Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Conhecimento científico e conhecimento comum

No description
by

Luis Pinto

on 17 March 2018

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Conhecimento científico e conhecimento comum

Tipos de Conhecimento
Conhecimento Vulgar ou Senso Comum
Conhecimento Científico
Conhecimento Vulgar ou Senso Comum
O conhecimento vulgar é o tipo de conhecimento que vamos acumulando no nosso dia-a-dia. Trata-se de um conhecimento intuitivo, espontâneo, de tentativas e erros que construímos na nossa vida diária. Sem esse conhecimento seria muito complicado de viver.
Quando alguém reclama com problemas no fígado é aconselhado a beber chá de boldo, sem no entanto conhecer nenhum estudo farmalógico.
Características
São
subjetivos,
isto é, exprimem sentimentos e opiniões individuais e de grupos, variando de uma pessoa para outra, ou de um grupo para outro;
São
generalizadores
, pois tendem a reunir numa só opinião ou numa ideía coisas e fatos julgados semelhantes.
São
qualitativos
, pois as coisas são julgadas pelas pessoas como grandes ou pequenas, doces ou azedas, quentes ou frias, etc,.

Para aprender a atar os sapatos não é preciso efetuar uma investigação metódica, basta a experiência de vida.
Conhecimento Científico
O conhecimento científico diz respeito ao conhecimento da realidade, ou seja, encontra factos plausíveis para os fenómenos que ocorrem no mundo.
Os acontecimentos são sempre analisados, verificados em laboratórios ou em outras condições
A ciência permite prever e antecipar fenómenos, como a meteorologia que previne tempestades

De outra forma, como se poderia descobrir a temperatura média de um planeta tão distante como Mercúrio? Como é que a simples experiência de vida podia permitir a descoberta de que a luz do Sol leva 8,33 minutos a chegar à Terra?
Características
A

objetividade
- é a qualidade do conhecimento que não é dependente da opinião ou de avaliação pessoais.
A
Racionalidade
- tem a ver com a atividade da razão no desenvolvimento das conclusões científicas. A atividade da ciência depende cada vez menos dos dados recolhidos pelos sentidos e cada vez mais de uma elaboração racional, socorrendo-se de instrumentos lógicos e matemáticos, bem como de maquinaria sofisticada que correspondem à materialização de teorias.
A
positividade
- Esta significa que o conhecimento está essencialmente sujeito aos factos e ao controlo destes, logo não depende das opiniões pessoais, mas de factos.
A
Revisibilidade
- consiste na constatação de que os conhecimentos científicos nunca são definitivos, estão sujeitos a uma constante revisão, seja para os aperfeiçoar, seja para os afastar. Só os dogmas religiosos é que se apresentam sob uma forma definitiva, não aceitando qualquer tipo de contestação, apoiando-se autoritariamente na tradição.
Na actividade científica não se utiliza os sentidos, os factos existentes sem a intervenção do Homem, são objectos construídos pelas teorias e instrumentos que a ciência utiliza.
A realidade que a ciência e os cientistas nos oferecem está, deste modo, afastada da Natureza que nos cerca e atinge os nossos sentidos;
A constituição da história enquanto ciência teve que ultrapassar obstáculos epistemológicos.

A construção do objecto cientifico e o exemplo da história ciência
Na Idade Média os teólogos e filósofos de formação religiosa consideravam que era a Divina Providencia que presidia ao sentido dos vários acontecimentos; tudo o que acontecia no palco da história correspondia á vontade de Deus.
Quando Marx , Galileu e muitos outros cientistas realizaram rupturas epistemológicas, construiram um discurso científico num espaço até então dominado pelo discurso ideológico e religioso.

A construção do objecto cientifico e o exemplo da história ciência
A ciência levanta muitas perguntas, ao mesmo tempo que nos traz descobertas e soluções para muitos problemas também nos traz consequências e muitas questões sobre o futuro da própria humanidade.
A ciência pode ser utilizada para uso pacífico e uso militar (energia nuclear).
Podemos dizer que a ciência e boa, por exemplo, quando se procura a cura de uma determinada doença, mas má quando a sua busca se torna um vírus ainda mais mortífero.

Dos riscos da ciência á sociedade de risco
Conhecimento Filosófico:
Interrogação e reflexão sobre os problemas humanos, muitas vezes, imperceptíveis aos sentidos.
Os Problemas que o conhecimento filósofo origina:
- Origem do conhecimento
- Natureza do conhecimento

DUAS RESPOSTAS, DUAS CORRENTES
Empirismo:

o conhecimento deriva da experiência, o aparelho sensorial é o responsável pelos conhecimentos que adquirimos, daí não existir ideias inatas.
Defensores Do Empirismo:

Locke e Hume
Racionalismo:
conhecimento também tem origem na razão, podendo constituir-se de forma puramente racional, pois é a razão que estabelece os princípios a partir dos quais os conhecimentos têm origem.
Descartes:

rejeitava os sentidos como fontes do conhecimento e defendia que Deus era a «verdadeira raiz da árvore do saber».
A natureza do Conhecimento
Respostas
Idealismo:

Nega a realidade das coisas
Realismo:

Existe o mundo em que vivemos o que conhecemos diretamente as coisas como elas são.

Todos nós conhecemos a imagem do cientista lunático, de olhar esgazeado e abundante, que montou um laboratório nas traseiras da casa, onde de vez em quando se ouviam ruídos e explosões.
Esta figura romântica e romanceada do cientista que contra tudo e contra todos luta pelas suas ideias e tenta provar através de incansáveis e inumeráveis experiências que realiza.

Esta figura esta muito longe do que é hoje o cientista e das condições em que trabalha.
A possibilidade de um cientista trabalhar sozinho no seu laboratório, decidindo o rumo da sua investigação, nos dias de hoje é praticamente impossível.


O cientista vê-se nos dias de hoje vê-se limitado na sua liberdade de investigar devido:
Custo elevados;
Obedecer aos financiadores
Cumprimento de planos de trabalho

O cientista, outrora um homem livre apenas determinado pela vontade de conhecer a verdade, é, assim, obrigado a determinados deveres e constrangimentos. Hoje, o cientista é mais um funcionário, sujeito a um horário de trabalho e que, porventura também terá que picar o ponto.
Utilidade do conhecimento científico
O conhecimento científico é responsável pela evolução humana dentro dos parâmetros antropológicos pelos quais a conhecemos. Sem ela, o ser humano demoraria muito para chegar a conclusões, que são comprovadas pelo método científico (pesquisa, experimentação, aplicação, conclusão, etc). É importante lembrar que o conhecimento científico não é um "dogma", pois o fato de algum cientista chegar a uma conclusão de um fato, analisando um objeto, e outros não conseguirem provar num primeiro momento outras teorias sobre o mesmo, não afirma que o resultado ao qual o primeiro chegou será uma verdade absoluta.

Conhecimento científico e conhecimento comum
Alguns problemas(filosóficos) acerca do conhecimento
Constrangimentos da Atividade Científica
Autonomia
- a autonomia do conhecimento cientifico em relação à religião e a filosofia, quer através dos objectos próprios que delimitam, quer através dos métodos próprios que empregam , bem como no que respeita aos princípios fundadores de cada uma dessas atividades.
Tudo no universo possui aspectos positivos e negativos. Talvez, então, a ciência também os tenha, mas quais serão os que têm um peso superior na balança?
A ciência trouxe-nos:
saúde
comodidade
meios de comunicação
facilidades
segurança
qualidade de vida
Mas Também Criou:
armas bioquímicas
a poluição
doenças
energia nuclear
desflorestação
efeito de estufa
destastres ambientais

Trabalho realizado por :
Luis Pinto nº14 11º TDS
Full transcript