Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

" O Jantar dos Gouvarinho"

No description
by

Carolina Pereira

on 3 April 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of " O Jantar dos Gouvarinho"

Capítulo XII
Personagens
Afonso da Maia
Carlos da Maia
Conde e Condessa de Gouvarinho
Craft
Dâmaso
Ega
Maria Eduarda
Sousa Neto
" O Jantar dos Gouvarinho"
Cap. XII , "Os Maias" de Eça de Queirós
"Os sentimentos mais genuinamente humanos logo se desumanizam na cidade. "
de Eça de Queirós
Regresso de Ega ao Ramalhete;

Jantar na casa dos Gouvarinho;

Referência ao romance de Carlos e MªEduarda;

Conversa sobre a literatura Inglesa;

Carlos beija Mª Eduarda pela primeira vez.
Jantar em casa dos Gouvarinhos
Objetivos;

Personagens Intervenientes;

Sousa Neto;

Condessa;

Conde;

A Mulher na sociedade


A "estreiteza" de pontos de vista do conde de Gouvarinho
"E era esta a vantagem de Lisboa, disse logo o conde, o conhecerem-se todos de reputação, o poder-se ter assim uma apreciação mais justa dos carateres. em Paris, por exemplo, era impossível, por isso havia tanta moralidade, tanta relaxação..."
"- País de grande prosperidade, a Holanda....em nada inferior ao nosso...já conheci mesmo um holandês que era excessivamente instruído..."
"...Mas temos grandes glorias; o Infante D. Henrique era de primeira ordem; e a tomada de Ormuz é um primor...(...) não há hoje colónias nem mais suscetiveis de riqueza, nem mais crentes no progresso, nem mais liberais que as nossas."
A ignorância e falta de inteligência de Sousa Neto - diálogo com Ega sobre as supostas teorias de Prodhon sobre o amor e a literatura Inglesa.
"Não sabia...que esse filósofo tivesse escrito sobre assuntos escabrosos!"
"Encontra-se por lá, em Inglaterra, desta literatura amena, como entre nós, folhetinistas, poetas de pulso?"
A incompetência dos políticos
O Conde de Gouvarinho já tinha passado por vários ministérios;
Sousa Neto era o oficial superior da instituição pública, mas não tinha ouvido falar de figuras notáveis da literatura e filosofia da época.
Full transcript