Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

ANÁLISE DO BAMBU

No description
by

Nicolle Puppi

on 25 April 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of ANÁLISE DO BAMBU

BAIXO ELÉTRICO
o Projeto Sons do bambu, foi o primeiro a desenvolver um produto usando laminado, o protótipo do Violino de bambu.
ANÁLISE DO BAMBU
BOOCASE
O boocase é uma capa para celular feita de bambu e é 100% vegetal. Todo o processo de fabricação do produto é sustetável.
ANÁLISE DO PRODUTO
Phase 1
Phase 2
ALUNA: Nicolle Puppi Simão
MATÉRIA: Materiais e processos de fabricação
PROFESSOR: André Orthey
DESIGN DE PRODUTO-2º ano
O Boocase é uma boa escolha para pessoas que procuram proteção, leveza e que se preocupam com o meio ambiente. Essa capinha é feita com materiais orgânicos, composta de 3 lâminas de bambu sobrepostas em orientação cruzada unidas com uma cola biodegradável (à base de óleos e resinas vegetais). Foi produzido dessa maneira para ter mais resistência e flexibilidade, o processo proporcionou que o produto ficasse mais fino e com o peso de 12 gramas.
A produção é parte industrial e parte artesanal. As pessoas colhem o bambu, montam e colam as lâminas, lixam a superfície. O corte e os desenhos são feitos industrialmente, mas é um processo controlado e cuidadoso para não deixar pegadas ambientais.


CASCO
A fabricação é feita em São Paulo, na empresa Casco, fundada pelosos designers Tatiana Sobral e Lucio Kanonenko. O casal busca por materiais certificados e provenientes de fontes renováveis, se preocupando com o destino final dos seus resíduos.
A ESCOLHA DO MATERIAL
As pesquisas sobre o bambu mostram os benefícios de trabalhar e conviver com esse material. No périodo que estamos, é necessário repensar as matérias-primas que utilizamos para o nosso bem estar, pois as fontes, muitas vezes, ou não são renováveis ou não conseguem suprir as necessidades.
A sustentabilidade é uma das coisas mais comentadas e o bambu consegue se encaixar nesse estilo de vida. Com uma textura agradável, é leve e possui uma facilidade para trabalhar. Tem um crescimento rápido, o que proporciona um bom rendimento sem destruição do ambiente, como vemos hoje com as árvores.
Segundo o arquiteto Edoardo Aranha, o bambu apresenta a durabilidade de mais de 25 anos, equivalente a de um eucalipto.
Ciclo de vida
Matérias-primas naturais e renováveis;
Uso de resíduos de produção agrícola.
Segurança
Uso de adesivo com base vegetal, atóxico e biodegradável;
Tratamento natural de matéria-prima (sem produtos tóxicos).
Humano/ Social
Envolvimento de trabalhadores rurais e agricultura familiar na produção.
Energia
Produção com baixo consumo de energia.
Resistência
Ele é feito utilizando três folhas de bambu sobrepostas em sentido cruzado, o que dá muito mais resistência.
Leveza
As paredes do Boocase tem cerca de 1,5mm, não é mais grosso que um case de plástico ou borracha. Com apenas 12 gramas de peso, também não é mais pesado que um case convencional.
Tecnologia
Feito em bambu e finalizado com verniz natural, o Boocase tem um toque único. A mistura de tecnologia com materiais naturais fazem um conjunto singular.
Sustentabilidade
O Boocase pode ser descartado no lixo orgânico e em poucos meses ele voltará para a natureza.
Material/ Aplicação
A utilização do material foi uma boa escolha, inovadora e sustentável, pois normalmente os cases são feitos de plástico, o que causa danos ao meio ambiente durante a produção e causa uma pegada ambiental. Já o bambu proporciona sustentabilidade, proteção e não perde a beleza. Assim, o produto fornece todas as necessidades e utilidades buscadas pelos consumidores.
O material foi bem aplicado, se adaptou à sustentabilidade e não tem danos, nem ao ambiente nem ao cliente.
ESCOLHA DO MATERIAL
Criado por Carlos Melo em 2003, o violino de bambu foi desenvolvido para explorar a qualidade dos sons do material.
Como a indústria de instrumentos musicais é uma das grandes consumidoras de madeira, o designer propôs a utilização do bambu por ser ecológicamente correto.
ANÁLISE DO PRODUTO
A Bambusa Vulgaris foi o tipo de bambu usado nesse produto. O material é aproveitado em forma de laminado colado, também chamado de BLC (bambu laminado colado). As lâminas aglomeradas foram empregadas no produto por terem muita resistência. A cola é biodegradável, são resinas naturais.
O Processo de laminar o bambu, foi realizado usando-se um simples facão para cortar as ripas e uniformiza-las usando lixadeira, plaina portátil e uma “prensa” improvisada de caibros para colagem prensada.
Como o instrumento musical deve ser segurado nas mão e apoiado no ombro era necessário ser leve, por isso o bambu foi uma boa escolha.
Foi o primeiro violino elétrico de bambu do mundo.
MATERIAL/ APLICAÇÃO
O material se adequou a esse tipo de produto, além de ser sustentável, faz com que o cliente não segure tanto peso.
Por ser o primeiro violino elétrico de bambu foi bem desenvolvido e com todas as preocupações com o meio ambiente, por exemplo o modo de fabricação artesanal, o não devastamento das florestas e as resinas naturais.
BIBLIOGRAFIA
PDF Manual laminado de bambu
http://bambuzal.tripod.com/id21.html
http://casco.eco.br/
http://casco.eco.br/case.html
A MADEIRA DO FUTURO
O bambu é a alternativa para a madeira. Depois de anos de exploração e vastação das florestas ao redor do mundo surge a necessidade de explorar novos materiais, ai surge essa nova experiência.
Leve, flexível, belo, durável e renovável o bambu possui muito potencial. Pode ser utilizado desde pequenos objetos até grandes construções civis.
Se por um lado isso permite uma grande facilidade de trabalho, por outro requer bastante cuidado na manutenção e proteção contra pragas e umidade.
O material é mais utilizado fora do Brasil, como no Japão e na China, mas alguns produtos já são fabricados aqui no país, como são poucos o preço ainda é alto.
Além de ser um material com qualidades para fabricação, o bambu cresce rapidamente e em grande escala, não tendo problema com a renovação do material.
Estamos em uma época de sustentabilidade e esse é o material que abrange todas as necessidades de conforto, beleza e cuidado do meio ambiente.
O bambu fornece mos material do que uma árvore, mas plantá-lo é mais simples e rápido que a madeira, assim tendo uma quantidade considerável de material.
Para alinhar o bambu se perde uma parte considerável, a parte utilizada se chama beneficiado.

Bambu laminado
Para a laminação são utilizados colmos com mais de três anos de idade. Outros parâmetros definidos para a padronização na obtenção das lâminas é a altura útil do colmo, sendo aquela onde a espessura da parede esteja no mínimo entre 8 e 9mm, a menor medida necessária para as operações de processamento, e a posição através da parede do colmo, procurando-se obter um menor desgaste na região da casca, que é mais rica em fibras e mais resistente. A colheita é feita nos períodos de seca e durante a noite, onde tem menos umidade e proporciona mais resistência ao produto.

Processamento do colmo em serra circular destopadeira (a esquerda), máquina serra
circular dupla refiladeira (ao centro) e colmo sendo refilado em ripas (a direita).

http://portal.anhembi.br/sbds/pdf/2.pdf
Full transcript