Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Regras

Trabalho de TSP3
by

Geaze Souza

on 9 April 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Regras

Comportamento Guiado
por Regras Experimento de Galizio As Duas Relações Introdução O que é comportamento controlado por regras? O comportamento controlado pelo estímulo "regra" Regra Estímulo descriminativo Comportamento Resposta A regra pode ser tanto escrita quanto falada: "Você tem que estar em casa às 6 horas para o jantar." "Lave as mãos antes de comer." "Não corre no piso molhado." Ordens, instruções e conselhos: Tipos de Regras "A regra é um estímulo discriminativo verbal que indica uma contigência."
Skinner Se Atividade Então Consequência Ordens e Exigências Vídeo Todas as instruções são regras: Desenhar um mapa é comportamento verbal.
O mapa é a regra.
Seguir mapas é comportamento guiado por regras O comportamento modelado por regras sempre envolve duas relações: Relação Próxima Relação Última Longo Prazo Curto Prazo A relação próxima geralmente é óbvia porque o reforço/punição é imediato EXEMPLO: VELOCIDADE MÁXIMA DE 100km/h

Respeitamos os limites de velocidade na estrada para não ganhar multa (Reforço negativo) O reforço último neste exemplo, ainda que obscuro, está relacionado à sobrevivência pois: Velocidade Acidente Morte Quando examinamos as regras à luz das relações últimas, a ligação com a aptidão torna-se em geral evidente mesmo que as pessoas, em geral, nunca a reconheçam. Os reforçadores últimos se relacionam a quatro grandes categorias de resultados:

Manutenção da Saúde
Obtenção de recursos
Fazer e manter relacionamentos
Reprodução

Porém, todas as três primeiras categorias podem ser reduzidas à quarta pois todas possibilitam, direta ou indiretamente, a reprodução, o ingrediente essencial para a evolução.

Relação Próxima x Relação última -- “Só seguem regras, tornam-se insensíveis às conseqüências” EXEMPLO:
O falante diz para o ouvinte usar sapatos quando sair de casa. Isso produz um Estímulo discriminativo próximo (uma regra) “USE SAPATOS”. Se a criança calça os sapatos, isso resulta no reforçador próximo de aprovação (ou esquiva de desaprovação) do pai. A relação última, que é importante, mas obscura para a criança, relaciona calçar sapatos com o reforço último da boa saúde e, além disso, da probabilidade de sucesso reprodutivo. O estímulo discriminativo último corresponde a condições tais como pedras pontudas, parasitas... Apredizado do seguimento Premissa e Mecânica Clarificar o uso da palavra "regra"
Até 75 sessões de 50 minutos cada
Total de dinheiro recebido e sistema de perdas Mark Galizio, autor do experimento no final da década de 70 (79) Pensamento e Resolução de Problemas. Leis Governamentais e Religiosas, probérbios Agencias Controladoras: Lei e Religião "Uma lei é uma regra de conduta no sentido de que especifica as consequências de certas ações que por seu turno "regem" o comportamento(...) um homem que observou um comportamento ilegal e a punição a ele contingente, pode precaver-se contra esse comportamento e impedir que outros se comportem dessa maneira." "(Religião) Não é a técnica de controle, mas o efeito final sobre o grupo que nos leva a aprovar ou desaporvar determinado procedimento" "Assim como aprendemos a ser ouvintes, aprendemos a ser solucionadores de problemas" A interpretação molar e molecular A questão dos problemas O comportamente precorrente As leis da ciência Arquimedes e a lei das alavancas: Newton e a Lei da inércia: Todo o corpo permanece no seu estado de repouso, ou de movimento uniforme retilíneo, a não ser que seja compelido a mudar esse estado devido à ação de forças aplicadas. Leis da ciências x leis governamentais e mandamentos religiosos: Leis “feitas” x leis descobertas A importância social das leis científicas. Críticas ao Mentalismo Na literatura behaviorista, Mentalismo é qualquer enfoque psicológico que considere o comportamento como resultado de processos ou agentes internos de outra natureza ou substância distinta daquela da conduta a ser explicada. As explicações tradicionais do seguimento de regra são mentalistas.

É comum ouvirmos: “Tal regra já foi internalizada”. Todavia, para o Behaviorismo, se faz sentido falar em regras estando em algum lugar, esse lugar seria o ambiente.

Regras são estímulos discriminativos; aparecem concretamente, sob a forma de sons e sinais.

O ambiente é que determina. A história de interação do organismo com o meio explica as atitudes tomadas. Em nenhum caso a resolução do problema ocorrerá isoladamente. Esses três elementos sempre estarão presentes e resultam do histórico de interação com o meio. Treino Prática Observação Conclusão Comportamento governado por regras - Resumo A cultura/sociedade e sua necessidade das regras. (...)"Entretanto, as pessoas que usam sapatos podem ter apenas uma vaga ideia dessa conexão com a saúde, porque basta que elas saibam o que é SOCIALMENTE ACEITÁVEL (relação próxima). ELAS SÓ TÊM DE SEGUIR A REGRA". - Baum Por que se faz uma regra? Experiências inreversíveis
Aquisição rápida do comportametno Modelagem do comportamento de seguir regras Modelagem na infância

Generalização e Discriminação.

Comportamentos Complexos Estímulo Discriminativo Verbal. Regra ou contigência? Fim
Full transcript