Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A IMPORTÂNCIA DO USO DA FLAUTA DOCE COMO APRENDIZAGEM DA MÚSICA NO ENSINO BÁSICO

No description
by

Sidcléa Cavalcanti

on 30 June 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A IMPORTÂNCIA DO USO DA FLAUTA DOCE COMO APRENDIZAGEM DA MÚSICA NO ENSINO BÁSICO

A IMPORTÂNCIA DO USO DA FLAUTA DOCE COMO APRENDIZAGEM DA MÚSICA NO ENSINO BÁSICO.
Artigo Científico apresentado como requisito parcial à obtenção do grau de Especialista em Metodologia do Ensino de Música, curso de Pós-Graduação em Metodologia do Ensino de Música, IBPEX- Instituto Brasileiro de Pós - Graduação e Extensão S/S Ltda.
Resumo


A presente pesquisa busca investigar como a literatura acadêmica tem discutido a flauta doce utilizada como ferramenta para o ensino da Música. Em minha prática percebi grandes resultados em sala de aula, mas também encontrei dificuldades na inserção do instrumento, pois existiu certa discriminação por sua simplicidade.



Qual o motivo da pesquisa ?

Dificuldades em sala:
A maioria dos estudantes não gostam da flauta;
Os próprios profissionais da área não gostam de trabalhar com a flauta doce, por causa do barulho;
Buscando respostas...


Orff afirma que:

Instrumento melódico - Complementa os outros sons mais percussivos do instrumental;
Usada para introduzir/reforçar a prática da leitura musical intgrada na experiência musical total.Ensinada através de participação ativa, partes independentes (cada um toca uma voz),movimento corporal,etc;
Técnica inicial relativamente fácil não possui embocadura específica. Pequenos movimentos motores levarão ao sucesso;
Treinamento do ouvido. Desenvolve a percepção melódica;
Alternativa musical para não- cantores. Um desafio para alunos do nível elementar avançado;
Preço acessível; (Orffschulwerk, versão 2001)
"Fazer música", na criatividade como expressão do indivíduo.
Hunt tocava flauta transversal e ao entrar em contato com a flauta doce logo percebeu suas possibilidades no campo da educação. A flauta doce, devido à sua construção específica, possibilita emissão de som imediata. Mesmo antes de se aprender a sua técnica, ao entender o uso do diagrama para a produção de um sopro de qualidade, é possível fazer soar, de alguma forma a flauta doce. (PAOLIELLO,2007,p.28).
É necessário também citar a educadora Ilma Lira, que, além de concordar com os elementos citados anteriormente, chama atenção da prática em conjunto utilizando a flauta doce. A autora fala que no momento da prática em conjunto os alunos poderão corrigir diferença de altura ao ouvir sons simultâneos, utilizando digitações alternativas. (Lira in Silva, 2009, p.18).
Uma forma de conscientizar o estudante é falando da origem do instrumento.



A flauta doce teve seu apogeu como instrumento artístico de início na Itália, renascença, e depois no barroco. Na renascença com a sua utilização em conjuntos, e no barroco tem seu apogeu como instrumento solista.
E ainda o professor e flautista Edgar Hunt afirma:

O instrumento brilhou muito popular até imediatamente antes de ser substituída pela flauta transversa e chegou a conviver com ela por algum tempo até ser de fato substituída pela flauta transversa por cerca de um século e meio. Muitos instrumentistas possuíam e tocavam as duas flautas, assim como os compositores compunham para ambas. Com o nascimento da orquestra clássica, os compositores procuravam instrumentos com maiores recursos dinâmicos e assim começa o declínio da flauta doce perante o transverso; por volta de 1750, a flauta doce praticamente desaparecia do repertório de qualquer compositor (Hunt, 1977, p.57 apud Paoliello, p.17).
A EDUCAÇÃO MUSICAL NO ENSINO BÁSICO
A FLAUTA DOCE
É de conhecimento dos educadores musicais que o objetivo do ensino da música nas escolas regulares é diferente do ensino da música nas escolas específicas, pois enquanto uma deseja usar a educação musical como ferramenta para o desenvolvimento social e cognitivo do indivíduo, outra visa ensinar para a formação de músicos; isso pode conduzir a um determinado pensamento: se um instrumento for adotado nas aulas de música de uma escola de ensino básico, o educador deve limitar sua abordagem ao ensino prático, já que o indivíduo não vai ser músico? Então pra que aprender um instrumento? E no caso da flauta doce, como ela deve ser ensinada para os estudantes?
Instrumento musical ou brinquedo?
POR QUE A FLAUTA DOCE E NÃO OUTRO INSTRUMENTO ?
A flauta doce é um dos instrumentos mais acessíveis de ser trabalhado e é capaz de estimular os alunos a desenvolverem o gosto musical de forma mais rápida, uma vez que os alunos podem aprender a executar melodias em um prazo mais relativamente curto (Machado, 2005).


(...) É possível fazer música em grupo desde estágios iniciais. Os professores têm apenas que ter em mente que estes grupos devem ser pequenos (5 – 6 crianças em cada um), para que possa observá-las e dar a ajuda individual necessária (corrigindo problemas de dedilhado, emissão do som, articulação, etc.) e para controlar problemas de afinação, especialmente quando as flautas são de diferentes fabricantes e precisam ser afinadas entre si (Lira, 1984, p.54).


A PRÁTICA NA SALA DE AULA

SIDCLÉA CAVALCANTI
Full transcript