Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

O CURRÍCULO COMO PRÁTICA DE SIGNIFICAÇÃO

No description
by

LETICIA REGINA

on 2 March 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of O CURRÍCULO COMO PRÁTICA DE SIGNIFICAÇÃO

de mudanças;
de tempo e
de velocidade.

POSSIBILIDADES VITAIS... Conhecimento
Comunicação
Movimento

Diminuição da dor, aumento do prazer e sustentação da VIDA.
MESTRES PENSADORES DA METAFÍSICA
1. Conduzir o espaço do político e do social ás escolhaspermitidas pelo mercado;

2.Reescrita do conhecimento e o currículo a míticos valores do passado ou a "modernos" imperativos econômicos;

MESTRES - NÓS
1. Ampliação do espaço público e o do espaço coletivo sobre o que significa uma "boa" sociedade e quais as melhores maneiras de alcançá-la.

2. Colocar em questões os valores e as verdades absolutas
O PROJETO CRÍTICO
Percepção do currículo no centro da relação educativa
Corporifica: SABER, PODER E IDENTIDADE

Ênfase do "conhecimento cristalizado" dos primeiros socialistas britânicos - crítica pelos movimentos sociais por meio da Nova Sociologia da Educação ou pela crítica de Paulo Freire.

POLÍTICA CURRICULAR
Currículo: espaço onde se concentram e se desdobram as lutas em torno dos diferentes significados sobre o social e o político. Que produzem políticas curriculares, partindo de grupos que formulam suas próprias ideias.

Políticas Curriculares - geram outros diversos textos conhecidos como: diretrizes, guias curriculares, normas, grades, livros didáticos e outros....
CURRÍCULO, CONHECIMENTO, CULTURA
O CURRÍCULO estabelece diferenças, constrói hierarquias e produz identidades.

O CONHECIMENTO produzido por cada um de nós, o que nos faz sentidos.

A CULTURA são as práticas de
significação.
O CONTEXTO...
UM LADO
: a produção do sujeito otimizador do mercado, do indivíduo triunfante e predador da nova "ordem" mundial

DO OUTRO LADO:
a produção da grande massa que vai sofrer o presente em desespero e contemplar sem esperança o futuro nos empregos monótonos e repetitivos das cadeias de fast-food ou nas filas de desmprego

O SOCIAL, O POLÍTICO, O EDUCATIVO, podem adquirir outros significados e outros sentidos.
O CURRÍCULO COMO PRÁTICA DE SIGNIFICAÇÃO
SOCIEDADE DO CONHECIMENTO
TEORIZAÇÃO CURRICULAR
Concepções do Currículo

1. Tradicional
(conservar a cultura)

2. Tecnicista
(questões econômicas)
3. Crítica
(reprodução)
4. Pós - estruturalista
(práticas culturais)
O currículo, é pensado como um conjunto de fatos, conhecimentos e de informações, selecionados por um grupo social.
VISÃO TRADICIONAL
1. Um consenso em torno do conhecimento que dever selecionado;

2. Uma coincidência entre a natureza do conhecimento e da cultura;

3. Uma relação passiva entre quem "conhece" e aquilo que é conhecido e

4. O caráter estático e inercial da cultura e do conhecimento.
Questionamentos da
"Nova Sociologia da Educação"
Teorização crítica inicial em educação

Ressalta-se o caráter histórico (variável, mutável) quanto o caráter social (construído) do conhecimento escolar.



A PERSPECTIVA
PÓS-ESTRUTURALISTA
Ampliação das abordagens sociológicas;
Centrada na visão das culturas;
Construção da imposição de significados sobre o mundo;
O CURRÍCULO TAL COMO O CONHECIMENTO E A CULTURA - NÃO PODE SER PENSADO FORA DAS RELAÇÕES DE PODER.
Tomaz Tadeu da Silva,2001
Currículo e Cultura, serão compreendidos como:

1
) Práticas de significação;

2) Práticas produtivas;

3) Como relações sociais;

4) Como relações de poder
.
PRÁTICAS DE SIGNIFICAÇÃO
Compreender o mundo social;
Produção de sentidos;
Torna-lo inteligível.
"o SENTIDO E O SIGNIFICADO NÃO SÃO PRODUZIDOS DE FORMA ISOLADA... O SENTIDO E O SIGNIFICADO TAMPOUCO EXISTEM COMO IDEIA PURA, (...)FORA DO ATO DA ENUNCIAÇÃO, DE SEUS DESDOBRAMENTOS EM ENUNCIADOS"
PRÁTICAS PRODUTIVAS
Cultura = atividade, ação, experiência;
Não opera sobre o vazio;
Não é consumo passivo ...
" O currículo é um espaço, um campo de produção e de criação de significado. nele se produz sentido e significado sobre os vários campos e atividades sociais, (...) trabalha sobre o sentidos e significados recebidos (...) currículo tal como a cultura é uma zona de produtividade"
Como relações sociais
Produzir significados e sentidos de outros grupos sociais.
Como relações de poder
As práticas culturais como relações de poder implica, pois ver o campo da produção de significado e de sentido como contestado, disputado, conflitivo.
FOUCAULT, aprendemos a não ver as relações de poder com externas, estranhas, relativamente ao processo de significação.
CULTURA, CURRÍCULO E IDENTIDADES SOCIAIS
"identidade =produção, que não está nunca completa que está sempre em processo, e é sempre constituída no interior, e não fora, de representação."
HALL, 1994
Full transcript