Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

[SEMINÁRIO] Psicopatia

No description
by

Diego Guimarães

on 26 May 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of [SEMINÁRIO] Psicopatia

PSICOPATIA
O Caso
1. INTRODUÇÃO
Como integrar os quatro departamentos que funcionam com total ignorância a respeito dos demais.
Como melhorar gradativamente o desempenho dos funcionários

Como mudar e inovar.
3. ALGUNS PSICOPATAS BRASILEIROS
Inicialmente Pedro deve criar mecanismos de comunicação entre os departamentos para que todos tomem conhecimento para facilitar ao máximo à circulação de informações. Poderia memorandos, circulares internas com as medidas que estão sendo tomadas e solicitar sugestões dos funcionários para as melhorias nos departamentos.
1. Integrando os quatros departamentos:
Pedro deve enfatizar a importância de cada setor e o trabalho desenvolvido por cada funcionário destes setores. Deve-se desenvolver o trabalho em conjunto e treinamento constante para os funcionários
2. Melhorando o desempenho dos funcionários:
5. Pedro pretende avaliar o desempenho dos funcionários a fim de criar meios para torná-los mais eficazes. Uma ideia seria avaliar periodicamente – a cada seis meses – o desempenho de cada funcionário, conversar com ele a respeito dos resultados, programar ações de melhoria, criar condições para mudar e inovar a divisão. Você acha que Pedro está no caminho certo? Como você poderia ajudá-lo?

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
H. Maurício. Psicopatas S.A.
Superinteressante.
São Paulo, mai. 2011. Disponível em: <http://super.abril.com.br/cotidiano/psicopatas-s-629048.shtml> Acesso em: 01/03/2014.

HOSPITAL ALBERT EINSTEIN. Atente-se: os psicopatas estão entre nós.
Em Dia com a Saúde
. São Paulo, abr. 2013. Disponível em: <http://www.einstein.br/einstein-saude/em-dia-com-a-saude/Paginas/atente-se-os-psicopatas-estao-entre-nos.aspx> Acesso em: 03/03/2014.

K. Amanda. Psicopatas corporativos existem, dizem especialistas.
Você S/A
. São Paulo, set. 2012. Disponivel em: <http://info.abril.com.br/noticias/carreira/psicopatas-corporativos-existem-dizem-especialistas-19092012-5.shl> Acesso em: 01/03/2014.
Diversas áreas como a economia, a sociologia, o direito e a própria administração foram influenciadas pelo estruturalismo:

Karl Marx representa o estrutu­ralismo dialético que considera a estrutura dividida em partes que, ao longo do desenvolvimento do todo, se descobrem, se diferenciam e, de uma forma dialética, ganham autonomia umas so­bre as outras, mantendo a integração e a tota­lidade sem fazer soma ou reunião entre si, mas pela reciprocidade instituída entre elas;

Max Weber representa o estruturalismo fenomeno­lógico que entende a estrutura como um conjunto que se cons­titui, se organiza e se altera e seus elementos têm uma certa função sob uma certa relação, o que impede o tipo ideal de estrutura de retratar fiel e integralmente a diversidade e a variação do fenômeno real;

Na teoria administrativa, os es­truturalistas se concentram nas organizações sociais, variando entre o estruturalismo feno­menológico (de Weber) e o dialético (de Marx) e é representada por Victor Thompson, Amitai Etzioni, Peter Blau e Richard Scott. Alguns representantes da Escola Burocrática também se fazem presentes como Robert K. Merton, Philip Selznick e Alvin Goudner.

4. PSICOPATIA X AMBIENTE CORPORATIVO
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia
Curso de Graduação em Administração

Gilca Barreto | ADM 509 - Comunicação Organizacional
Diego Guimarães
Jane Miranda
Tiago Ferreira
Uli Moscozo
Ele vai a todo
happy hour
, é companheiro de cafezinho e ouve você reclamar do salário. Não confie tanto nesse colega de firma - é 4 vezes mais comum encontrar psicopatas nas empresas do que na população em geral.

ATENÇÃO!
ALGUNS NÚMEROS
O perigo pode estar mais perto do que imaginamos!
Há 69 milhões de psicopatas no mundo, o que dá 1 % da população em geral;
Eles são 20% da população carcerária e 86,5% dos
serial killers
;
Fonte: Revista Superinteressante, 2011
"Eles são capazes de apu­nhalar empregados e clientes pelas costas, contar mentiras premeditadas, arruinar cole­gas poderosos, fraudar a con­tabilidade e eliminar provas para conseguir o que que­rem"
Martha Stout, psi­quiatra da Escola Médica de Harvard por 25 anos e autora do livro Meu Vizinho É um Psicopata
4. PSICOPATIA X AMBIENTE CORPORATIVO
PROFISSÕES QUE MAIS ATRAEM PSICOPATAS
DICAS PARA IDENTIFICAR UM PSICOPATA
Relacionamentos

Superficial - Não se importa com o conteúdo, e sim em como vendê-lo;
Narcisista - Preocupa-se apenas consigo mesmo;
Manipulador - Mente e usa as pessoas para conseguir algo.
Sentimentos

Frieza - É racional e calculista, pois tem pouca atividade no sistema límbico, centro de emoções como medo, tristeza, nojo;
Sem remorso - Não sente culpa;
Sem empatia - Não consegue se colocar no lugar dos outros;
Irresponsável - Só se compromete com o que lhe trouxer benefícios.
Estilo de vida

Impulsivo - Tenta satisfazer as vontades na hora;
Incapaz de planejar - Não estabelece metas de longo prazo;
Imprudente - Corre riscos e toma decisões ousadas.
1. Diretor Executivo (CEO)
2. Advogados
3. Profissional de Rádio e TV
4. Vendedor
5. Cirurgião
6. Jornalista
7. Policial
8. Pastores e padres
9. Chef de cozinha
10. Funcionários públicos
Kevin Dutton, autor do livro “The Wisdom of Psychopaths: What Saints, Spies, and Serial Killers Can Teach Us About Success”,
Psicopatas podem estar em qualquer nível hierár­quico, desde que o cargo lhes traga algum benefício. Mas é mais provável que eles estejam no topo;

Em 2010, 203 executivos de 7 companhias ameri­canas foram avaliados pelo psicólogo Paul Babiak. O resultado indicou que 3,9% dos entrevistados tinham pontuação suficiente para ser diagnosticados como psicopatas;
"BORDÕES" DE UM PSICOPATA CORPORATIVO
"Eu gosto de quem você é."

"Eu sou como você."

"Seus segredos estão seguros comigo."

"Sou seu amante/ amigo ideal."
3.1 PEDRINHO MATADOR
Pedro Rodrigues Filho

Aos 14 anos ele matou o vice-prefeito de Santa Rita do Sapucaí, Minas Gerais, com tiros de espingarda em frente à prefeitura da cidade, por ter demitido seu pai, um guarda escolar, na época acusado de roubar merenda escolar.
Depois matou um vigia da escola, que supunha ser o verdadeiro ladrão. (referente ao roubo da merenda escolar cuja seu pai foi acusado)
Matou o pai, após descobrir que este havia matado sua mãe com 21 golpes de facão A vingança do filho foi cruel: além das 22 facadas, arrancou o coração do pai, mastigou uma parte e depois a cuspiu,
Para não deixar dúvidas sobre sua disposição de matar, tatuou no braço esquerdo: 'Mato por prazer', coberta recentemente por outra tatuagem.
Ao todo foram 71 crimes.

3.3 FRANCISCO DAS CHAGAS
3.2 MANÍACO DO PARQUE
Francisco de Assis Pereira
Francisco das Chagas Rodrigues de Brito
Crimes: estupro, roubo, atentado violento ao pudor, homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver.
Francisco morou no Pará, em Altamira, onde é acusado de ter matado 12 meninos. E no Maranhão, onde pesa sobre ele a acusação de 30 homicídios.
1.2 CARACTERÍSTICAS DO PSICOPATA
Sintomas que podem levar a uma identificação:
1.3 TIPOS DE PSICOPATA
Os
PSICOPATAS PRIMÁRIOS
não respondem ao castigo, à apreensão, à tensão e nem à desaprovação. Parecem ser capazes de inibir seus impulsos antissociais quase todo o tempo, não devido à consciência, mas sim porque isso atende ao seu propósito naquele momento.
1.3 TIPOS DE PSICOPATA
Os
PSICOPATAS SECUNDÁRIOS
são arriscados, mas são indivíduos mais propensos a reagir frente a situações de estresse, são beligerantes e propensos ao sentimento de culpa. Os psicopatas desse tipo se expõem a situações mais estressantes do que uma pessoa comum, mas são tão vulneráveis ao estresse como a pessoa comum.
1.3 TIPOS DE PSICOPATA
PSICOPATAS DESCONTROLADOS
: são os que parecem se aborrecer ou enlouquecer mais facilmente e com mais frequência do que outros subtipos. Seu delírio se assemelhará a um ataque de epilepsia. Em geral também são homens com impulsos sexuais incrivelmente fortes, capazes de façanhas assombrosas com sua energia sexual.
1.1 DEFINIÇÃO
A psicopatia é uma anomalia psíquica, um transtorno antissocial da personalidade, devido à qual, apesar da integridade das funções psíquicas e mentais, a conduta social do indivíduo que sofre dessa anomalia se encontra patologicamente alterada.
1.2 CARACTERÍSTICAS DO PSICOPATA
As características de conduta do psicopata poderiam ser determinadas tanto por fatores fisiológicos como por fatores sócio-psicológicos. Os psicólogos comportamentais acreditam que a conduta psicopática resulta do aprendizado.
A única característica inconfundível de um psicopata é, exatamente, “a falta de emoções, da capacidade de se colocar no lugar de outra pessoa para, pelo menos, imaginar seu sofrimento”.

Loquacidade / Encanto superficial;
Egocentrismo / Sensação grandiosa de auto-estima;
Necessidade de estimulação / Tendência ao tédio;
Mentira patológica;
Direção / Manipulação;
Falta de remorso e de sentimento de culpa;
Afetos pouco profundos;
Insensibilidade / Falta de empatia;
Estilo de vida parasita;
Falta de controle comportamental;

1.3 TIPOS DE PSICOPATA
PSICOPATAS CARISMÁTICOS
são mentirosos, encantadores e atraentes. Em geral são dotados de um ou outro talento e o utilizam a seu favor para manipular os outros.
2. PSICOPATIA X SOCIOPATIA
Não existem diferenças entre psicopata e sociopata. Ambos os termos designam a mesma patologia, embora se encontrem artigos na internet onde esta distinção é feita.
2.1 SOCIOPATA
• Transtorno da Personalidade Dissocial (CID-10)
• Desrespeito e violação ao direito dos outros;
• Incapacidade de se conformar com as normas sociais.
• Egocentrismo; Bipolaridade; Emoções Teatrais.
• Alta irritabilidade; Baixa tolerância para frustrações.
• Marginalizados pela sociedade
• Espontaneidade de Crimes
• Inteligentes mas não sábios; Ausência de Remorso
• Exímios Atores e Manipuladores

Psychosocial - Slipknot

“...Depois encha sua boca com todo o dinheiro que você vai guardar
Regredindo, diminuindo de novo
Eu terminei, e isso começou
Eu não sou o único
E a chuva irá matar a todos nós
Nós nos jogamos contra a parede
Mas ninguém mais consegue ver...”
• De origem grega, psyché, alma; path, sofrimento, a psicopatia indica o doente da alma ou enfermo mental;
• Charme; Inteligência; Ausentes de culpa; Sonhadores; Habilidosos para mentir e manipular; Educados e carismáticos;
• Frios e calculistas; Imitam emoções pois não sabem se realmente a sentem;
• Ações sem limites;
• "A psicopatia é um termo muito confuso historicamente, sendo que, hoje, se refere a apenas um dos oito transtornos de personalidade existentes", diz o psiquiatra forense Daniel Martins de Barros.

2.2 PSICOPATA
Fonte: Revista Superinteressante, 2011
Full transcript