Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

GABARITO DE GEOGRAFIA

No description
by

Éder Israel da Silva

on 19 April 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of GABARITO DE GEOGRAFIA

GABARITO DE GEOGRAFIA
Questões comentadas UFU - 2015/1
A Crise de 1929 atingiu em cheio a economia do Brasil, muito dependente das exportações de um único produto, o café. Mas, mais do que gerar dificuldades econômicas, o crash que completa 86 anos em 2015 provocou na época uma mudança no foco de poder no país acabando com um pacto político interno que já durava mais de trinta anos.

Disponível em: <http://www.revistacafeicultura.com.br/index.php?tipo=ler&mat=27265> Acesso em 20 fev. 2015.

Perante a situação descrita, o Brasil implanta a partir de 1930 uma política de incentivo à

A) produção de bens intermediário.
B) importação de produtos manufaturados.
C) diversificação da produção agrícola.
D) atração de capital estrangeiro.

COMENTÁRIO

- A crise de 1929 afetou a economia brasileira que se encontrava extremamente dependente das exportações cafeeiras, uma vez que a safra de 1928 seria recorde. Para se ter uma ideia da crise que se instaurou no modelo agroexportador, segundo dados do próprio governo, no período de 1924 a 1928 o café respondeu por mais de 70% da pauta de exportações do Brasil. Uma vez que dependíamos do lucro da exportação cafeeira para a importação de bens industrializados e esse dinheiro deixou de chegar ao Brasil, o país se viu "obrigado" a começar, de fato, um processo maciço de industrialização, que teve as bases na substituição de importações, produzindo inicialmente os produtos intermediários, e posteriormente focando nas indústrias pesadas durante os dois governos de Getúlio Vargas.

Questão 01
No Brasil encontramos grandes depósitos importantes de minérios. Parte destes minerais encontrados são metálicos e estão presentes em 4% do território brasileiro. O que poucos sabem é que os minerais metálicos não são renováveis, ou seja, a natureza não repõe.

Disponível em: <www.citra.com.br/minerais-metalicos-bo-brasil/> Acesso em: 14 fev. 2015.

A ocorrência, no território brasileiro, do recurso natural apresentado está relacionada

A) à antiguidade de sua estrutura geológica associada a afloramentos cristalinos.
B) à formação de bacias sedimentares acompanhada de processos erosivos.
C) à geração de dobramentos modernos seguida de intemperismo físico.
D) aos processos tectônicos da era cenozóica coligada a formação de rochas metamórficas.

COMENTÁRIO

- As grandes jazidas de minerais metálicos observadas no território brasileiro, tais como o Quadrilátero Ferrífero (MG), a Serra dos Carajás (PA), Vale do Rio Trombetas (PA), Serra do Navio (AP) e Maciço do Urucum (MS) localizam-se em regiões de formação muito antiga, conhecidas como escudos cristalinos, crátons ou maciços antigos. No território brasileiro esses escudos cristalinos recobrem cerca de 36% do território, enquanto os outros 64% são recobertos por bacias sedimentares.

Questão 02
Considere a figura e assinale a quadricula de curvas de nível que se adéqua à paisagem exposta

A)
B) C) D)





COMENTÁRIO
- Curvas de nível são linhas que ligam pontos de mesma altitude presentes na superfície terrestre. Existem entre elas a equidistância, ou seja, a variação de altitude entre as curvas deve ser a mesma em todo o mapa, não interessando a distância entre estas linhas. Na figura observa-se um morro, que em um mapa topográfico é representado por linhas concêntricas, onde o centro apresenta as maiores altitudes.
Questão 03
A agricultura tem grande importância na economia brasileira. Além de gerar empregos e fornecer alimentos, é fonte de matérias-primas industriais e geradoras de receitas obtidas com as exportações.
Sobre a agricultura brasileira assinale a alternativa
INCORRETA
.

A) A práticas agrícolas adotadas desencadearam uma série de problemas ambientais, como a exaustão do solo, a proliferação de pragas e a poluição das águas.
B) A agropecuária moderna convive, lado a lado, com áreas de práticas seculares de produção, como ocorre, por exemplo, no Centro-Sul do país.
C) A estrutura fundiária brasileira caracteriza-se pelo predomínio de pequenas propriedades muito produtivas que utilizam pouca mão de obra.
D) O modelo de desenvolvimento agrícola, adotado em boa parte do país, tem elevado a ocupação de áreas cada vez maiores, com lavouras monoculturas e pastagens.

COMENTÁRIO

- Embora haja no Brasil, em termos numéricos, uma grande quantidade de pequenas e médias propriedades, na estrutura fundiária nacional predominam as terras concentradas nas grandes propriedades, os latifúndios, os quais praticam principalmente no Centro-Sul do país uma agricultura baseada no sistema de
plantation
, no qual utiliza-se a monocultura de gêneros agrícolas voltados para o abastecimento dos mercados externos. Essa estrutura baseadas nas grandes propriedades pode ser considerada uma herança e um reflexo do próprio sistema colonial brasileiro.

Questão 04
Durante quase 50 anos, a União Soviética foi o único país a fazer frente ao poder econômico e militar dos Estados Unidos. Mesmo com seu esfacelamento territorial e político, no início da década de 1990, a Rússia ainda preserva parte de seu antigo poder.

Considerando o texto e os principais desafios enfrentados pela Rússia e a região onde ela está localizada, é correto afirmar que

A) o intenso processo migratório entre a Rússia e as repúblicas autônomas é considerado de grande importância para a economia local e tem promovido a unificação regional.
B) grande parte das indústrias da Rússia continua voltada para a produção de armamentos e veículos militares, o que a torna a maior fornecedora de material bélico no mundo.
C) a Rússia mantém a unidade territorial devido Às melhorias nas condições socioeconômicas da população e ao aumento da renda per capita nas repúblicas autônomas.
D) a Rússia, na atualidade, pode ser considerada um dos países com maior diversidade de etnias convivendo em seu território e é o principal centro de poder político e militar da região.

COMENTÁRIO

- Assim como o poderio bélico e político, a diversidade étnica da Rússia se deve em grande parte ao período de existência da União Soviética, quando povos e etnias de diferentes países do Leste Europeu migraram entre as repúblicas socialistas da região, possibilitando essa teia complexa de costumes e culturas que convivem atualmente no território russo.

Questão 05
A economia mundial passa por um momento de mudança relevante, com início de um ciclo de fortalecimento do dólar "longo e persistente", avalia Affonso Celso Pastore, economista e ex-presidente do Banco Central (BC). "Estamos assistindo ao começo do ciclo de valorização do dólar. A depreciação aqui (no Brasil) vai ter que ser maior, é uma valorização do dólar em relação a todo mundo", afirmou durante o 1º Seminário de Política Monetária, realizado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV), no Rio.

Disponível em: < http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/economia/2015/03/12/internas_economia,565885/pastore-avalia-que-economia-mundial-passa-por-fortalecimento-persistente-do-dolar.shtml> Acesso em 20 mar. 2015.

Para o Brasil, o cenário econômico exposto implica o (a)

A) aumento nos preços de equipamentos eletrônicos e bens duráveis.
B) queda nas exportações de mercadorias produzidas internamente.
C) crescimento do fluxo de turistas brasileiros para fora do país.
D) ampliação na entrada de capital especulativo nas bolsas de valores brasileiras.

COMENTÁRIO

- Com a desvalorização do real, frente ao dólar estadunidense, ocorrerá uma redução do Investimento Externo Direto (IED) no Brasil, o que afetaria o aporte de capitais produtivos aqui no país, e consequentemente a produção das mercadorias pelas filiais das multinacionais que aqui se encontram, e atuam principalmente nos setores de bens de consumo duráveis. Haverá ainda a dificuldade de acesso a esses produtos através da importação, por conta do câmbio desfavorável aos consumidores brasileiros.
Questão 06
Solo do sudoeste gaúcho sofre processo de arenização

Jean Ramos, de 27 anos, nasceu e foi criado no pampa. Da figura do gaúcho imponente, porém, pouco lhe sobra. Veste uma bombacha surrada, tênis, camiseta e boné. Seu cavalo, emprestou ao irmão, que está participando de um rodeio. Auxiliar de serviços gerais da Escola Costa Leite, Jean é um homem simples como todos os moradores da localidade de Jacaquá, única região do interior do município de Alegrete formada por pequenas propriedades rurais. De pé sobre uma pedra, Jean vê se estender a seus pés uma paisagem insólita: em vez dos infindáveis campos e lavouras característicos do lugar, uma mancha de areia de 83 hectares, equivalente a cerca de 111 campos de futebol, que avança sobre os quintais das casas.

Disponível em: < http://www.sescsp.org.br/online/artigo/compartilhar/2430_AREIA+AMEACA+O+PAMPA> Acesso em 12 fev. 2015.

O processo de arenização na área descrita tem se intensificado em decorrência de

A) mudança climática e a diminuição das chuvas.
B) superexploração agrícola e a pecuária extensiva.
C) laterização do solo e a ação do vento.
D) monocultura da cana-de-açúcar e a geração do vinhoto.

COMENTÁRIO

- Na região sul do Brasil as práticas pecuárias remontam a períodos históricos antigos, pois ainda durante o Ciclo do Ouro que se estabelecera em Minas Gerais as pastagens das pradarias onde se estabeleceram as estâncias eram utilizadas para a criação de gado e a consequente produção de carne para algumas das áreas mineradoras. A utilização histórica dessas zonas provocou o pisoteio e a consequente compactação dos solos, tornando-os impermeáveis e mais propícios ao escoamento superficial, causando a erosão hídrica e a retirada dos nutrientes das camadas superficiais do solo. Essa região do país passa hoje pelo processo de arenização, o que reduz o potencial produtivo do solo e a longo prazo pode conduzir ao processo de desertificação.

Questão 07
O território brasileiro [...] comporta um mostruário bastante completo das principais paisagens e ecologias do mundo Tropical [...]. Até o momento foram reconhecidos seis grandes domínios paisagísticos e macroecológicos em nosso país.

AZIZ N. AB'SABER. Os domínios da natureza no Brasil: potencialidades paisagísticas. São Paulo: Ateliê Editorial, 2003. p. 10.

Com relação aos domínios paisagísticos e macroecológicos do Brasil, referenciados no texto, é correto afirmar que, na região

A) dos mares de morro, o relevo é formado por planaltos e maior altitude, o clima é do tipo subtropical e a vegetação é do tipo mista, com predomínio da floresta subtropical.
B) da Amazônia, o relevo é formado por planícies e planaltos, o clima é do tipo quente e úmido, com chuvas abundantes e concentradas em alguns meses do ano, e a vegetação é densa.
C) das Araucárias, o relevo é formado por planaltos e chapadas, o clima é bem definido, com chuvas bem distribuídas o ano todo, e a vegetação típica e remanescente é composta por árvores de médio porte.
D) da Caatinga, o relevo é formado por depressões e planaltos, o clima é do tipo semiárido, com chuvas concentradas em alguns meses do ano, e predomínio da vegetação espinhosa.

COMENTÁRIO

- Os domínios morfoclimáticos ou biomas brasileiros se distribuem pelo território do país obedecendo uma determinada lógica ditada pelas condições físicas e edáficas de cada uma das regiões. Dentre os principais fatores que determinam os padrões de distribuição das vegetações do país estão o relevo e o clima. No sertão nordestino observa-se o clima tropical semiárido, que leva as vegetações da Caatinga a desenvolverem um certo nível de xeromorfismo, com folhas atrofiadas em espinhos, mecanismos de perda de folhas em determinados períodos do ano, além de estruturas internas capazes de armazenar água durante os curtos períodos úmidos.
Questão 09
Provavelmente, no século XXI, as guerras que acontecerem no Oriente Médio estarão mais relacionadas à água do que ao petróleo. Essa advertência, que soaria descabida na década de 1970, parece cada vez mais concreta.

OLIC, Nelson B.. Conflitos no mundo. São Paulo: Moderna, 2000, p. 42.

Sobre a questão tratada no texto, é
INCORRETO
afirmar que

A) O elevado crescimento demográfico na região do Oriente Médio tem gerado demandas crescentes por água.
B) Do ponto de vista natural, a água no Oriente Médio é escassa devido à sua localização em região de climas desérticos.
C) No que diz respeito à utilização dos recursos hídricos comuns, os desacordos entre países constitui um grave problema que pode gerar conflitos.
D) O problema de água na região é conseqüência da contaminação dos recursos hídricos por produtos químicos utilizados pela agricultura.

COMENTÁRIO

- A temática referente aos recursos hídricos é pauta das discussões geopolíticas durante grande parte da segunda metade de século XX. A afirmação de Nelson Olic se mostra coerente e acertada, principalmente se observarmos alguns conflitos já existentes na atualidade, como ocorre na Ásia entre Índia e Paquistão, que disputam a região montanhosa da Caxemira, que dentre outras vantagens apresenta a nascente de grandes e importantes rios da região, ou ainda no próprio Oriente Médio, onde as disputas entre israelenses e palestinos pela região das Colinas de Golã, onde nasce o Rio Jordão, fundamental para a geopolítica dessa área.No que tange os problemas de acesso aos recursos hídricos atualmente no Oriente Médio, pode-se citar o aumento do uso por conta do crescimento da população e da demanda, o fato dessa região localizar-se na zona dos grandes desertos mundiais com climas áridos ou semiáridos, além da dificuldade destas nações em estabelecer acordos multilaterais para o uso compartilhado dos recursos hídricos.
Questão 08
O intenso processo de imigração no Brasil, principalmente entre a segunda metade do século XIX e as primeiras décadas do século XX, deixou fortes marcas de mestiçagem e hibridismo cultural, constituindo um importante fator na demografia, cultura, economia e educação deste país.

Fonte: <http://centraldefavoritos.wordpress.com/2014/04/14/politicas-de-colonizacao-migracao-imigracao-e-emigracao-no-brasil-nos-seculos-xix-e-xx/> Acesso em: 25 de fev. 2015.

O processo de imigração retratado teve como principal atrativo a

A) necessidade de mão de obra na atividade mineradora.
B) oferta de postos de trabalho nas lavouras.
C) facilidade de ocupação de terras devolutas da União.
D) abertura de vagas para trabalho no setor de comércio e serviços.

COMENTÁRIO

- O processo de imigração brasileira iniciou-se junto ao processo de colonização do país, porém houveram momentos em que estes fluxos se tornaram mais ou menos intensos. Dentre os períodos em que houve maior entrada de imigrantes estrangeiros no Brasil foi entre 1850 e 1930, que correspondeu ao período áureo de Ciclo do Café. Este período se inicia com a promulgação da Lei Eusébio de Queirós, que proibiu o tráfico negreiro no memento em que as lavouras de café se expandiam e mais necessitavam de força de trabalho. A solução foi o incentivo, por parte do Estado e da iniciativa privada para a vinda de imigrantes europeus que configurariam na mão de obra assalariada para complementar os escravos que já haviam e continuariam a ser explorados no Brasil após a lei.
Questão 10
Full transcript