Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Pedagogia Crítica

No description
by

Rui Piassini

on 6 April 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Pedagogia Crítica

Pedagogia Crítica
Visão Geral
Esperança Possibilidade

Pensamento
Ação

Compromisso
com o mundo

Participação
ativa
PEDAGOGIA CRÍTICA
Pedagogia Crítica
Neomarxista
Escola de Frankfurt
Identidade ideológica
Pedagogia de esquerda
HABERMAS
Pai da Teoria Crítica
(Ciências Sociais)
B. Fay
Ciência Social Crítica
Alemanha
Bases da Pedagogia Crítica
Univ. Columbia (1934-1950)
- Marcuse
Pedagogia Emancipatória
EUA
América Latina
Movimentos
Reivindicativos
Revolucionários
Brezinca
Pedagogia da
Nova Esquerda
(Alemanha)
Pedagogia
Anglo-Saxônica
Pedagogia Crítica
Escola de Frankfurt
- Horkheimer
- Adorno
- Habermas
BASES
Revolucionária
Transformadora da sociedade
Pedagogia da Libertação
Base marxista
Distante da origem
Modalidade da Pedagogia
de Marx
Crítico
Reflexivo e
Revolucionário
"Desmascarador da ideologia burguesa e lutador contra o capitalismo."
Atualmente
Necessidade de crítica do sistema estabelecido
Contradições da educação
Igualdade
de oportunidades
Só para quem já possuia

Promoção
da classe trabalhadora
Perpetuação dos privilégios
Crítica social do sistema educativo
Crítica marxista
Confusão intencional (Bezinka)
Atualmente
Marxismo
Escola de
Frankfurt

Filosofia Crítica
(neomarxismo)
Pedagogia
Crítica

Pedagogia da
Nova Esquerda
Pedagogia
Emancipatória

Pedagogia da
Libertação
IDEOLOGIA
ALEMANHA
HABERMAS
B.FAY
VISÃO
GERAL

PONTOS
FUNDAMENTAIS

AUTORES
ANGLO-SAXÔNICOS

McLAREN
Horkheimer e Habermas
Pedagogia Crítica
Experiência Hermenêutica
Ciência da Ação
Investigação-Ação
e
Doutrina da Libertação
América Latina
Ciência da Ação
Horkheimer
Ciência e conhecimento
dependem das condições sociais
Adorno
Dialética da
Teoria Crítica
Teoria Prática
Transformação Revolucionária
da realidade
Habermas
Projeto de Conhecimento
Emancipatório
Ciência Crítica
Brezinka
BREZINKA
Tendência
Individualista-Anarquista

Pedagogia Emancipatória

Cidadãos Liberais

Inconsciência do Movimento
Tendência
Coletivista-Totalitarista

Pedagogia
Socialista

Ativistas Socialista

Ações
conscientes
Teoria da Ação Comunicativa
Ser Humano Comunicativo Canaliza a
ação social
Realização Diálogo

Sociedade Transforma
Iniciador de atos
Produto de tradições
culturais
Comunidade

Mentalidade dos indivíduos

Conversação

Problemas
questionamentos
Condições de
validade do discurso
Superação dos interesses egoístas
Base democrática
Competência linguística
DISCURSO PÚBLICO
Gera
Boas normas de comportamento
Impulso para cumprir
Intervenção em caso de descumprimento
Ética Dialógica
Investigação
Participativa
Investigação-Ação
Teologia da
Libertação
Ato comunicativo
Arma da educação emancipatória
Educação
Sujeito de transmissão
Possibilidade de intervenção
Escola
Espaço de criação cultural
Aprendizagem
Processo de intervenção comunicativa
Professor
Facilitador do diálogo

Corrente Estruturalista
Fenômenos sociais condicionam
Impotência do indivíduo
Ambiguidade
Confunde categorias
Racionais Pensamento Princípios/Ideais

Emocionais Ação Operacionais
Novos métodos
científicos
Etnografia
Tradicional

Cultura
geral
Etnografia
Crítica

Pequenos
Grupos

Transformação

Poder e saber
(Foucault)
Estudos
de
Casos
"... tentativa para entender, de uma maneira socialmente responsável, as formas opressivas da sociedade, de tal maneira que esses entendimentos estimulem as pessoas a transformar a sociedade e, por isso, a libertarem-se a elas próprias." p.313
Teoria da Ciência Social Crítica
Teoria do Falso Conhecimento

Auto-interpretação e
autoconhecimento
do grupo é falsa

Explica a superação
Teoria da Crise

Insatisfação

Impossibilidade
de superação
Teoria da Educação

Condições de
superação da
crise
Teoria da Ação
Transformadora

Plano de ação

Isola aspectos Pessoas
sociais que podem Capacitadas
ser mudados
Fases
Fases
Conflito, frafmentação social, crise social, alienação individual e social, tomada de consciência, ilustração, autoformação, auto-organização, transformação social
Três processos:
ilustração, capacitação, emancipação
Para desencadear esse processo:
EDUCAÇÃO
científica, crítica, prática e não idealista
Educador

Reflexão sobre
imperfeições/
possibilidade

Crítica ao
capitalismo

Filosofia
da Práxis

Teoria
aliada ao
ensino
Pedagogia Crítica
Pontos Fundamentais
Pressuposto

Prática Social

Estrutura de poder
e igualdade social
sociedade

Cultura
Hegemônica

Escola

Darwinismo
Social
Escola Crítica
Híbrida e
anfíbia

Fundamento
ético

Acabar com a
marginalização
Dar valor a ideologia alternativa e às culturas

Dotar os alunos de contradiscurso e linguagem de análise
Possibilidade de
visualizar sua condição

Criar programa com a experiência dos menos favorecidos
Como atua a
escola seletiva
Manifesto
Currículo seletivo
Classes altas

Currículos adaptativos
Classes baixas
AUTORES
REPRESENTATIVOS
Nova Sociologia da Educação
Questina o papel da escola e sua influência na reprodução das classes
Currículo Oculto
Teoria da Resistência
Escola como Espaço de
Luta
Contradição
Construção de luzes

Aplle
(EUA)
Paul Willis
(Inglaterra)
Henry Giroux
(EUA)
D. Macedo
(EUA)
Aplle (EUA)
Estudo etnográfico de operários ingleses
Perpetuação de si mesmo
Escola não corrige e perpetua
Resistência de estudantes
Escola como espaço de
transmissão/criação de cultura
Riqueza da cultura popular

Paul Willis
(Inglaterra)
Escola
Esfera pública democrática
Construção da democracia
Professores
Intelectuais transformadores
Comprometidos, ativos
Educação
Definir significado e controlar
Resistência, relações de poder
Conhecimento
Não é científico mas sociológico
Gestão da comunidade
Henry Giroux
(EUA)
Pedagogia Enganosa

Ocultação de verdades

D. Macedo
(EUA)
Pedagogia Crítica
de McLaren
Los Angeles - EUA
Políticas de resistência
Linguagem de esperança
Possibilidade de mudança
Pessimismo Cultural

Seres humanos

Autoconscientes Autoconstituintes

Condições externas

Consciência Inconsciente

Construção do ser
Cultura da resistência

Escolas
Espaços de contradição cultural
Convulsões do capitalismo
Esfera contra-hegemônica
Educação
Fundamento no ser humano e no social
Compaixão, solidariedade

Militância ideológica
Currículo implica postura ideológica
Deve ser explícito
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL
FACULDADE DE EDUCAÇÃO - FACED
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO
MESTRADO E DOUTORADO EM EDUCAÇÃO

DISCIPLINA: TEORIA DA EDUCAÇÃO
PROF. DR. JUAN JOSÉ MOURIÑO MOSQUERA
A PEDAGOGIA CRÍTICA
In: CABANAS, José María Quintana. "Teoria da Educação. Concepção Antinômica da Educação". Porto: ASA, 2002. Capítulo 15.
Acadêmicos: Anthony Fábio Torres Santana
Cristina Furlan Zabka
Dinorá Meinicke
Márcia Villas Bôas
Rui Piassini
Simone Hahn
Porto Alegre, setembro de 2013.
B. Fay
Método Dialético
Teoria Antinómica
Cabanas
Full transcript