Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Falar a verdade a mentir

No description
by

Carolina Germano

on 17 June 2017

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Falar a verdade a mentir

Falar a verdade a mentir
Dados sobre a obra
Esta obra é um teato que tem como tema principal comédia as personagens são:
Brás Ferreira - pai de Amália e futuro sogro de Duarte
Amália - Filha de Brás Ferreira e futura esposa de Duarte.
Duarte Guedes - um mentiroso compulsivo, noivo de Amália e sobrinho de Brás Ferreira
General Lemos - um general amigo de pai de Duarte Guedes e amo de José Félix
Joaquina - serva de Amália e namorada de José Félix
José Félix - servo do General Lemos e namorado de Joaquina
Esta peça passasse em Lisboa no teatro Talia pela sociedade particular de mesmo nome em 7 de abril de
Resumo da obra
A peça conta a história de uma filha de um burguês, Amália, e da sua serva, Joaquina, que se vão casar com Duarte Guedes e José Félix, respetivamente. Joaquina veio com o seu senhor do Porto para Lisboa, onde vive José Félix, o que lhes deu a oportunidade de estarem juntos.
Joaquina revela a José Félix que Amália, a filha do seu amo, prometeu que lhe daria um dote de cem moedas quando se casasse. Mas Joaquina disse que havia um problema: Duarte, o noivo de Amália, era um mentiroso compulsivo, e o pai de Amália (Brás Ferreira) disse-lhe que se o apanhasse numa mentira, acabava com o seu casamento. Interessado no dote, José Félix disse a Joaquina que tinham que dizer isso a Duarte, pois senão ele iria ser apanhado, o casamento iria ser cancelado e Joaquina nunca receberia o dote de Amália. Mas demasiado tarde! Duarte já tinha começado a contar mentiras ao pai de Amália, que após algumas histórias extraordinárias, começou a desconfiar dele.
Quando Amália finalmente contou as exigências do seu pai a Duarte, este ficou muito confuso, e começou a confundir as suas mentiras. Numa tentativa de socorrer Duarte, José Félix, fez-se passar por pessoas que Duarte mencionara nas suas mentiras, como por exemplo, Tomás José Marques, Lord Coockimbrook e general Lemos. Mas no fim do dia, o pai de Amália descobriu que o seu futuro genro tinha mentido, apesar das suas mentiras terem acabado por ser verdade. Como agradecimento pela sua ajuda e pela "lição" que ele lhe deu, Duarte oferece um saco de dinheiro a José Félix. Com o "vício" de mentir emendado e com o desejo de José Félix pelo dinheiro satisfeito, a peça acaba assim.
Dados históricos da obra
A obra passasse em Portugal na altura da Revolução Liberal.
Nesta obra a sociedade era estratificada e, demonstra que na época havia muita falsidade e mentiras. José Félix tal como Joaquina faziam parte da classe baixa, mas José Félix era intersseiro. Enquanto que na classe alta estavam presentes o resto das personagens que demonstravam bastante interese pela aparência, muitas das vezes iludidos.
Mostrando-se intersseiro, José Félix disse: "Então, meu caro senhor! eu venho acabar com isto: fazemos ou nao fazemos negócio da sua casa?".
Reflexão histórica sobre o livro
Avalição pessoal
O livro tem este nome porque uma das personagens estava sempre a contar mentiras em vez de dizer a verdade.
É uma obra muito intressante e chama a atenção do leitor.
A frase que nós mais gostámos foi:"Pois olha:tinha uma coisa muito séria para te dizer;mas como tu estás doido,adeus!".
Achámos um livro interessante, pois mostra como é que funcionavam as coisas antigamente e como é que eram as pessoas.
Como a sociedade ainda era estratificada notava-se a desigualdade entre as pessoas, pois no livro existia os que serviam e os que eram servidos.
O livro está historicamente correto e é muito cativador.
FIM
Carolina Germano nº6
Erica Baptista nº9
8ºC
Livros com história...palavras do papel ao digital
professora:Cristina Lourenço
Dados biográficos
João Baptista Silva Leitão de Almeida Garrett nasceu no Porto no dia 4 de fevereiro de 1799 e morreu em Lisboa no dia 9 de dezembro de 1854.
Fundador no Conservatório de Arte Dramática e do Teatro Nacional, no Porto tem uma biblioteca com o seu nome.

Falar a verdade a mentir é um livro da bertrand editora que foi escrito em Portugal ,pelo mesmo,no ano de 1845 e publicado apenas em 1846.

Almeida garrett escreveu otras obras tais como:"Um auto de Gil Vicente";"Viagens na minha terra";"camões",etc.

mdcccxlv
O livro retrata história mas não aparecem figuras históricas conhecidas.
O autor do livro viveu no tempo em que o mesmo foi escrito e este não e um livro autobiográfico.
O livro retrata uma história do ponto de vista da classe alta e é históricamente credível.
Full transcript