Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Região Sudeste

No description
by

Ana Paula Monetti Nishimoto

on 3 October 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Região Sudeste

Desenvolvimento Industrial
Com grande número de mão de obra e dinheiro em caixa, lucro da cafeicultura, a Região Sudeste tornou-se logo a área mais industrializada e de maior concentração de população do país.
A construção da Rodovia Anchieta e a existência da Estrada de Ferro Santos, que já em 1938, ligava São Paulo ao Porto de Santos, agilizou as importações e exportações.
Ao longo dessas vias surgiu o chamado o ABCD Paulista, formado pelas cidades de Santo André, São Bernardo, São Caetano e Diadema, integrando à região metropolitana.
As indústrias instaladas nas três maiores cidades do país, São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, são bastante diversificadas, como várias outras cidades da Região Sudeste que fabricam alimentos, aviões, equipamentos elétricos, eletrônicos, navios, automóveis, etc.
Economia
Na economia, o Sudeste se destaca por ser a Região mais desenvolvida do país, abrigando o maior parque industrial brasileiro. A indústria é bastante diversificada, atuando nos segmentos siderúrgico, metalúrgico, automobilístico, informática, alimentício, petroquímico, entre tantos outros.
A agropecuária é praticada com técnicas modernas, fato que aumenta a produtividade. Outra importante fonte de recursos financeiros é o setor de serviços, com bancos, mercados de capitais e o turismo, sobretudo nas cidades litorâneas do Rio de Janeiro e o turismo de negócios em São Paulo.
Esse desenvolvimento econômico contribui para os bons indicadores socioeconômicos da Região, que detém o segundo melhor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Brasil. No entanto, o Sudeste não está isento de problemas sociais. Existe uma grande desigualdade social nesses estados, além da violência, desemprego, déficit habitacional, etc.
São Paulo
Brasil:
A Região Sudeste
A Região Sudeste do Brasil, corresponde a 10,85% do território nacional. É a região mais populosa e economicamente desenvolvida do país, com grande concentração industrial, financeira e comercial.

Os estados pertencentes a esta região do Brasil são: São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo.
História da Região
Com o declínio da cana de açúcar no Nordeste e com a descoberta de ouro e pedras preciosas na região de Minas Gerais, no fim do século XVII, na década de 1690, ocorreu uma intensa migração para a Região Sudeste.

Ciclo da Mineração:
-Os colonizadores partiram para o interior;
-Formação de núcleos urbanos;
-Migração do povo para São Paulo e Rio de Janeiro por volta de 1970.

Ciclo do Café:
-Uma solução rápida para o alto desenvolvimento do país foi a cafeicultura;
-Procura de mão de obra estrangeira, assim como italiana e japonesa;
-Ferrovias e rodovias foram construídas.


Rio de Janeiro
É o segundo estado mais populoso e o terceiro estado mais rico do Brasil. Sua capital é Belo Horizonte (BH) com cerca de 3 milhões de habitantes.
Na economia, destaca-se na agricultura e na pecuária com a produção de café, soja, cana-de-açúcar, abacaxi, feijão, milho e banana; produção de leite, suinocultura, bovinocultura e avicultura. Possui o 3º maior parque industrial do país e tem como destaques a indústria de mineração, metalúrgica, automobilística, construção civil, alimentícia e têxtil.
A vegetação de Minas Gerais é representada pelo Cerrado e pela Mata Atlântica com clima tropical.
Sua culinária é muito elogiada e possui diversos restaurantes de “Comida Mineira” por todo o país. É a típica "comida caseira". Por exemplo: Tutu de feijão, Frango com quiabo, Torresmo,Pão de queijo, Galinha ao molho pardo, Queijo minas (queijo branco), Doce de leite, etc.
Minas Gerais
Este é o estado que possui a terceira maior população do país. Sua capital, a cidade do Rio de Janeiro, é a segunda maior metrópole do Brasil conhecida como a “Cidade Maravilhosa” com população de quase 7 milhões de habitantes.
A vegetação do estado é representada pelo mangue na região litorânea, a Mata Atlântica e a floresta tropical. O clima do local é tropical atlântico.
O Rio de Janeiro possui a segunda maior economia do Brasil e a quarta da América do Sul. Além do setor turístico, destacam-se os setores da indústria e de serviços. É também muito conhecida pelo seu carnaval, considerado o mais famoso do mundo, atraindo assim muitos estrangeiros.
Na culinária existe uma influência muito forte dos pratos portugueses, e também uma enorme variedade, desde a feijoada aos frutos do mar.Temos alguns exemplos como: Bolinho de aipim, Bolinho de Bacalhau, Feijão preto, Estrogonofe de carne, Camarão com chuchu, etc.

Espírito Santo

Espírito Santo é o quarto menor estado do Brasil. Atualmente, a capital é a cidade de Vitória, com quase 400 mil habitantes. Anteriormente, o estado fora anexado com a Bahia, tendo nesse momento Salvador como sua capital.
A vegetação é composta por vegetação litorânea e a floresta tropical, tendo o clima tropical na região.
Destacam-se setores da agricultura e na pecuária, com a produção de café, cana-de-açúcar, arroz, feijão, cacau, frutas e milho, gado de corte e leiteiro. Na indústria os destaques são: siderurgia, produtos alimentícios, celulose, têxteis, móveis e madeira.
A culinária capixaba é mais caracterizada por pratos com frutos do mar.Tais como:Torta Capixaba, Moqueca capixaba (de peixe e de camarão), Muma de siri, Caranguejada, Pirão e Casquinha de siri.

O relevo é composto por planaltos, planícies e depressões. O clima varia conforme cada localidade, podendo ser tropical, tropical de altitude, subtropical e litorâneo úmido. A cobertura vegetal é diversificada, com áreas de Cerrado, Mata Atlântica, Campos, Caatinga, Mata de Araucária e vegetação litorânea. A região é composta por:

-Planaltos e Serras de Leste – Sudeste;
-Planaltos e Serras de Goiás – Minas;
-Planaltos e Chapada da Bacia do Paraná;
-Depressão Sertaneja – São Francisco;
-Depressão Periférica da Borda Leste da Bacia do Paraná;
-Planícies Litorâneas.

Por seu relevo característico, a região possui também, um excelente potencial para geração de energia hidrelétrica

Cultura
Relevo e Clima
É o estado mais populoso e mais rico do Brasil, sendo o "motor econômico" brasileiro. A capital é a cidade de São Paulo com quase 12 milhões de habitantes, sendo considerado o estado mais populoso da América e do Hemisfério Sul.
Sua economia é bem abrangente visto que possui o maior parque industrial e a maior produção econômica da América do Sul com atividades tais como: Indústria, serviços, comércio e o cultivo de cana de açúcar, café e laranja.
A vegetação é representada pelo mangue na região litorânea; Mata Atlântica (região litorânea e Serra da Mantiqueira) e Florestas Tropicais no restante do estado. O clima é dividido em subtropical no Planalto Paulista, tropical no Vale do Ribeira e tropical atlântico no litoral.
A cidade de São Paulo é conhecida também como a Capital Gastronômica, por ter milhares de restaurantes que representam a culinária do país e do mundo. Tem de tudo um pouco, mas há também os pratos mais tradicionais e típicos da cidade, como Pão com mortadela,Virado à Paulista, Pamonha, etc.

Não há como negar a importância do sudeste brasileiro. Seja qual o ponto a ser analisado, a região tem números impressionantes de grandeza nacional.
Há uma forte influência da cultura afro no folclore da região. Isso se deve ao fato de que, na época da escravidão, os centros comerciais e as grandes plantações das fazendas que os negros trabalhavam se situavam nesse local. Os seus costumes e ritos acabaram sendo incorporados pela cultura popular.
Em relação à dança, de uma forma geral, a dança da cana-verde, a quadrilha e o fandango são as praticadas em toda região. A quadrilha tem destaque por estar vinculada à festa nacional de São João.
Tanto os doces como as comidas salgadas são bastante variadas e apreciadas no país inteiro. Sendo o Sudeste uma das primeiras regiões brasileiras a se tornar populosa, e tendo em seu início, no mínimo, três culturas diferentes (índios, portugueses e negros) a formação cultural e também da culinária pôde contar com diferentes influências e se tornou bem heterogênea.







São Paulo
Rio de Janeiro
Minas Gerais
Espírito Santo
Desorganização Urbana
Full transcript