Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Novas ferramentas para uso em ensino e pesquisa

Prof.ª Zilma Reis - Coordenadora do CINS | Design: Dimitri Santos - Webdesigner CINS | CINS - Centro de Informática em Saúde da Faculdade de Medicina - www.medicina.ufmg.br/cins
by

Dimitri Santos

on 17 January 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Novas ferramentas para uso em ensino e pesquisa

Impacto do treino simulado em obstetrícia

EndNote
Google Drive

SOFTWARES ESTRATÉGICOS

Crie grupos
Moodle
Dropbox
Ligas
Grupos de pesquisa


REDES SOCIAIS

Exercite a realidade em ambientes simulados
MedQuest
Prontuário eletrônico


MODELAGEM

QP: Dor em abdome superior há um mês

A.L.S, sexo feminino, 25 anos, secretária, G2Pn1A0,idade gestacional de 14 semanas e 2 dias ,queixa-se de dor em abdome superior, em cólica, em barra, irradiada para o dorso,há um mês, associada a náuseas e vômitos, acentuada pela alimentação. Relata aumento das dores há três dias. Relata episódio de colúria e icterícia há dois meses, com resolução espontânea. Nega febre,confusão mental ou calafrios. Nega perdas vaginais. Nega episódios anteriores. Nega comorbidades ou alergias medicamentosas. Nega tabagismo,etilismo,cirurgias. Uso de analgésicos.


CASO CLÍNICO

Brinque
Quizz
Imagem da semana


GAMIFICATION

O treino em simulação

Conceitos e proposta

Aquisição de novas competências para pesquisa
Pesquisa em ambiente simulados
Novas habilidades em tecnologias invadoras
Experimentar os erros o mais precocemente possível
Apropriação de conteúdos múltiplos e visão crítica
Capacidade de trabalho em equipe multidisciplinar


Aproximação das grandes áreas da ciência

Estimule a aprendizagem e o respeito pelo profissional de saúde
PET-Saúde
Ensino do básico na atenção básica


PRÁTICAS INTERDISCIPLINARES

Qual o exame de imagem mais indicado para avaliação dessa paciente no momento?

Radiografia abdominal

Ultrassonografia abdominal

Tomografia Computadorizada

Ressonância Magnética


QUESTÃO


- Processo inflamatório agudo do pâncreas

- Forma leve, autolimitada, com edema discreto do pâncreas

Forma grave, com hemorragia extensa e necrose do órgão

Causas: obstrutivas, por toxinas ou drogas, pós – traumáticas, metabólicas, infecciosas, idiopáticas, entre outras etiologias menos frequentes.

PANCREATITE AGUDA

A partir da história clínica e da epidemiologia, qual seria a causa mais provável da Pancreatite da paciente?

Uso abusivo de álcool

Úlcera péptica penetrante

Obstrução ductal por cálculos biliares

Pancreatite idiopática


QUESTÃO


PA: 100X70 mmHg
FC: 70 bpm
FR: 18 irpm

Ao exame, estado geral regular,bem orientada no tempo e no espaço, corada, hidratada, eupnéica, afebril, anictérica.
AR: sons respiratórios normais, sem ruídos adventícios.
Abdome: globoso, flácido, estrias gravídicas, ruídos hidroaéreos presentes, doloroso à palpação profunda em abdome superior, sem defesas. Ausência de massas ou de sinais de irritação peritoneal. Murphy positivo
Sinais de Giordano, Lasègue, Homans e Cacifo negativos.


EXAME FÍSICO

http://www.youtube.com/watch?v=1zB-5ASFqm0

Ensinando com o confronto
Provoque
Exemplo: vídeo “O Renascimento do Parto”


APRENDIZAGEM ATIVA

Issenberg et al. 2005 McGaghie et al., 2006

É seguro para o aluno
Permite rever e discutir os erros
Permite controle do ambiente (graus de dificuldade)
Mecanismo de prática repetitiva
O ambiente de ensino encoraja a aprendizagem
Simula situações diferentes com reprodutibilidade
Preparar melhor o aluno para s cenários reais
Resultados são tangíveis (metas)
Contorna questões éticas: paciente para ensino

Vantagens dos simulares no ensino médico

Aprendizagem e pesquisa em simulação:
Experiência concreta e ativa
Repetição / acerto / erro
Observação e reflexão
Formação de conceitos abstratos
Auto-direcionamento
Situações raras, de risco, constrangedoras
Ética


AMBIENTES DE SIMULAÇÃO

Ensinando e fazendo melhor
Ambientes de simulação
Aprendizagem ativa
Gamefication
Modelagem da realidade
Redes sociais
Softwares estratégico (bibliográficos)
Práticas interdisciplinares


AS 7 PÉROLAS TECNOLÓGICAS PARA O ENSINO E PESQUISA MÉDICA

CONTEXTO DOS CENÁRIOS ATUAIS

O Alcance da expertise (Ericsson KA, 2007)
Repetição intensa de uma habilidade
Avaliação adequada da performance
Feedback informativo específico (erros)
Ambientes diversificados
Educação continuada

//

A partir da história clínica e da epidemiologia, qual seria a causa mais provável da Pancreatite da paciente?

Uso abusivo de álcool

Úlcera péptica penetrante

Obstrução ductal por cálculos biliares

Pancreatite idiopática


QUESTÃO

Acadêmicas:
NAYARA MELO
RAQUEL RODRIGUES
Zilma Reis

QUIZ EM PROPEDÊUTICA COMPLEMENTAR

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS
FACULDADE DE MEDICINA
DEPARTAMENTO DE PROPEDÊUTICA COMPLEMENTAR


Treino de habilidades

Tomada de decisões

Cenários de parto

Encontro dos professores do GOB
UFMG – Nov/2013
Novas ferramentas para uso em pesquisa e ensino
Prof.ª: Zilma Reis
Design: Dimitri Santos
CINS – Faculdade de Medicina da UFMG
Habilidades/Treinamento
Ensino em Ambientes Simulados
Aprender com a Realidade
Apropriação dos Conteúdos e Visão Crítica
Capacidade de Trabalho em Equipe de Saúde
Aprender a Resolver Problemas
Uma mudança de Paradigma no Ensino Médico
Aquisição de competências médicas
Aprendizagem do Adulto
Porque Aprender?
Resolver Problemas
Envolvimento Ativo no Processo
Diversidade e Confronto
Respeito à Experiência Prévia
Princípios da Andragogia
Brian et al, 2008
Contexto dos Cenários Atuais
O Alcance da Expertise
Ericsson KA, 2007
Repetição Intensa de uma Habilidade
Avaliação Adequada da Performance
Feedback Informativo Específico (erros)
Ambientes Diversificados
Educação Continuada
Aproximação das
Grandes Áreas da Ciência

Aquisição de Novas Competências para Pesquisa
Pesquisa em ambientes simulados
Novas habilidades em Tecnologias Inovadoras
Experimentar os erros o mais precocemente possível
Apropriação de conteúdos múltiplos e
Visão Crítica
Capacidade de trabalho em Equipe Multidisciplinar
AS 7 PÉROLAS TECNOLÓGICAS PARA O ENSINO E PESQUISA MÉDICA
Ambientes de Simulação
Aprendizagem Ativa
Gamefication
Modelagem da Realidade
Redes Sociais
Ensinando e Fazendo Melhor
Softwares Estratégicos (bibliográficos)
Práticas Interdisciplinares
Ambientes de Simulação
Aprendizagem e Pesquisa em Simulação
Experiência Concreta e Ativa
Repetição / Acerto / Erro
Observação e Reflexão
Auto-direcionamento
Ética
Formação de Conceitos Abstratos
Situações Raras, de Risco, Constrangedoras
Conceitos e Proposta
Simulação é um processo instrucional que substitui o paciente real por modelos artificiais, atores vivos ou realidade virtual
(Gaba, DM 2004)
Manequins
Técnicas
Treinamento em software
Roleplay
Modelos com Erros
Feedback
Debriefing
Simples
Semi-robotizados
Robotizados
Cenários de Parto
Tomada de Decisões
Treino de Habilidades
Vantagens dos Simuladores no Ensino Médico
É seguro para o aluno
Permite ver e discutir os erros
Permite Controle do Ambiente
(Graus de Dificuldade)
Mecanismo de Prática Repetitiva
O Ambiente de Ensino Encoraja o Aprendizado
Simula Situações Diferentes com Reprodutibilidade
Prepara melhor o aluno para Cenários Reais
Resultados são Tangíveis
(metas)
Contorna Questões Éticas
(paciente para ensino)
Impacto do Treino Simulado em Obstetrícia
Melhora autoconfiança
(Gardner R, Raemer DB., 2008)

Treino de distócia de ombros - Redução da mortalidade neonatal de 9,3% para 2,3%
(Draycott et al., 2008 )

Redução de mortes evitáveis e custro-efetividade dos simuladores obstétricos
(metanálise)

Treino multiprofissional em emergência obstétrica é efetivo na prevenção de erros
(Merien, AE et al., 2010)

Chaves para sucesso: treino de equipes, treinar todo o staff, simuladores de alta fidelidade, incentivo institucional
(Crof, JF et al., 2011)
Treino em Simulação
Preparação
Execução
Avaliação
Criação de roteiros:
Resumo do caso
Objetivos do aprendizado
Check list de materiais e equipamentos
Tempo necessário
Treinamento de instrutores
Apresentação do facilitador, monitores
Explicitação dos objetivos
Apresentação do caso
Designação das funções
Resumo do que aconteceu
O que a equipe fez bem
O que faria melhor
Como fazer melhor da próxima vez
Diagnósticos diferenciais
Aprendizagem Ativa
Ensinando com Confronto
Gamefication
Brinque
Quizz
Imagem da Semana
Modelagem
Exercite a realidade
em ambientes simulados
MedQuest
Prontuário Eletrônico
Redes Sociais
Crie Grupos
Moodle
Dropbox
Ligas
Grupos de Pesquisa
Softwares Estratégicos
EndNote
Google Drive
Práticas
Interdisciplinares
Estimule a aprendizatem
e o respeito pelo
profissional de saúde
PET-Saúde
Ensino do Básico na Atenção Básica
Conheça o novo site do CINS em
www.medicina.ufmg.br/cins
Obrigado por sua atenção!
Prof.ª: Zilma Reis
zilma.medicina@gmail.com
Design: Dimitri Santos
dimitribsn@gmail.com
CINS – Faculdade de Medicina da UFMG
Full transcript