Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Acidentes com animais peçonhentos.

No description
by

Amanda Rocha

on 20 March 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Acidentes com animais peçonhentos.

O que são animais peçonhentos?
Introdução
Acidentes com animais peçonhentos.
Qual a diferença entre animais venenosos e peçonhentos ?
Atitude Consciente
Cobras peçonhentas são as cobras que podem, com uma picada, injetar uma toxina no corpo da sua vítima. O efeito do veneno varia de acordo com sua composição, sendo que, cada cobra tem um tipo diferente veneno.
Quando a cobra vai atacar, flexiona seus músculos e o veneno vai para a ponta dos dentes. Quando a cobra morde, o veneno entra em contato com a corrente sangüínea de sua vítima.
Maneira de Identificação
A única exceção é a cobra coral. As cobras peçonhentas têm dentes especiais.
Exceção
Coral
Cobras existentes no Brasil
Qual a diferença entre animais venenosos e peçonhentos ?
São animais que, por meio de um mecanismo de caça e defesa, são capazes de injetar em suas presas uma substância tóxica produzida em seus corpos.
O que são animais peçonhentos?
Animal apenas venenoso:
Animal venenoso e peçonhento:
Amanda Rocha
Alunas:
Ellen Monteiro
Elane Nayara
Ana Cristina
Joana Rolim
Keillyana Maciel
Atitude consciente

Face introdutória
Bom apendrizado!
Importante salientar que esses animais agem por instinto de defesa. Geralmente, a maior parte dos acidentes ocorre por descuido ou imprudência humana.
Face Introdutória
Acidentes com
Cobras
Acidentes com
Escorpiões
Acidentes com
Aranhas
Acidentes com
Abelhas
Acidentes com Lagartas
Cobras
Existem várias maneiras de observar se uma cobra é peçonhenta ou não. Como as espécies são muitas, o método mais eficaz e seguro é verificar se a cobra tem um orifício entre a narina e o olho. Esse orifício é chamado de fosseta loreal, e é comum a quase todas as cobras peçonhentas.
Escorpiões
+ de 250 espécies
Tytuis Serrulotus(escorpião amarelo) mais perigoso da América do Sul
Onde Encontramos:
Lugares com pouca luz e úmidos.
Perto de pedaços de madeira
Tubulações de Esgoto
Acumulo de entulhos, onde estejam baratas e outros insetos.
Zona Urbana
Local da picada: Mãos e Pés.
Quadro Clínico:
Leves-
Moderada-
Inchaço e vemelhidão no local da picada.
Vômitos, náuseas e hipetensão.
Graves-
Vômitos intensos e aumentos ou diminuição dos batimentos cadiacos.
Complicações
Tratamento
Imunidade e peso comprometidos.
1º Lavar o local da picada com água e sabão.
2º Encaminhar a vítima para o serviço médico
Aranhas
São três aranhas de importância no Brasil:

Latrodectus (“viúva-negra”)

Phoneutria

(“armadeira”, “aranha-da-banana”, “aranha-macaca”)
Loxosceles (“aranha-marrom”):
Observação:
As aranhas caranguejeiras e as tarântulas, apesar de muito comuns, não causam envenenamento. As que fazem teia áreas geométricas, muitas encontradas dentro das casas, também não oferecem perigo.
Onde encontamos:
Moram em lugares protegidos, como burados, debaixo de pedras, em buracos de tocos e árvores, em covas onde habitavam ratos e até em lugares baixos com celeiros, abrigos, caixotes e barris.

Viúva-negra
Aranha armadeira

Bastante agressiva e briga-se sob troncos, palmeiras, bromélias, e entre folhas de bananeira. Pode se alojar em sapatos, atrás de móveis, cortinas, sob vasos, entulhos, material de construção etc. É caçadora, com atividade noturna.

Aranha-marrom
Esconde-se em telhas, tijolos, madeiras,e em outros ambientes com pouca iluminação e movimentação.

É comum o acidente ocorrer enquanto o individuo está dormindo ou se vestindo, sendo o tronco, abdome, coxa e braço os locais de picada mais comuns. Não é agressiva, pica quando comprimida contra o corpo.

Quadro Clínico
Viúva-negra
Os sintomas da picada costumam aparecer entre 40 e 60 minutos após o ataque

Dor na região da picada,

Contrações nos músculos,

Suor generalizado

Alterações na pressão e nos batimentos cardíacos.


Dor local intensa

Edema discreto (Tumor seroso que cede à pressão dos dedos)

Eritema (Congestão cutânea que apenas provoca uma vermelhidão na pele)

Sudorese local

Aranha armadeira
Aranha-marrom
No ato da picada há pouca ou nenhuma dor e a marca é praticamente imperceptível. Sinais e sintomas geralmente após 6-12 horas

Mancha escura ou azulada

Edema(tumor) duro, que pode evoluir com bolha e necrose local, deixando úlcera( lesões superficiais) de contornos nítidos

Falência renal e, em alguns casos, morte.


Tratamento
Lavar bem o local da picada com água e sabão.

Aplicar uma bolsa de gelo ou uma compressa fria sobre o local da picada de aranha.

Verificar a picada durante as próximas 24 horas, caso os sintomas não melhorarem, deverá procurar atendimento médico de urgência. 

Acidentes
Veja o que aconteceu com a orelha desta menina após levar uma picada de uma aranha

Lagarta
Erucismo é o acidente causado pelo contato de cerdas de lagartas com a pele.
As lagartas representam o estágio larval do ciclo de vida das mariposas, que inclui ainda as fases de pupa, adulto e ovo:
Lagartas do gênero Lonomia
Espinhos ramificados, pontiagudos e com glândulas venenosas nos ápices.
Quadro Clínico
Dor em queimação.
Podem ocorrer formação de bolhas e erosões.
Síndrome hemorrágica, sangramentos sistêmicos
Tratamento
Para o quadro local, o tratamento é com compressas frias ou geladas
analgésicos e infiltração anestésica.
Na presença de sangramentos e/ou distúrbio na coagulação, o soro antilonômico deve ser administrado de acordo o médico
Cascavel
Surucucu
Jararaca
Quadro Clínico
- dor
- náuseas
- palidez
- pulso fraco
- rigidez na nuca
- visão confusa
- perda da consciência

Tratamento
É importante buscar o socorro o mais rápido possível para que o soro antiofídico possa ser aplicado nas três primeiras horas depois do ataque.
- Mantenha a vítima calma e deitada
- Lave o local com água abundante
- Não coloque nenhum tipo de substância no local, não faça cortes ou amarre qualquer tipo de material ao local da picada
- Mantenha elevado o pé, perna ou braço atingido.
Acidentes
Abelhas
Representante mais conhecida é a abelha africanizada(apis Mallifera). Cruzamento de abelha africana com abelha européia.
Quadro Clínico de acidentes com abelha
Dor, inchaço e coloração avermelhada
Choque anafilático
Queda de pessão aterial
Reações
1. Reação Local
2. Reação Alérgica Generalizada
3. Reação Tóxica
4. Reação Tardia
Reação Local
Dor intensa
Inchaço e edema na região da piacada
Reação Alérgica Generalizada
- Pessoas já sofreram a picada
- Basta uma ferroada para desenvolve um quadro dramático
Reação Tóxica
- Grave decorrente de ctenas de ferroadas
- Naúsea, Vômito, febre e convulsão
-Destruição da musculatura e de glóbulos vermelhos
Reação Tardia
Sintomas aparecem uma semana depois por causa da eação imunológica.
Mal- estar e febre
.
Tratamento
Após a picada tentar retirar o ferrão.
Usar compressa fria para reduzir o efeito local
Como prevenir acidente em ambiente com abelha:
Evitar
1. Usar roupas de cor forte
2. Cosméticos de cheiro forte
3. Fazer barulho e movimentos bruscos
Medidas Preventivas
Usar calçados e luvas nas atividades rurais e de jardinagem
Examinar calçados, roupas pessoais, de cama e banho, antes de usá-las
Afastar camas das paredes e evitar pendurar roupas fora de armários
Não acumular entulhos e materiais de construção
Limpar regularmente móveis, cortinas, quadros, cantos de parede; vedar e buracos em paredes, assoalhos, forros.
Utilizar telas
Evitar plantas tipo trepadeiras e bananeiras junto às casas e manter a grama sempre cortada
Limpar terrenos baldios
Quando não são prestados os cuidados necessário, a situação da vítima pode se agravar.
Primeiros Socorros
1. Não fazer torniquete furar, cortar, queimar, espremer, fazer sucção no local da ferida e nem aplicar folhas, pó de café ou terra sobre ela para não provocar infecção;

2. Lavar o local da picada de preferência com água e sabão

3. Não oferecer bebidas alcoólicas, querosene ou outros tóxicos à vítima.
4. Levar a vítima imediatamente ao serviço de saúde mais próximo para que possa receber o tratamento em tempo.

Obrigada!
Full transcript