Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Parte III - A sociedade como realidade subjetiva

A interiorização da realidade (sociedade primária, secundária, conservação e transformação da realidade
by

Daniel Sena

on 4 May 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Parte III - A sociedade como realidade subjetiva

XIII Encontro N.I.C.O.
III - A sociedade como realidade objetiva


1 -A
interiorização
da realidade:


a) A sociedade
primária
, 173.

b) A sociedade
secundária
, 184.

c) A conservação e a
transformação
da realidade subjetiva, 195.








Daniel Sena Serafim
Interpretação da sociedade como um diálogo sempre em curso:
Observada por
três
angulos:


exteriorização
= seu próprio mundo social.

objetivação
= participação com a sociedade inserida.

interiorização
= ponto inicial para uma pré-disposição social.

exemplo:
Riso para uma criança
Cruzamentos de subjetividades entre os indivíduos:
Significação
(como parte da interiorização)

1ª base:
compreensão
/ 2ª base:
apreensão
Interiorização:
além de promover a compreensão torna a realidade parte do indivíduo


exemplo:

campo - metrópole

(socialização)
Processo de socialização:
socialização primária:
1ª experimentação na
infância / base
para socialização secundária.


socialização secundária:
possibilita o contato do indivíduo a
novos setores
do mundo objetivo.


exemplo:
(o trabalho)
A estrutura social está objetivada com significados posicionados:



localização e biografia

Socialização primária:
dosagens de
emoção
- criança

Personalidade:
torna-se
ação
compreendida e interiorizada.

Identidade:
objetivamente definida pela
localização
no mundo.




Expansão da interiorização:
parte de uma
expressão
;
amplia para o
reconhecimento
;
promove a
estabilidade
e a
continuidade
;
formação da
consciência
;
linguagem
como
conversor
de realidade.
"Existe sempre mais
realidade objetiva disponível
devido a
distribuição social do conhecimento
"
Socialização primária:
Impõe uma
sequencia de aprendizados
: idade
A
aprende
X
/ idade
B
aprende
Y

variedade socio-histórica:
infância x adolescência (
responsabilidade criminal
)
A socialização primária se demarca quando:
é
estabelecida
a
consciência
no indivíduo;
tornando-se
membro
da sociedade com
personalidade
e
consciência
.
A socialização nunca é total:
Como a realidade é
interiorizada
na consciência?
Como ocorrem
novas
interiorizações?
Socialização secundária:
Torna-se importante para a
divisão trabalho
(distribuição social do conhecimento);

Interiorização de
sub-mundos
- parâmetros
institucionais;

Conhecimento distribuído em
versões;

Divisão do trabalho alinha os
portadores do conhecimento
(perfil profissional);

Exige o aprendizado de um
vocabulário específico
(termos técnicos);

Possuem componentes
normativos
- aparelhos
legitimadores
;
Variabilidade socio-histórica:
Ritual
= tribo
indigêna
/
sociedade
moderna

O
aprendizado
pode ser
manipulado
por quem
ministra
o conhecimento;


Socialização
primária: emoção
/ Socialização
secundária: comunicação
Socialização primária:
são necessrios
choques para desfazer
a realidade apreendida;

interiorização é
automática
;


Socialização secundária:
os esforços são
menores para desfazer
a interiorização;

interiorização é reforçada por
técnicas pedagógicas
;

A
significação
da realidade secundária:
relação
indivíduo - socializador
A
intensificação
da significação:
concorrência
entre instituições
A conservação e a transformação da realidade subjetiva:
"Na dualidade entre
conservação e transformação
impera a
realidade subjetiva
, devido a apreensão pela
consciência individual
".
"A
socialização secundária
se torna
mais vulnerável
aos desafios da realidade, pelo fato de ser
menos apreendida
na consciência, tornando-se mais
variável
".


exemplo:
nudez
associada a
vergonha

legitimação
do vestuário x socialmente
desafiada

("Usaria saia, porque não?", diz Anderson Silva antes de desfilar)












Conservação da realidade:
Conservação
rotineira
:
mantém
a realidade interiorizada na vida cotidiana;


característica
da institucionalização;

cotidiano é
reafirmado
a cada contato com o outro;


rituais
diários (multidão do trem) - conservam a confiança;


confiança
- grupos sociais.


Conservação
crítica
:
mantém
a realidade interiorizada em crises;


Coro
- importância relativa (esposa/colega/10 colegas);


ocasiona
várias definições de realidade.


"O
veículo
mais importante da
conservação
da realidade é a
conversa
".




Aparelho de conversa:
Além de
manter
a realidade o aparelho
modifica
acrescentando e descartando assuntos;

Força geradora
de realidade;

Linguagem
realiza o duplo sentido (
apreender - produzir
);

Uso
contínuo
da mesma linguagem para
objetivar
a experiência biográfica;

Significação
da realidade é dada por uma
língua comum
(grupos de classe, regional);

Frequência
da conversa x
intensidade
da conversa;

Falta
de conversa x
técnicas
de conservação;

Com o
tempo
as técnicas se tornarão vazias de
realidade viva
;

Contato
social
revitaliza
estas técnicas;


A sociedade institui procedimentos específicos para situações de colapso da realidade:
Crises
na realidade x
situações
limite


"Os
rituais

coletivos
de conservação da realidade podem ser
institucionalizados
em
ocasiões
de catástrofe natural"

exemplo:
"
Mercado
capitaliza
catástrofes
"



"Os
rituais individuais
de conservação da realidade são
institucionalizados
para épocas de
infortúnio pessoal
ou estabelecimento para
convivência com estrangeiros
e sua
ameaça à realidade
oficial".

exemplo:
"Elite paulista é
preconceituosa
em relação aos
haitianos
, diz governador do Acre"
A transformação requer aboradar os graus de modificação:
caso extremo:
indivíduo muda de mundo.

menos extremo:
facilmente entendidos.
Transformações totais são chamadas de
alternações
:


exige processos de
re-socialização
;
inclusão de
condições sociais
e
condições conceituais
;
exemplo histórico
de alternação é a
conversão religiosa
;
alternação implica na
reorganização do aparelho de conversa
;
condição conceitual demenda um
aparelho legitimador
;


base
para re-socialização é o
presente
;
base
para socialização secundária é o
passado
.
Full transcript