Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Histórias em Quadrinhos no Brasil e na Europa

No description
by

Celbi Pegoraro

on 20 September 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Histórias em Quadrinhos no Brasil e na Europa

Histórias em Quadrinhos
no Brasil e na Europa

As Histórias em Quadrinhos no Brasil
No começo nós tínhamos
Angelo Agostini...
Nhô Quim
Zé Caipora
O Tico-Tico (revista)
O Tico-Tico
A pioneira dos quadrinhos no Brasil foi a revista "O Tico Tico", fundada em 1905, que publicava quadrinhos nacionais e trouxe para cá Buster Brown (Chiquinho) de Outcault, criador de Yellow Kid.
Chiquinho
Luiz Sá
Luiz Sá de Araújo (1901-1979) - criou seus personagens mais famosos em O Tico-Tico: Reco-Reco, Bolão e Azeitona. E também o cão Totó, o ratinHO Catita, Pinga Fogo, Maria Fumaça, entre outros.

Foi pioneiro nas animações (criando 2 curtas em 1938 e 1939. Fez desenhos para aberturas dos cine-jornais na década de 1940 e ilustrações para a TV Rio e Globo nos anos 1960.
O SUPLEMENTO JUVENIL
- Criado por Adolfo Aizen em 1934
- Inicialmente encartado no jornal "A Nação", chegou a publicar três edições semanais.
- Trazia o modelo norte-americano de quadrinhos para o Brasil, com todos os seus principais herois.
- Ex: Flash Gordon, Jim das Selvas, X-9, Terry, Tarzan e Mandrake.
OS "CONCORRENTES"
- A Gazeta Juvenil, em São Paulo, com MessiaS de melo, Jayme Cortez e outros.
- Globo Juvenil, criado por Roberto Marinho em 1937, consegue exclusividade dos personagens do King Features syndicate em 1939.
- O Gibi, lançado em 1939, sinônimo de revista de histórias em quadrinhos.
Não está no gibi...
Messias de Melo
Para os íntimos,
a Gazetinha
O Garra Cinzenta,
na Gazetinha
SURGEM AS EDITORAS
- Editora Brasil América LTDA - EBAL (RJ)
- Rio Gráfica e Editora (RJ)
- Editora O Cruzeiro (RJ)
- Editora Abril (SP)
- Editora La Selva (SP)
- Editora Continental (SP)
- Editora Outubro (SP)
No começo da década de 1950, algumas editoras brasileiras passaram a publicar obras "politicamente corretas" como a "Edição Maravilhosa" que quadrinizava obras da literatura como "Os Três Mosqueteiros", "O Conde de Monte Cristo", etc.
A revista "Epopéia" publicava quadrinhos de origem italiana com histórias aventurescas que valorizavam o heroísmo, o ufanismo, os bons costumes, etc.
A vida dos santos em quadrinhos


... produzidas por um editor judeu.
Os Personagens do Mundo do Espetáculo
OS (SUPER) HEROIS BRASILEIROS
Os Quadrinhos de Terror
Mirza, de
E. Coloneze
Zé do Caixão, de Nico Rosso
Flávio Colin
A turma da Mônica teve seu início em 1959, com o cachorro Bidu e seu dono Franjinha.

A Mônica só apareceu em 1963, como personagem secundária, inspirada em uma das filhas de Maurício.

Tornou-se nacionalmente conhecida nos comerciais da Cica, junto com o elefante Jotalhão.
A Mônica em dois tempos...
O caminho para o sucesso começaria mesmo com a revista Mônica, em 1970, pela Editora Abril.
Na década de 1960, Ziraldo criou o Pererê, com aventuras na mata do fundão, e personagens do interior brasileiro.
Quadrinhos de Contestação
Henfil
Luís Fernando Veríssimo
As Cobras
Anos 80 e 90
Radical Chic,
de Miguel Paiva
Níquel Náusea, de Fernando Gosales
Terra 1,
da Editora Abril
O SÉCULO 21...
Combo Rangers
Frauzio
(Marcatti)
Tiazinha
(produção da
Fábrica de
Quadrinhos)
Fahrenheit
A Internet
- www.40graus.com/centraldorato/
- www.terra.com.br/cybercomix/novahome.htm
- www.nonarte.com.br
- www.medibr.kit.net
As Histórias em Quadrinhos
na Europa

Os Quadrinhos de
Expressão Francesa
França e Bélgica - I
- Revistas (Journaux) para crianças, meados do século 19, com ênfase educativa e/ou religiosa: Le Journal de la Jeunesse, Saint-Nicolas.
- A partir de 1903, revistas coloridas de grande circulação, geralmente em tamanho pequeno: La Semaine de Suzette, Le Jeudi de la Jeunesse, Petit Journal Ilustré de la Jeunesse.
- Ignoram o uso do balão, colocando o texto abaixo da figura.
Le Jeudi de
la Jeunesse
La Semaine de Suzette
França e Bélgica - II
- Christophe (Georges Colomb), um dos primeiros autores da linguagem gráfica sequencial, começa a publicar seus trabalhos na revista Le Petit Français Ilustré.
- Entre suas obras destacam-se: Le Sapeur Camembert, Le Savant Cosinus e La Famille Fenouillard.
- Nascem os primeiros herois de sucesso: Les Pieds-Nickelés, Bécassine, L´Espiègle Lili.
La famille
Fenouillard
Bécassine
Les Pieds Nickelés
OS PRIMEIROS QUADRINHOS
- Em 1925, Alain Saint-Ogan cria "Zig et Puce", com as aventuras de dois garotos e seu pinguim, Alfred.
- Aparece no Dimanche Ilustré, suplemento do jornal L´Excelsior.
- Influência de Little Nemo in Slumberland.
- É uma das primeiras séries em língua francesa a utilizar com frequência os balões e outras convenções características dos quadrinhos.
- É publicada por mais de 30 anos.
Zig et
Puce
O aparecimento de Tintin
- Em 1929, o belga Georges Rémi (que assinava como Hergé), cria o personagem Tintin, para o jornal Le Petit Vingtième.
- A primeira aventura do heroi, "Tintin no país dos Sovietes", é uma denúncia da situação social nesse país, vista pelos olhos de um europeu.
- O sucesso do personagem transforma Hergé no mais importante autor de quadrinhos em língua francesa.
- Inicia-se a Era de Ouro dos quadrinhos de língua francesa.
Tintin
A ERA DE OURO
- 1934: Le Journal de Mickey - entrada dos personagens norte-americanos.
- 1937: Futuropolis
- 1938: Le Journal de Spirou
- 1946: Versão belga da revista Tintin.
- 1948: Versão francesa da revista Tintin.
LE JOURNAL DE MICKEY
Le Journal de
Spirou

Escola de Charleroi
- Reunida em torno da publicação Journal de Spirou.
- Traz um estilo de desenho mais exuberante.
- Principais nomes: André Franquin, Jijé, Morris e Peyo, entre outros.
Franquin
Jijé (Joseph Gillain)
Morris (Maurice de Bevère)
Peyo / Les Schtroumpfs
A Escola de Bruxelas
- Formada em torno da publicação "Journal de Tintin", criada pelo editor Raymond Leblanc (Editions Lombard).
- Caracterizada por uma estética influenciada pela linha clara (ligne claire), estilo de desenho em quadrinhos criado por Hergé.
- Principais nomes: Edgar P. Jacobs, Jacques Martin, Paul Cuvelier, e outros.
LINHA CLARA
- Estilo gráfico que evita sombras e degradês.
- Elabora os contornos dos desenhos em linha preta com espessura idêntica para objetos e pessoas não importando a que distância estejam (primeiro plano ou plano de fundo) ou qual sua importância.
- Busca precisão geométrica e legibilidade da narrativa.
- Segundo Hergé: "Você tenta eliminar tudo que é graficamente incidental, estilizar o máximo possível".
Edgar P. Jacobs
Jacques Martin
Revista Pilote
- Criada por René Goscinny em 1959.
- Seu principal personagem é o guerreiro Asterix, de Goscinny e Uderzo.
- Principais artistas: Jean-Michel Charlier, Hubinon, Jean Giraud (Gir), Gotlib, Tardi e outros.
ASTERIX
Tenente Blueberry
Os Quadrinhos para Adultos
- Na década de 1960, os intelectuais europeus "descobrem" as histórias em quadrinhos.
- Surgem livros e publicações com análises de histórias em quadrinhos.
- Uma produção autoral, voltada para o público adulto, começa a despontar.
- Ênfase no protagonismo feminino e na ficção científica.
L´Echo des Savannes
- Criada a partir da separação de um grupo de artistas da revista Pilote (Claire Bretécher, Marcel Gotib e Nikita Mandrika).
- Inicia sua publicação em 1972.
- É encerrada temporariamente em 2006, retornando em 2008.
- Dá ênfase à produção autoral adulta.
Les Humanoides Associés
- Movimento fundado em 1974 por Jean-Pierre Dionet, Philippe Druillet, Bernard Farkas e Moebius.
- Dá origem à revista Metal Hurlant (publicada nos Estados Unidos como "Heavy Metal")
- Dá grande ênfase à ficção científica.
Full transcript