Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Quem São os Batistas 001

Plot

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Quem São os Batistas 001

QUEM SÃO os Pastor e Prof. História João Oliveira Ramos Neto Introdução ... Os batistas surgiram aproximadamente um milênio e meio depois dos primeiros cristãos. Por isso, para estudarmos a nossa história, precisamos saber o que aconteceu entre o término da narrativa do livro de Atos e o século XVII. Para isso, a seguir, apresentaremos um breve esboço dos principais eventos. A Igreja Primitiva foi severamente perseguida pelos romanos e muitos cristãos morreram nos dois primeiros séculos. A situação mudou quando Constantino (imagem ao lado) tornou-se imperador no ano 306 e converteu-se ao cristianismo em 312, depois de ter tido um sonho na véspera de uma importante batalha. Três ações suas foram fundamentais para definir o que mais tarde se tornaria a Igreja Católica. A primeira foi a promulgação do Edito de Milão em 313, colocando fim às perseguições aos cristãos. A igreja institucionalizou-se. Começou uma época chamada de Patrística, que contempla o período entre os séculos IV e VII. A segunda foi a convocação do Concílio de Niceia em 325, que deu origem ao primeiro credo doutrinário. A terceira foi transformar antigos templos pagãos em templos cristãos. Entre Atos e o Séc XVII A Igreja Primitiva Concílio de Niceia Os Cristãos Antes dos Batistas A Patrística Mosteiros Escolástica A Patrística refere-se aos pais da Igreja, padres teólogos que receberam este nome por terem sistematizado toda a base que apoiam os católicos até hoje. Um deles, por exemplo, foi São Jerônimo, que traduziu a Bíblia para o Latim, chamando sua versão de Vulgata. Também surgiram ordens eclesiásticas que deram origem aos mosteiros. São Bento de Núrsia, por exemplo, criou uma regra importante que até hoje é a base dos beneditinos. Também devemos destacar Gregório Magno, importante papa do período, que foi autor dos sete pecados capitais e também do estilo de música conhecido como canto gregoriano. Depois da Patrística, foi a vez da Escolástica, um método aristotélico de ensino praticado nas então criadas universidades. Também foi a época das batalhas chamadas de cruzadas, para tentar tirar Jerusalém das mãos dos muçulmanos. ebd-sib-gyn Alguns eventos do período, no entanto, merecem maior destaque. Um deles, por exemplo, foi o cisma que aconteceu no século XI, de onde surgiu a Igreja Ortodoxa. Nessa época, já havia acontecido tantas mudanças que a Igreja Católica estava corrompida do ponto de vista espiritual. Por isso, muitos movimentos questionadores começaram acontecer a partir do século XII. Um importante inconformado daquela época foi São Francisco de Assis, que criou a Ordem dos Frades Menores, conhecidos como franciscanos.
Um de seus objetivos foi resgatar a pureza do Evangelho contra os luxos da Igreja.
Outros reformadores, ao contrário de São Franciso de Assis, questionaram a autoridade papal e recusaram-se obedecê-lo.
Por isso, eles foram chamados de heréticos.
As duas principais heresias da época foram os cátaros e os valdenses. A imagem ao lado é de Pedro Valdo, fundador desta última. Para combatê-las, a Igreja Católica criou a Inquisição, processo judicial que ficou famoso por queimar seus réus na fogueira. A insatisfação da população em geral aumentou consideravelmente nos séculos XIV e XV, preparando o caminho para a Reforma Protestante do século XVI. Jonh Wycliffe No século XIV, por exemplo, surgiu a pregação de Jonh Wycliffe (imagem ao lado), que era professor de Oxford. Ele defendia que a Bíblia deveria ser disponibilizada para todas as pessoas e que ela, e não o papa, deveria ter autoridade sobre os cristãos. Ele treinou alguns evangelistas para decorarem passagens bíblicas inteiras e sairem pregando pela Inglaterra. O nome desses viajantes era lolardos. Já no século XV, surgiu Jan Huss, que era professor da Universidade de Praga. Além de ideias semelhantes com as pregações de Wycliffe, ele denunciava a corrupção dos padres e outros problemas. Por causa disso, Wycliffe e Huss foram considerados heréticos. A REFORMA PROTESTANTE Muitos inconformados morreram ao longo de vários séculos, mas ainda que seus corpos fossem calados, suas ideias permaneciam e preparavam o caminho para o surgimento de Martinho Lutero que, no século XVI, causariam um cisma definitivo: A Reforma Protestante BATISTAS 3 Ações Importantes
Full transcript