Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A reprodução dos vírus

No description
by

Luiza Candido Malburg

on 26 August 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A reprodução dos vírus

A reprodução dos vírus
Como os vírus nao têm
células, eles não têm metabolismo
próprio, por isso necessitam entrar em uma célula
hospedeira para se
reproduzirem
Lítico
O vírus insere o seu material genético no da célula hospedeira, passando a dominar o seu metabolismo e causando por final sua destruição. Outra característica desse tipo de reprodução é fato de que os sintomas de doenças aparecem imediatamente.
Lisogênico
O vírus insere seu material genético na bactéria ou na célula hospedeira, onde o seu DNA incorpora-se ao DNA da célula infectada.
Ou seja, o DNA viral torna-se parte do DNA da célula infectada.
São considerados parasitas intracelulares obrigatórios
O objetivo do vírus é
introduzir de "qualquer
maneira" seu material genético no interior da célula, para que ele possa comandar o metabolismo da mesma em favor da sua própria reprodução
Bacteriófago
Possui uma cápsula protéica complexa (capsídeo), podendo ser dividida em 2 partes, cabeça e cauda(formada de fibras protéicas e usada pra se ligar a célula hospedeira)
Ciclo lítico e lisogênico
No ciclo lítico, o DNA do vírus passa a comandar o metabolismo, onde a célula hospedeira é destruída. Já no lisogênico, ele não interfere no metabolismo, fazendo com que o hospedeiro seja preservado.
Etapas:
1.
Adsorção: fase em que ocorre o reconhecimento
e a fixação do vírus à célula ( o vírus prende-se na célula hospedeira).

2.
Penetração: a partícula libera suas instruções genéticas no interior da célula hospedeira (DNA).

3.
Síntese: o vírus começa a determinar/ comandar o metabolismo da célula. Onde é nesse processo, que as enzimas da célula hospedeira passam a ser empregadas na produção de partículas virais (proteínas e material genético).


4.
Montagem: os componentes dos vírus que foram produzidos na etapa anterior são organizados para constituir novos parasitas.

5.
Liberação: os inúmeros vírus formados na montagem formam uma enzima viral denominada lisozima, que provoca a ruptura
da célula hospedeira ( processo lise celular). Assim com a destruição, os vírus se libertam e passam a infectar imediatamente as células vizinhas, onde reiniciam
o ciclo.
Estrutura da lisozima
A célula infectada continua suas operações normais, e durante o processo de divisão celular, o material genético da célula, junto com o do vírus que foi incorporado, são duplicados e divididos entre as células-filhas, assim, a célula infectada transmite o vírus sempre que passa pelo processo de divisão celular
Referências
http://www.infoescola.com/biologia/ciclo-lisogenico/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ciclo_lisog%C3%AAnico
http://www.suapesquisa.com/cienciastecnologia/virus.htm
http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/virus/imagens/virus37.jpg
http://www.fcfar.unesp.br/alimentos/bioquimica/imagens/lisozima.png
http://www.brasilescola.com/biologia/reproducao-dos-virus-dna.htm
http://www.infoescola.com/biologia/ciclo-litico/
http://www.slideshare.net/andreapoca/vrus-biologia

Gabriela Lunardelli Nº14
Luiza Candido Malburg Nº 26
1ºB
Full transcript