Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Tecnologias e Ensino de Línguas

No description
by

Fernanda Ribeiro

on 2 November 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Tecnologias e Ensino de Línguas

Tecnologias e Ensino de Línguas Professora Ms. Fernanda Ribeiro
fernanda.posla@gmail.com Qual a relação existente entre jovens, contexto histórico e tecnologias? Aqueles que já nasceram e cresceram na era da tecnologia. Nativos Digitais Imigrantes Digitais Aqueles que nasceram na era analógica e migraram para o mundo digital somente na idade adulta. O QUE SÃO TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO- TICs? conjugação da tecnologia computacional ou informática com a tecnologia das telecomunicações;

na Internet, mais particularmente na World Wide Web (WWW), têm a sua mais forte expressão. TICs usadas para fins educativos (para apoiar e melhorar a aprendizagem dos alunos e desenvolver ambientes de aprendizagem). Tecnologia Educativa Diferenças entre nativo e imigrante digital Memória Quem nasceu antes do computador provavelmente ainda tem uma agenda em papel com contatos telefônicos. Isso não significa que os números não estejam na memória de seus celulares e computadores. A agenda física é uma segurança. Os nativos acham desperdício decorar números de telefone. Eles gravam em que posição está o contato. Por exemplo, MÃE: “1”. O medo não é perder o que é digital, mas estar com números desatualizados. Os imigrantes raramente experimentam um novo software antes de ler o manual. Quando o fazem, convivem com a sensação de que o sistema está prestes a travar e que vão perder seus arquivos. Manual? Que manual? Como conhecem a lógica da programação dos softwares, não têm receio de navegar e descobrir as funções de um novo programa na prática. Inovação Consultam primeiro os livros e atlas para depois fazer a busca na internet. Têm mais dificuldade em navegar pelos hiperlinks. Confiam mais nas fontes impressas, como jornais e livros, que no conteúdo da rede. A rede sempre é a primeira fonte. Acreditam que os sites têm mais informações que os livros e enciclopédias impressas. Para os nativos, tudo pode ser localizado pela internet, até mesmo o conteúdo dos livros impressos. Busca Quando querem encontrar os amigos, telefonam e marcam. Raramente vão para um encontro que foi marcado por e-mail ou MSN sem antes checar. Grande parte dos imigrantes se relaciona na rede apenas com pessoas conhecidas. Sociabilidade Se falam por comunicadores instantâneos e sites de relacionamento. Não necessitam da presença física para se comunicar. Muitos nativos têm a primeira experiência de namoro na rede. Leitura Cansam com frequência ao ler textos longos na tela. Têm o hábito de imprimir desde notícias até e-mails para lê-los em papel. Lêem tudo, do noticiário a livros, em arquivos digitais. Não se incomodam com a tela pequena nem com as letras miúdas. Nem sempre seguem a ordem do texto original ao ler: podem começar pelo final, por exemplo. Modalidades de Ensino A pretensa dicotomia Ensino presencial x Ensino a distância ENSINO PRESENCIAL (educação convencional) * presença física *mídia/ tecnologias: livro, apostila, quadro, retroprojetor * feedback visual, auditivo, emocional
* atividades não presenciais: pesquisa, trabalhos extraclasse, tarefas de casa, etc. ENSINO A DISTÂNCIA (educação baseada em mídias interativas) * distância física * mídias/ tecnologias: livro/ hipertextos, áudio, vídeo, equimentos multimídia, tela/ videoconferência, interação em mundo virtual, etc. * feedback virtual * atividades virtuais/ presenciais: videoconferência, interação em mundos virtuais Blended Learning educação híbrida e flexível *elementos da educação presencial *elementos de educação a distância Nessa educação, deve haver aproximação entre: aluno/ conteúdo
aluno/ professor
aluno/ aluno Em um modelo de educação híbrida flexível, é possível usar ferramentas/ técnicas de aprendizagem virtuais e convencionais para fazer ocorrer essa aproximação. Tecnologias Interativas - telepresença (aluno/ professor)
(aluno/aluno)
- realidade virtual (aluno/ conteúdo) APRENDIZAGEM COLABORATIVA * ambiente de aprendizagem
* professor como orientador
* centrada no aluno
* aluno: uma”lâmpada a iluminar”
* proativa, investigativa
* ênfase no processo
* aprendizagem em grupo
* transformação Objetos de Aprendizagem:
análise de ferramentas e atividades de ensino Qualquer recurso digital que possa ser reutilizado como suporte ao ensino. Na própria escola: vídeos, áudios, jogos educacionais, softwares, apresentações em ppt. etc.

Na Web: vídeos, áudios, jogos educacionais, softwares, simulações, etc. Oportunidades de Ensino-Aprendizagem - Ler e compreender exemplares de gêneros diversos
- Produzir, revisar e editar textos (gêneros diversos)
- Ver, analisar, criar e publicar vídeos
- Ler, criar e publicar livros virtuais
- Realizar e publicar pesquisas
- Criar blogs, sites, fóruns, grupos Tipos de OAs Processadores de Texto REVISÃO E EDIÇÃO TEXTUAL
-Verificação ortográfica facilitada
-(Re)organização textual: soluções simples para reescrever o texto.

GÊNEROS TEXTUAIS
-O texto se aproxima mais da configuração original do gênero. Webquest Livroclip Livro Virtual Sites Jogos educacionais Repositórios Banco Internacional de Objetos de Aprendizagem Portal do Professor “Precisamos ter informações atualizadas sobre nossos alunos, sobre a tecnologia e sobre a vida fora da escola, a fim de poder, no ambiente formal de ensino-aprendizagem, lidar da melhor forma possível com a tecnologia, buscando familiarizar nossos alunos com as mais diversas práticas discursivas que a vida contemporânea pode exigir deles, contribuindo, assim, mais efetivamente para sua formação.” (COSCARELLI, 2003, p. 17) ARAÚJO, Nukácia M. Silva. A avaliação de objetos de aprendizagem para o ensino de língua portuguesa: análise de aspectos tecnológicos ou didático-pedagógicos? In: ARAÚJO, Júlio César; ARAÚJO, Nukácia M. Silva (Org.). EaD em tela. São Paulo: Pontes (no prelo).

ARAÚJO, Nukácia M. S. Objetos de aprendizagem e ensino de língua portuguesa. In: ARAÚJO, Júlio; LIMA, S. Carvalho; DIEB, Messias (Org.). Línguas na web: entre ensino e aprendizagem. Ijuí:UNIJUÍ, 2010.

ARAÚJO, J. César; DIEB, Messias (Orgs.) Letramentos na Web: gêneros, interação e ensino. Fortaleza: Edições UFC, 2009.

CORRÊA, Juliane. Novas tecnologias da informação e da comunicação; novas estratégias de ensino/aprendizagem. In: COSCARELLI, C. (Org.) Novas tecnologias, novos textos, novas formas de pensar. Belo Horizonte: Autêntica, 2003. REFERÊNCIAS
COSCARELLI, Carla. V. Entre textos e hipertextos. COSCARELLI, C. (Org.) Novas tecnologias, novos textos, novas formas de pensar. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.

GUIMARÃES, Ângelo de Moura; DIAS, Reinildes. Ambientes de aprendizagem: reengenharia da sala de aula. In: COSCARELLI, C. (Org.) Novas tecnologias, novos textos, novas formas de pensar. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.

MATTAR, João. Games em educação: como os nativos digitais aprendem. São Paulo: Pearson, 2009.

MELLO, Kátia; VICÁRIA, Luciana. Os filhos da era digital. Época. São Paulo, ed. 486, 12 jun.2008. Disponível em: http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EDG78998-6014-486-1,00-OS+FILHOS+DA+ERA+DIGITAL.html>. Acesso em: 24 nov. 2009.


POLATO, Amanda. O uso de recursos da informática nas aulas de Língua Portuguesa: Ferramentas digitais ajudam na edição e revisão de textos. Nova Escola, ed. 223, junho de 2009. Disponível em: http://revistaescola.abril.com.br/lingua-portuguesa/pratica-pedagogica/uso-recursos-informatica-aulas-lingua-portuguesa-475997.shtml. Acesso em: 30 nov. 2009. PRENSKY, Marc. Digital natives, digital immigrants. On the horizon, v.9, n. 5. MCB Universsity Press out.2005. Disponível em: <http://www.marcprensky.com>.

TORI, Romero. Educação sem distância: as tecnologias interativas na redução de distâncias em ensino e aprendizagem. São Paulo: Editora Senac São Paulo: 2010.

VICHESSI, Beatriz; PINHEIRO, Tatiana. Revisão de textos no computador. Nova Escola, ed. 227, novembro de 2009. Disponível em: http://revistaescola.abril.com.br/lingua-portuguesa/pratica-pedagogica/olho-tela-revisao-computador-producao-texto-512001.shtml. Acesso em: 30 nov. 2009.

VIEIRA, Iúta Lerche (Org.) Recursos da Internet para o letramento digital e ensino de escrita: catálogo para professores e pesquisadores iniciantes. Fortaleza: EdUECE, 2009.

XAVIER, Antonio Carlos. Reflexões em torno da escrita nos novos gêneros digitais da internet. Disponível em:
http://www.ufpe.br/pgletras/Investigacoes/Volumes/Vol.18.N.2_2005_ARTIGOSWEB/AntonioCarlosXavier_REFLEXOES-GENEROS-DIGITAIS-DA-INTERNET_Vol18-N2_Art06.pdf. Acesso em: 07 out. 2009. HOLVIR: Hotel Virtual AP AV Presente
-Expansão dos sistemas AV
-Aproximação entre AP e AV
-Blended Learning (BL) em crescente expansão AP AV Passado
-Predomínio: aprendizagem presencial
-Sistemas totalmente separados
-Avanços nas tecnologias interativas BL AP AV Futuro
-Predomínio BL
-Novas tecnologias interativas aumentam a sensação de presença e imersão BL
Full transcript