Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Apontamentos de antropologia aplicada:

Trabalho acadêmico
by

Maiquel Agliardi

on 27 March 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Apontamentos de antropologia aplicada:

2.4. BREVE HISTÓRIA DO CONCEITO DE
ANTROPOLOGIA APLICADA Apontamentos de antropologia aplicada: Segundo Willigen (1993: 23), há um crescimento do número de antropólogos que se envolvem em antropologia aplicada. Devido a dois fatores:
1. A necessidade de informação por parte dos governos.
2. A criação de empregos para os antropólogos.


Tema 2: O desenvolvimento da antropologia aplicada 2.2. A GRANDE DEPRESSÃO E O DESENVOLVIMENTO
DA ANTROPOLOGIA APLICADA
Nos anos 1980 é que a antropologia aplicada se confirma como um campo da antropologia nos EUA. Em outros países como o Reino Unido a antropologia aplicada não é considerada como um campo próprio e sim como a aplicação da antropologia (Gardner e Lewis, 1996: 40).
Nesta altura a crítica à relação entre antropologia e colonialismo intensificou-se dentro dos debates internos da disciplina (Asad, 1973). A antropologia foi acusada de estar baseada num econtro desigual com o outro, de fazer parte da dominação e da consciência burguesa.
2.3. PERÍODO PÓS-1970 A antropologia aplicada foi utilizada pela primeira vez pelos britânicos em 1881 nas suas colónias.
Os norte-americanos começaram a utilizar a antropologia aplicada em 1934, com a reorganização dos territórios dos índios norte-americanos, com a colaboração de John Collier.
Sec.XX: Após a 1ª Gerra Mundial, os antropólogos estavam envolvidos em estudos de conflitos sociais produzidos pelas mudanças provocadas pela economia de mercado, o trabalho assalariado, e a urbanização de sociedades tribais.
Durante a Segunda Guerra Mundial mais de 95 % dos antropólogos estavam envolvidos em ações de suporte ao esforço de guerra. Esta participação deve ser classificada como “não ética” e como colaboração numa ação desumana levada a cabo pelo governo norte-americano.
1949: A Society for Applied Anthropology promove o primeiro código ético sobre a antropologia e as implicações das suas recomendações.
Fins dos anos 1960: O mercado académico começou a não poder absorver todos os antropólogos doutorados, e eles viraram para outros sectores de emprego (ex.: USAID).
1974: Nasce a “SOPA” (Associação de arqueólogos profissionais) em Tucson.
1983: Nasce a NAPA (National Association for the Practice of Anthropology).
Sec. XIX: Neste século a colonização internacional foi muito intensa. onde as administrações das colônias convocavam os serviços da antropologia para ajudar os "atrasados", os "não desenvolvidos".
Franz Boas irá criticar e desmascarar esta idéia, demonstrando que não existem culturas superiores e inferiores, apenas diferentes.
•1986: Um inquérito da AAA conclui que o 51% dos empregos de antropólogos doutorados são fora da Academia.

1991: Outro inquérito da AAA indica que o 30% dos empregos de antropólogos doutorados são fora da Academia.

A primeira fase da antropologia aplicada é dividida em Cinco etapas:
Antiguidade; Idade Média; Sec. XVIII;
Sec. XIX e Sec. XX Na Segunda Guerra Mundial, os EUA e o Reino Unido contrataram antropólogos para assessoria das forças armadas. Neste período a antropologia aplicada foi muito criticada, por prestar serviços ao colonialismo. As principais consequências deste período foram:
Forte crescimento da antropologia aplicada.
Grande dependência dos empregos do governo (Grande Depressão e Guerra).
Intensificação do envolvimento dos antropólogos no desenvolvimento de uma identidade profissional.
Após 1970 emerge uma nova antropologia aplicada (Willigen, 1993: 34). Relacionada com o desenvolvimento da investigação em várias áreas, fora do “mundo” acadêmico e com o aumento de oferta de empregos em firmas de consultoria e novos orgãos governamentais. Porém o autor cita é o trabalho de P. H. Gulliver que estudou nos anos 1950 com os arusha de Tanganika, possibilitando o seu acesso à propriedade de terras e uma maior participação nas decisões políticas. Na Segunda Guerra Mundial os antropólogos colaboraram no internamento de japoneses em acampamentos especiais. Mas também no estudo do “inimigo” para os serviços secretos dos EUA. Por exemplo: Rut Benedict, Gregory Bateson. 1997: Outro inquérito sinala que o 29% dos empregos de antropólogos doutorados são fora da Academia.

1997-98: A AAA disse no seu guia que a antropologia aplicada será uma das áreas de maior crescimento no futuro.
Full transcript