Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A Civilização Romana

No description
by

Eva Constâncio

on 4 March 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A Civilização Romana

A Civilização Romana
A Civilização Romana teve origem com a fundação da cidade de Roma. A expansão de Roma começou a verificar-se com a implantação da República no século V a.C..
Foi nos séculos III e II a.C. que os Romanos conquistaram Sicília, a Península Ibérica, o Norte de África, a Grécia e os reinos helenísticos. Já entre o século I a.C., os Romanos conquistaram a Gália, o Egito, a Britânia e a Dácia.
A Romanização dos povos conquistados foi em primeiro assegurada por um exército discilplinado que impunha a Pax Romana entre das suas fronteiras.

Diferentes Fatores:
ECONOMIA, SOCIEDADE E PODER IMPERIAL
Os Romanos eram politeístas, ou seja, admiravam diversos deuses. Estes adotaram variados Deuses Gregos, mudando-lhes os nomes ,mas mantendo sempre os seus atributos.
O culto público era feito nos templos com sacrifícios e orações. O culto familiar era feito em casa, sempre em honra dos Deuses, protetores do lar. Faziam, ainda, o culto ao imperador.
O Mediterrâneo nos séculos I e II
Fatores de Romanização
Latim
Era a língua oficial de todos os povos do Império.
Algumas palavras portuguesas derivam de algumas palavras latinas.
Direito
Era o conjunto de leis aplicadas a todos os povos do Império.
Estas só podiam ser aplicadas com ordens do Imperador.
Administração
Era responsável pelo funcionamento das Instituições dos povos Romanos.
A formação de colónias vindas de diversos povos de Itália serviu para consolidar o poder nas várias regiões conquistadas. Foram, ainda divididas em províncias as cidades com mais importância foram elevadas à categoria de munícipos.

Rede de estradas e pontes
Eram as estradas e as pontes que faziam ligação entre os povos romanizados e Roma, porque facilitavam a circulação das pessoas, de mercadorias e de algumas ideias.
Obras públicas
As principais obras públicas construídas eram as seguintes: teatros, templos, termas, fóruns, arcos de triunfo e sistemas de saneamento.
Estas construções alteraram o modo de vida das pessoas.
Direito de cidadania
O Direito de Cidadania foi concedido em 212 d.C. pelo o Imperador Caracala, a todos os Homens livres do Império independentemente da sua origem.
Com a expansão romana desenvolveu-se um intenso tráfego comercial entre todo o Império. Este só foi possível devido à existência de rotas terrestres, marítimas e fluviais. Com isto a economia romana passou a ser uma economia urbana, comercial e monetária.

Desenvolvimento da Economia Romana
Organização da Sociedade Romana
A sociedade Romana era hierarquizada e estratificada. Podia, ainda, existir mobilidade social, se um indíviduo se torna-se rico ou pobre.
A seguinte figura mostra-nos os elementos da sociedade Romana.
Caracterização do poder Imperial
O Imperador detinha um apoder absoluto, pois todos os poderes se concentravam nele. O imperador era o comandante supremo do exército e supremo sacerdote. Tinha o direito de veto sobre as decisões tomadas pelo Senado, poder executivo, legislativo e judicial.
A figura representa o primeiro Imperador Romano, Octávio César Augusto.
Os Romanos eram muito originais na pintura moral (frescos), decorando alguns edifícios luxuosos. nas suas pinturas eram utilizavam variadas cores vivas, jogos de luz e a sombra e a perspetiva, causando a impressão de profundidade m certas cenas.
Muitas vezes, a pintura era representada por animais, paisagens ou até mesmo a vida do quotidiano. Pintavam, ainda, retratos que representavam com perfeição as feições do rosto, a expressão dos olhos e o movimento do cabelo.
Cultura e religião Romana
Arquitetura romana
A Arte Romana foi influenciada pelos Gregos. Porém, a arquitetura manifestou alguns elementos originais e inovadores. Assim como os seguintes:
A monumentalidade, robutez e durabilidade das construções;
O carácter prático e utilitário;
O uso do Arco de Volta Perfeita, da abóbada de berço e da cúpula;
A decoração requintada e imaginativa.
O Urbanismo
O Urbanismo diz respeito à construção e organização das cidades.
O Império Romano, contava com mais de mil cidades, estas que seguiram o modelo de Roma na organização dos espaços Urbanos. O fórum, centro da cidade reunia os principais edifícios públicos como os templos, os tribunais, entre outros.
Pintura Romana
Exemplos:
Retrato
Paisagem
Escultura
As esculturas dos Romanos eram muito perfeitas, realistas e criativas.
Os relevos históricos, decoravam sarcófagos, arcos de triunfo e colunas comemorativas de campanhas militares.
Pondo isto, podemos afirmar que a Civilização Romana foi uma cultura de síntese greco-latina.
Exemplos:
Relevos Históricos
Arco de Triunfo
O Cristianismo
No tempo de Octávio César Augusto nasceu em Belém, na Palestina, Jesus Cristo, o fundador de uma nova religião monoteísta , o cristianismo.
A originalidade da mensagem
de Cristo
A doutrina cristã era original e inovadora, pois o seu carácter ecuménico falava da iguldade entre os seres humanos.
a igualdade entre os seres humanos, sem distinguir ricos de pobres
o amor de Deus e ao próximo
a esperança na salvação e na vida eterna para todas as pessoas e o perdão para os arrependidos
a justiça, a paz, a tolerância e a renúncia aos bens terrenos
princípios do cristianismo

Como se difundiu o cristianismo
O cristianismo propagou-se rapidamente por todo o Império Romano.
a defesa da igualdade social prometida a todos os grupos sociais oprimidos
os elemenos de união cultural do Império, tais como o latim, leis e a admistração
a facilidade de circulação de pessoas e ideias no Império Romano devido a uma boa rede de estradas
a dispersão dos Judeus por todo o Império, alguns recetivos à mensagem cristã
razões da difução do cristianismo
Afirmação do cristianismo no Império Romano
Os cristãos foram perseguidos pelas autoridades romanos, entre os séculos I e III, por se se recusarem a prestar culto ao imperador e a integrar o exército.
A mensagem cristã de igualdade, fraternidade, caridade e humildade, entrava em choque com a sociedade imperial, fortamente com a hierarquização e com a esclavagistação.
Jesus Cristo
Trabalho realizado por:
Eva Constâncio, nº 9;
Maria César, nº 16;
7ºG
Full transcript