formação & Tecnologias, 4 (2), 2534.
Morais, C. Miranda, L., Alves, P. & Dias, P. (2011) Actividades desenvolvidas nas redes sociais por estudantes do ensino superior. In P. Dias & A. Osório (Orgs.) Actas da VII Conferência Internacional de TIC na Educação-Challenges 2011 (p. 1535-1546). Braga: Universidade do Minho.
Murphy, S. (2012). Facebook dominates global social network traffic. Acedido a 24 de Outubro de 2012 http://mashable.com/2012/06/11/international-social-networks/
Pedro, N., & Matos, J. F. (2010). Social network analysis como ferramenta de monitorização da comunicação e interação on-line: o exemplo de uma iniciativa de e-learning no ensino superior. In C. V. Carvalho, R. Silveira & M. Caeiro (Eds.),TICs Aplicadas para el aprendizaje de la Ingeniería. Sociedad de Educación del IEEE.
Phillips, L.F., Derek, B.M.A., & Fogg, B. J. (2011). Facebook for educators. Acedido a 24 de Outubro de 2012 através de http://www.facebookforeducators.org
Scott, J. (2000). Social network analysis. A handbook (2nd edition). London: Sage Publications. CONCLUSÕES Contacto
e-mail: cvalentim4@gmail.com
facebook:carla.valentim.7@facebook.com

e-mail: nspedro@fc.ul.pt
facebook: http://www.facebook.com/npedro Questões de Investigação

1. Que aprendizagens possibilitam aos alunos o ensino através de RED?

2. Que avaliação realizam os alunos sobre a utilização de RED nas aulas de Física e Química?

3. Que potencialidades atribuem os alunos à utilização do Facebook como plataforma de suporte às aprendizagens escolares? Os Recursos Educativos Digitais são recursos provenientes das novas tecnologias de informação e comunicação como estímulo às atividades presenciais e à distância, que complementam o processo de ensino-aprendizagem. (Souza, 2003) Conteúdos Energia http://www.eon-uk.com/energyexperience/ http://www.eco.edp.pt/ http://www.pordata.pt/ Os Recursos Educativos Digitais podem constituir uma forma de motivar os alunos para as aprendizagens em sala de aula ao mesmo tempo que promovem a literacia digital. De todos os recursos que foram utilizados, a animação do site E- On foi a preferida pela maioria, por ser a mais fácil de trabalhar.
A maioria dos alunos aprendeu conhecimentos científicos usando os RED, e relacionando facilmente conteúdos com fenómenos do dia-a-dia, reconhecendo que as questões que a professora colocava durante a realização das atividades, foram pertinentes para orientar as suas aprendizagens Os alunos reconhecem claramente
que houve alteração nas estratégias
de ensino, com a utilização de
recursos educativos digitais,
sentindo-se motivados,
responsáveis e respeitadores
das regras. Interações que emergem com o Facebook 21 de Março 2013
Full transcript