The Internet belongs to everyone. Let’s keep it that way.

Protect Net Neutrality
Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

METAIS REFRATARIOS E APLICAÇÕES

No description
by

Ana Luis Guerra Morales

on 11 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of METAIS REFRATARIOS E APLICAÇÕES

E AS SUAS APLICAÇÕES
A definição mais abrangente de metais refratários segundo a engenharia:
São os metais que possuem ponto de fusão acima de 1850ºC. Este ponto de fusão altíssimo é dado pelo fato de que são elementos de transição com a subcamada “d” incompleta.

Quanto às propriedades químicas:
Tem-se que cada metal possui as suas próprias propriedades devido aos diferentes grupos aos quais eles pertencem.
No caso dos grupos VB e VIB
Todos os refratários possuem estrutura CCC.

Pode-se destacar
Formam óxidos facilmente
São relativamente resistentes a ataques ácidos
Tântalo (Ta)
Molibdênio (Mo)
PRINCIPAIS METAIS
Dentro da tabela periódica, está no grupo dos metais de transição.
Ponto de fusão: 3017 °C.
É encontrado na natureza na tantalonita.
É usado para produzir uma série de ligas de alto ponto de fusão.

Metal de transição que possui ponto de fusão a 2623°C.
A principal fonte é o minério molibdenita.
O molibdênio é usado na produção de ligas de alta resistência, que suportam bem temperaturas elevadas e resistem à corrosão.

Nióbio (Nb)
Metal de transição que tem ponto de fusão de 2477°C.
É encontrado em minerais tais como niobita (columbita), niobita, tantalita, pirocloro, e euxenita.
Minerais que contém nióbio geralmente contém também o tântalo.

Tungstênio (W)
Metal de Transição, seu ponto de fusão é 3422°C.
O tungstênio é encontrado nos minerais volframite, scheelite, ferberite, stalzite e hubnerite.

Rhenium (Re)
Metal de Transição que tem ponto de fusão a 3180°C, e é muito raro.
Obtido da molibdenita e na columbita - tantalita.
Extensivamente usado como filamentos em espectrógrafos de massa e em detectores de íons, material de contato elétrico devido a sua boa resistência ao desgaste e a corrosão; termopares que contem ligas de rênio e tungstênio são usados para medir temperaturas de até 2200°C. A estrutura cristalina é do tipo CCC.

Háfnio: (Hf)
Háfnio e Zircônio ocorrem juntos na natureza.
O carboneto, o nitreto e o boreto de háfnio são compostos com pontos de fusão da ordem de 3000 a 4000ºC, dos mais elevados que se conhecem, sendo os dois últimos particularmente bons condutores elétricos a temperatura elevada, o que sugere diversas aplicações de muito interesse, por enquanto ainda pouco divulgadas.

APLICAÇÕES
São necessários para os processos industriais, por exemplo, fornos de fusão em altos-fornos ou moldes de fundição. Eles também são usados ​​na vida cotidiana, tais como revestimento refratário para lareiras.

Principais metais considerados refratários são seis:

METAIS
REFRATARIOS
ANA LUIS GUERRA MORALES
ALEXANDRA REYES LUNA VICTORIA
JAVIER REAÑO PAJARES
JOSÉ RODRIGO GARCÍA QUIROZ
Por sua ductilidade, é usado em aplicações que requerem a conformação, como filamento em lâmpadas incandescentes, até ser substituído pelo tungstênio. Também em material cirúrgico de placas e fios para enxertos cirúrgicos, permutadores de calor, processamento químico e reativos nucleais.
Estas ligas são usadas na construção de peças para aviões e automóveis, escudos de radiação, moldes para processamento de vidro, matrizes de forjamento e extrusão.
Quantidades apreciáveis de nióbio são utilizadas em superligas para fabricação de componentes de motores de jatos, subconjuntos de foguetes, ou seja, equipamentos que necessitem altas resistências à combustão.
O tungstênio é extensivamente usado em filamentos de lâmpadas incandescentes e válvulas eletrônicas e, como eletrodos não consumíveis, (para soldagens do tipo TIG - Tungsten Inert Gás) porque apresenta um ponto de fusão muito elevado e pode ser transformado em fios muito finos.
Também em proteção contra radiações, contrapesos, volantes de inércia.
Fio de rênio é usado em lâmpadas de flash para fotografias.
Todos esses materiais têm em comum, altas densidades e baixa ductilidade a temperatura ambiente.

No Brasil, não foram identificadas ocorrências de rênio em solo brasileiro.
Ele é usado principalmente em engenharia nuclear, por que possui um grande poder de absorção de nêutrons.
O óxido de háfnio é um material refratário de muito interesse, mas o seu preço elevado restringe as aplicações possíveis a algumas cerâmicas, esmaltes e vidros especiais.
Ele é usado com sucesso em ligas com ferro (Fe), titânio (Ti), nióbio (Nb) e tântalo (Ta), além de outros metais.
Também é utilizado em lâmpadas de gás e lâmpadas incandescentes; Submarino atômico.
São caracterizados por ter elevada resistência mecânica em altas temperaturas e por ter uma grande dureza.
Geralmente, são usados para a fabricação de ferramentas de corte, eixos e rolamentos, para lâmpadas de incandescência, revestidos e fuselagem de naves espaciais.
Full transcript