Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Projeto de SGSST

No description
by

Fábio Sérgio

on 9 December 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Projeto de SGSST

MELHORIA CONTINUA
PROJETO DE SGSST
- CAPA
- SUMARIO
- OBJETIVO
- INTRODUÇÃO
- DESENVOLVIMENTO
- LEVANTAMENTO DE PERIGO(S) E RISCO(S)
Lista de doenças profissionais
- POLÍTICA DE SEGURANÇA
- ORGANIZAÇÃO
Responsabilidades e obrigações
Competencias e formação profissional
Documentação de SGSST
Comunicação
- PLANEJAMENTO E IMPLEMENTAÇÃO
Analise inicial
Planejamento, desenvolvimento e implementação do sistema
Objetivos de SST
Prevenção de riscos
- AVALIAÇÃO
Monitorização e medição de desempenho
investigação
Auditoria e revisão pela direção
- AÇÃO
Ação preventiva e corretiva
Melhoria continua
- BENEFICIOS PARA A SST
- PONTOS FORTES
- LIMITAÇÕES
- CONCLUSÃO
LEVANTAMENTO DE PERIGOS E RISCOS
1 - Identificar os perigos
2 - Determinar quem pode ser afetado e como
3 - Avaliar os riscos e decidir sobre as precausões a tomar
4 - Registrar os resultados e implementa-los
5 - Rever a avaliação e atualiza-las se necessário
LEVANTAMENTO DE PERIGOS E RISCOS
1 - Identificar os perigos
Circule pelo local de trabalho e observe tudo que possa causar danos
consulte os trabalhadores e/ou seus representantes sobre os problemas que lhes tenham surgido;
tenha em conta os perigos a longo prazo para a saúde, por exemplo: níveis elevados de ruído ou exposição a substancias prejudiciais, bem como riscos mais complexos ou menos obvios, por exemplo: fatores de riscos psicossocias ou decorrente da organização do trabalho;
consulte os registros de acidentes de trabalho e de problemas de saúde da empresa;
procure obter informações de outras fontes, como:
manuais de instruções ou fichas de dados de fabricantes e fornecedores;
sites sobre saúde e segurança do trabalho;
organismos nacionais, associações comerciais ou sindicatos;
regulamentos e normas técnicas,
APP - Analise Preliminar de Perigo
AMFE – Análise de Modos de Falha e Efeitos
HAZOP – Análise de Operabilidade de Perigos
LEVANTAMENTO DE PERIGOS E RISCOS
1 - Identificar os perigos
2 - Determinar quem pode ser afetado e como
a perigo, identificar quais as pessoas que poderão ser afetadas, nao necessariamente relacionar nomes, mas por função ou espaço delimitado, como por exemplo galpão com varios trabalhadores de varias funções.
é importante identificar e documentar a forma que esses danos poderão assumir, ou seja, o tipo de lesão ou problema de saúde que pode ocorrer.
trabaladores deficientes, jovens, idosos, gravidas, inesperiente, imunocomprometidos, em manutenção, sob medicação, etc.
LEVANTAMENTO DE PERIGOS E RISCOS
1 - Identificar os perigos
2 - Determinar quem pode ser afetado e como
3 - Avaliar os riscos e decidir sobre as precausões a tomar
Avaliação dos riscos decorrentes de cada perigo.
Para o efeito, deve considerar-se:
a probabilidade de um perigo causar dano;
a gravidade provavel do dano;
a freguência da exposição dos trabalhadores e o número de trabalhadores expostos.
Análise de árvore de eventos – AAE
Análise de causas e conseqüências – ACC
Análise de árvore de falhas – AAF
Análise comparativa
Inspeção planejada
Registro e análise de ocorrências - RAO
Análise de árvore de eventos – AAE
Arvore de Falhas
Arvore de Falha
1 - Identificar os perigos
2 - Determinar quem pode ser afetado e como
3 - Avaliar os riscos e decidir sobre as precausões a tomar
4 - Registrar os resultados e implementa-los
5 - Rever a avaliação e atualiza-las se necessário
POLITICA DE SEGURANÇA
Compromisso da empresa
Uma política de segurança por escrito constitui o alicerce de todo o programa de segurança bem sucedido e pode ajudá-lo a evitar despesas, inconvenientes e outras consequências de acidentes no local de trabalho, garantindo que os trabalhadores saibam o que se espera deles. Embora possa informá-los verbalmente sobre os padrões e os procedimentos de segurança, não existe substituto, em termos de persistência de aplicação, para uma política, por escrito, que os trabalhadores possam consultar. E, se cada trabalhador admitir que leu a política, talpoderá ajudar a protegê-lo quando ocorrer um acidente no local de trabalho.
Itens
Gestão dos perigos e riscos
Objetivos e metas para amenizar e/ou neutralizar com os acidentes
Construir e disseminar a cultura de Saúde e Segurança
treinamento
Assegurar a qualquer executante o direito de não realizar ou de interromper qualquer atividade em que as ações de controle do risco não estejam completamente implementadas
cumprimento da legislação
emergência estejam atualizados e testados periodicamente
competência profissional através de ações educacionais e avaliação de desempenho
acessar a área da empresa e executar suas atividades somente em condições físicas e mentais adequadas
uso de equipamentos
A investigação e a análise de incidentes
ORGANIZAÇÃO
Responsabilidades e obrigações
O empregador deve ter responsabilidade global pela proteção da segurança e saúde dos trabalhadores e demonstrar liderança nas atividades de SST na organização.
a obrigação de prestar contas e a autoridade para o desenvolvimento, implantação e desenvolvimento. Estabelecer estrutura e processos:
responsabilidade intrínseca
obrigação de prestar contas
supervisão efetiva
cooperação e comunicação entre os membros
procedimentos para controle de riscos
disponibilizar recursos
Competencias e formação profissional
definidos pelo empregador ou equipe coordenadora
o empregador deve ter competência para identificar, eliminar ou controlar perigos e riscos.
os programas de capacitação devem:
envolver a todos
ser conduzidos por pessoas competentes
repetir a capacitação em periodos apropriados
avaliar a compreensão e da retenção da capacitação
alterar se necessario os programas de capacitação para garantir a pertinencia e eficácia.
estar suficientemente documentado.
Documentação de SGSST
De acordo com o porte e a natureza da atividade da organização, deve ser elaborae mantida atualizada uma documentaçãosobre o SGSST que compreenda:
a politica e os objetivos da organização
as funções administrativas e as responsabilidades para a implementação do SGSST.
o levantamento de perigos e riscos e as medidas adotadas
os planos, os procedimentos, as instruções e outros documentos internos utilizados na estrutura do SGSST
claramente escrita e perfeitamente entendida
de acordo com a necessidade ser modificadaos registros de SST devem ser estabelecidos, gerenciados e mantidos
os trabalhadores devem ter o direito de consultar
os registros de SST podem compreender:
implementação do SGSST
registros relativos a lesões, degradações da saúde, doenças e incidentes
decorrentes da legislação
registros de exposição, à vigilancia do ambiente e da saúde dos trabalhadores
os resultados do monitoramento ativo e reativo
Comunicação
devem ser estabelecidos e mantidos procedimentos e disposições para:
receber, documentar e responder às comunicações relativas a SST
assegurar as comunicações internas sobre SST entre os níveis e as funções relevantes da organização
as precauções, as idéias e as contrubuições dos trabalhadores e representantes sejam recebidas, consideradas e respondidas.
PLANEJAMENTO E IMPLEMENTAÇÃO
Analise inicial
executado por pessoas competentes, consultando os trabalhadores e seus representantes, e deve prmitir:
identificar a legislação
identificar, prever e avaliar os perigos e riscos
determinar se os controles existentes ou planejados são adequados
analisar os dados obtidos a partir da vigilancia da saúde dos trabalhadores
Os resultados analizados devem:
estar documentados
servir de base para as decisões
servir como referencia para avaliar a melhoria continua
Planejamento, desenvolvimento e implementação do sistema
a finalidade do planejamento é a criação do SGSST que sustente:
a conformidade com a legislação
os elementos do SGSST da organização
a melhoria continua
definição clara, hierarquizada por ordem de prioridade e quantificação, dos objetivos
plano de ação para cada objetivo, indicando-se o que deve ser feito, quem deve faze-lo e quando
a seleção dos critérios de medição para confirmar que os objetivos foram alcançados
a provisão de recursos adequados, financeiros e apoio tecnico
PLANEJAMENTO E IMPLEMENTAÇÃO
Objetivos de SST
Em conformidade com a PSST e com base na analise inicial, deve-se mensurar os objetivos:
especificos para a organização, apropriados e de acordo com seu porte e natureza da atividade
consistente com a legislação nacional, com as obrigações técnicas e comerciais
facalizados na melhoria continua
documentados e cmunicados a todas as pessoas interessadas e a todos os níveis
avaliados periodicamente e avaliados.
PLANEJAMENTO E IMPLEMENTAÇÃO
PLANEJAMENTO E IMPLEMENTAÇÃO
Prevenção de riscos
identificados e avaliados de forma continua
a primeira tentativa deve ser sempre eliminar os fatores de risco, não havendo possibilidade controlar o risco na fonte com a adoção de medidas de controle de engenharia ou organizacionais. Caso não se consiga controlar, tentar reduzir ao maximo os seus efeitos
se os fatores de perigos e riscos não puderem ser controlados por meio de medidas coletivas, fornecer gratuitamente EPI e adotar medidas que assegurem o uso e a manutenção desses equipamentos
estabelecer procedimentos ou medidas de prevenção e de controle
adaptados
analisados e modificados
satisfaçam as condições previstas na legislação
os relatórios de inspeção de trabalho e as instituições de seguros sociais, tambem devem ser considerados.
Para o texto da Política é importante levar em conta a necessidade de algumas citações – alguns diriam chavões – mas que neste caso são necessários e aplicáveis. O primeiro deles – e isso não quer dizer que deva estar inserido no primeiro item da política diz respeito a prevenção como um processo constante de melhoria continua. A segunda deve levar ao entendimento que a prevenção deve estar integrada ao conjunto das demais atividades sendo inerente a todos os processos.
Um boa e compreensível Política não deve ter muitos itens – alguns dizem que no máximo 10 ou 12 itens – na verdade quando bem escrita e pensada o número fica abaixo disso.. Deve também ter um lógica que facilite a compreensão por parte de todos. Vejo com bons olhos o uso das fases da higiene ocupacional na definição deste lógica ate porque serve como difusão da lógica da prevenção para todos os níveis.
Via de regra as Políticas começam falando sobre a valorização dos recursos humanos da organização. Entendo que a mescla disso com a citação do atendimento a legislação tornem mais amplo item, algo mais ou menos assim:

“ A empresa x entende que a preservação da segurança e saúde dos seus colaboradores diretos e indiretos (e assim de certa forma se estende aos terceiros tão comuns hoje em dia)pela adoção de práticas de trabalho seguras e saudáveis e essencial para a concretização de seus objetivos comerciais e sociais.

“ Todos os colaboradores da empresa tem como responsabilidade inerente em suas funções o cumprimento das normas de segurança e saúde aplicáveis a atividade que desenvolvam fazendo-o dentro dos princípios da melhoria continua”

Seqüencialmente então – conforme sugerimos e para dar nitidez ao processo prevencionista, devem seguir-se os itens relacionados as fases da higiene, vejamos:

“ Qualquer novo produto, máquinas, equipamentos, processos ou serviços só serão admitidos quando previamente analisados e aprovados do ponto de vista prevencionista. “

“ Todos as máquinas, equipamentos, processos ou serviços serão freqüente e habitualmente submetidos a análise quanto aos riscos que possam gerar e medidas de controle compatíveis serão tomadas de imediato sempre que situações que comprometam a segurança e saúde sejam identificadas”

“ Todos os colaboradores serão submetidos a exames médicos ocupacionais com o objetivo de certificar que as medidas preventivas tomadas atingem os níveis de eficiência e eficácia desejados.

AVALIAÇÃO
Monitorização e medição de desempenho
Procedimentos para monitorar, medir e registrar o desempenho em SST;
Seleção de indicadores de desempenho de acordo com o porte e natureza da atividade;
Medidas quantitativas e qualitativas;
Incluir tanto monitoramento ativo como reativo e não se apoiar somente em estatistica sobre lesões, degradações da saúde, doenças e incidentes;
Ser registrada;
Monitorização e medição de desempenho
Proporcionar:
retro-alimentação;
informações para saber se os riscos foram controlados;
bases para a tomada de decisões.

O monitoramento ativo deve incluir a inspeção sistematica de métodos de trabalho, instalações e equipamentos, a vigilancia do ambiente de trabalho e da saúde dos trabalhadores e o cumprimento da legislação.
Monitoramento reativo de incluir a identificação, a notificação e a investigação:
lesões, degradações da saúde, doenças e incidentes relacionados ao trabalho (incluindo o monitoramento das faltas acumuladas por motivo de doenças);
outras perdas, como danos à propriedade;
desempenho deficiente em SST e outras falhas no SGSST;
programas de reabilitação e restauração da saúde dos trabalhadores.
As investigações devem ser conduzidas por pessoas competentes.

Os resultados comunicados ao comite de SST.

As ações corretivas devem ser implementadas para que não se repitam.
Auditoria
devem ser periodicas
podem ser especificas
estabelecer uma politica e um programa de auditoria
a auditoria deve cobrir:
politica de SST
participação dos trabalhadores
responsabilidades e obrigações de prestar contas
competencias e capacitação
documentação do SGSST
comunicação
planejamento, desenvolvimento e implementação
medidas de prevenção e controle
gestão de mudanças
prevenção, preparação e atendimento da situações de emergência
aquisição de bens e serviços
contratação
monitoramento e medição de desempenho
investigação de lesões, degradação da saúde, doenças e incidentes
analise critica pela direção
ação preventiva e corretiva
melhoria continua
Monitorização e medição de desempenho
Monitorização e medição de desempenho
pode ser desemvolvido formulario apropriado para as investigações.
AÇÃO
Preventiva e Corretiva
Full transcript