Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Paisagem Urbana

No description
by

Bruna Finardi

on 7 March 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Paisagem Urbana

Gordon Cullen Introdução Visão Serial Paisagem
Urbana A Visão Serial ou Análise Sequencial é uma técnica de leitura do espaço urbano.


Essa técnica visa identificar os campos visuais que ocorrem ao longo de um percurso.


Identifica também os efeitos visuais mais expressivos e portadores de informação sobre a sua configuração física. Apropriação do Espaço Inicialmente, as estradas destinavam-se ao trânsito de coisas e pessoas e os edifícios às relações sociais e de trabalho.


A partir do momento em que o exterior se encontra ocupado para fins sociais e comerciais, cria-se diversas outras formas de apropriação do espaço. Território Ocupado Características como abrigo, sombra, conveniência e um ambiente aprazível são as mais frequentes condições que levam a ocupação de determinados locais.

Locais com elementos de caráter permanente contribuem para criar um meio-ambiente que não seja fluído e monótono, mas sim estático e equipado. Apropriação pelo Movimento Locais que possuem princípio e fim bem definidos e caráter próprio.

Pode ser ocupada pelas pessoas em movimento assim como pelas que permanecem estáticas. Tem-se observado, no geral, uma paisagem urbana muito superficial.
Isso ocorre pois os efeitos das ações do homem estão pesando sobre a atual geração. E isso está ocorrendo devido a rapidez com que hoje se operam as mudanças.

Há cada vez mais pessoas, mais casas, mais equipamentos, métodos construtivos ainda mal dominados.
Esse ritmo acelerado impede os urbanistas de aprender
a humanizar a matéria a qual eles se deparam e o ambiente
é mal digerido.
O que deve ser feito é criar um diálogo entre a matéria
e o meio-ambiente.

O objetivo do urbanista é manter o diálogo e
harmonia não só com o meio-ambiente,
mas também com o público. Privilégio Viscosidade Dizemos que um lugar tem viscosidade quando tem simultaneamente ocupação estática (pelo equipamento) e ocupação pelo movimento (pessoas). Enclave É um espaço interior que é aberto para o exterior, permitindo acesso livre entre ambos. Local que pode ser alcançado com facilidade, embora encontra-se desviado do trajeto. Recintos É o local para onde se vai. Dentro dele é silencioso e tranquilo, do lado de fora há ritmo apressados, circulação de pessoas e agitação. Ponto Focal Símbolo na vertical. Ponto em destaque ao meio urbano, que nos faz perceber o local desejado. Há lugares (linhas) privilegiadas susceptíveis de ocupação. Por exemplo, lugares com uma vista bonita, lugares agradáveis com grande circulação de ar Unidades Urbanas Antigamente o padrão de um conjunto urbano consistia em uma edificação compacta com recintos e áreas de viscosidade, com pontos focais e enclaves. A periferia vitaliza a área urbana com auto-estradas e vias férreas. Esse é o padrão tradicional. Já o caos e a desorganização desses fatores no conjunto urbano gera uma total desvalorização, tanto do tráfego, quanto dos moradores. Ateliê III - Acadêmicas : Bruna Finardi, Dominique Skoula, Mariana Maass e Nicolle Pedrini
Full transcript