Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

2s-l3-port-mod10

No description
by

Ana Marques

on 25 September 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of 2s-l3-port-mod10

Veja a charge ao lado... Veja:
“A vida aceitou o corpo”.
“O menino aceita Coca-Cola”.

Os sujeitos das orações “a vida” e o “menino” praticam as ações verbais. “A vida aceitou” / “O menino bebe”

Agora observe:
O corpo foi aceito pela vida.
A Coca-Cola foi bebida pelo menino.

Percebe-se que apesar de não haver mudança de sentido, os sujeitos “o corpo” e a “Coca-Cola” nos exemplos acima receberam a ação expressa pelo verbo. Houve nos verbos, uma flexão de voz. As vozes verbais indicam a forma como o sujeito e o verbo se relacionam. São elas: Quando o verbo expressa um fato praticado pelo sujeito.
Ex.: O menino monta a miraculosa máquina de brincar. Ativa Quando o sujeito sofre a ação expressa pelo verbo.
Ex.: A miraculosa máquina de brincar é montada pelo menino.

A voz passiva admite duas construções diferentes:
Voz Passiva Analítica
Formada com os verbos ser, estar, e, às vezes, ficar como verbos auxiliares, seguidos do particípio do verbo principal.
Ex.: Dez minutos de vida já foram enfrentados pelo recém-nascido.

Voz Passiva Sintética
Formada com o verbo acompanhado do pronome passivador se:
Ex.: Enfrentaram-se dez minutos de vida. Passiva Quando o sujeito pratica e recebe a ação verbal.
Ex.: “Minha estrela não se apagou”
Eu me machuquei.

Observe que o verbo na voz reflexiva vem acompanhado do pronome reflexivo.
Pafúncio e Clotilde se amam.

A ação indica que um ama o outro. Que o ser que pratica ação em outro ser, desse outro ser sofre a mesma ação – é a voz reflexiva com valor recíproco. Reflexiva Como transformar a voz ativa em passiva e vice-versa? Conversão das vozes verbais: Primeiro passo a ser dado é observar o verbo:
1. Somente verbos transitivos diretos podem ser passados para a voz passiva.
2. Depois, transforme o objeto direto em sujeito.
3. Em seguida, conjugue o verbo auxiliar (ser, estar, ficar) nos mesmos tempo, modo e pessoa que o verbo principal estiver conjugado na voz ativa.
4. Coloque o verbo principal no particípio. O menino bebe Coca-Cola. Veja: Passando para a voz passiva analítica: o sujeito é agente
verbo na voz ativa OD O menino bebe a Coca-Cola. A Coca-Cola é bebida pelo menino. sujeito OD OD
Transformado
em sujeito. O sujeito na voz ativa
vira agente da voz passiva. verbo ser conjugado no
mesmo modo tempo e pessoa do principal na voz ativa (é) + particípio do verbo principal (bebida) Obs: Não confunda voz passiva com passividade.
Ex.: Pafúncio levou uma mordida.
O verbo levar está na voz ativa, pois tem sujeito agente, verbo e objeto. Passando da voz passiva analítica para a voz passiva sintética:

Como o próprio nome diz, o sujeito tanto na voz passiva analítica quanto na voz passiva sintética, é paciente.
A diferença é que na analítica há dois verbos (auxiliares + principal) e na sintética, apenas o verbo flexionado + pronome apassivador se.
Para fazer a conversão, basta substituir os dois verbos que constituem a voz passiva analítica pelo verbo principal, seguido do pronome apassivador se.

Ex.: A Coca-Cola é bebida pelo menino.


Bebe-se a Coca-Cola.


Note que o sujeito vem depois do verbo e que o praticante da ação verbal “pelo menino” – desaparece. Voz passiva analítica pronome
apassivador Mesmo Tempo Verbal sujeito Somente os verbos transitivos diretos podem passar para a voz passiva.
Exceção: Os verbos obedecer e desobedecer, apesar de serem transitivos indiretos, admitem voz passiva.

Obedeço aos meus pais
Meus pais são obedecidos por mim.

O verbo manteve a antiga possibilidade de passar para a voz passiva porque ele era transitivo direto.
Nas passagens voz ativa – passiva, passiva analítica, sintética ou vice-versa, o tempo original do verbo deve ser mantido.
No caso do verbo ser transitivo direto e indireto, somente o objeto direto passa a ser sujeito.

Ex.: O pai deu o refrigerante ao menino.


O refrigerante foi dado ao menino pelo pai. Para não esquecer! OD OI Sujeito VOZES VERBAIS ATIVIDADES QUESTÃO 1 QUESTÃO 2 QUESTÃO 3 QUESTÃO 4 QUESTÃO 5 Passe as frases abaixo para a voz passiva analítica:
a) Contam-se mentiras horríveis.
b) Constroem-se casas populares.
c) Descobriram-se novos remédios contra o câncer.
d) Pelo olhar se conhece a pessoa. Leia o trecho de notícias retiradas do Jornal O Globo:

“Mais de 20 pessoas que foram ouvidas pelo delegado informaram
que, realmente, os policiais submeteram os presos a
duros castigos.”

“O Oceanário de Lisboa foi Construído no cais da cidade.”

“Assim como não se percebe o perigo que representa Chávez,
não se percebem todos os sinais que estão sendo dados para
a internacionalização da Amazônia.”

a) Retire todas as orações que estão na voz passiva do primeiro
e do segundo trecho das reportagens e passe-as para voz
ativa.
b) Coloque todo o trecho da terceira reportagem na voz passiva
analítica. (CESGRANRIO) Aponte a frase como erro na mudança da voz
verbal.
a) Que você compre o jornal.
Que o jornal seja comprado por você.
b) És amada por ela.
Ela te ama.
c) Rasgaram a revista.
A revista foi rasgada por eles.
d) O operário tinha derrubado a casa.
A casa tinha sido derrubada pelo operário. (FMU) Leia a seguinte passagem na voz passiva: “O receio é
substituído pelo pavor, pelo respeito, pela emoção...” Se passarmos
para a voz ativa, tem-se:
a) O pavor e o respeito substituíram-se pela emoção e o
receio.
b) O pavor e o receio substituem a emoção e o respeito.
c) O pavor, o respeito e a emoção são substituídos pelo receio.
d) O pavor, o respeito e a emoção substituem-se.
e) O pavor, o respeito e a emoção substituem o receio. (UF – UBERLÂNDIA) Assinale a frase que não está na voz passiva:

“Esperavam-se manifestações de grupos radicais japoneses de
esquerda e de direita...”

a) “Foram salvos pelo raciocínio rápido de um agente do
serviço secreto...”
b) “Vocês se dão pouca importância nessa tarefa.”
c) “Documentos inúteis devem ser queimados em praça
pública.”
d) “Devem-se estudar estas questões.” Passando as frases apresentadas para a voz passiva analítica, têm-se:
a)Mentiras horríveis são contadas.
b) Casas populares são construídas.
c) Novos remédios contra o câncer foram descobertos.
d) A pessoa é conhecida pelo olhar. a) Retirando todas as orações que estão na voz passiva do primeiro e do segundo trecho das reportagens e passando-as para voz ativa, têm-se:

1ª frase:
Voz Ativa: O delegado ouviu mais de 20 pessoas.
Voz Passiva: “Mais de 20 pessoas que foram ouvidas pelo delegado...”

2ª frase:
Voz Ativa: Construíram o Oceanário de Lisboa no cais da cidade.
Voz Passiva: “O Oceanário de Lisboa foi construído no cais da cidade”.

b) Transformando todo o trecho da terceira reportagem na voz passiva analítica, tem-se:

“Assim como não é percebido o perigo que representa Chávez, não são percebidos todos os sinais que estão sendo dados para a internacionalização da Amazônia”. A frase em que se observa erro na mudança da voz verbal encontra-se na alternativa C (Rasgaram a revista. / A revista foi rasgada por eles.). A alternativa que apresenta a transformação adequada da frase para a voz ativa é a letra E (O pavor, o respeito e a emoção substituem o receio.). A frase que não está na voz passiva, encontra-se na alternativa B (“Vocês se dão pouca importância nessa tarefa.”) isso porque tal oração é um exemplo de voz reflexiva.
Full transcript